Arquivos

Aplicativo Desbravadores – atualização

banner-app

Os desbravadores da Divisão Sul-Americana ganharam de presente hoje, no dia mundial do desbravador, a atualização do aplicativo oficial.

Anteriormente o aplicativo disponibilizava para consulta rápida apenas os requisitos das classes e especialidades. Com a atualização, contamos agora com 9 recursos: ano bíblico, estudo bíblico, bíblia, classes, especialidades, manuais, cartão virtual, clubes e vídeos.

aplicativo-desbravadores

Para conferir cada item da atualização, confira o vídeo abaixo, elaborado pela Divisão Sul-Americana.

No momento, o aplicativo está disponível nas plataformas Android e IOS. Clique abaixo para baixar.

goodesbraitunesporticon

Caso você já tenha o aplicativo instalado, baixa acessar o Google Play ou o App Store, localizar o aplicativo e clicar na opção de atualizar.

1-Alberto

Desbravadores: ano bíblico

blogdesb

Desbravadores: ano bíblico é um aplicativo simples, gratuito e extremamente funcional. A ideia é facilitar a leitura da Bíblia, adicionando diariamente os capítulos que o desbravador deve ler. Ele possui duas guias de leitura: juvenil e desbravador. A diferença básica entre elas é que o ano bíblico desbravador inicia-se em março, com término em novembro, mas são os mesmos textos bíblicos em ambos.

Ao entrar no app, você se deparará com os textos bíblicos para leitura, agrupados por dia. Clique no dia para fazer a leitura. No final de cada texto, há a opção “marcar como lido”. Ao clicar e retornar à página principal, aparecerá uma bandeirinha verde no canto superior direito para indicar a conclusão.

Para mudar as guias, entre juvenis e desbravadores, basta clicar nas configurações. Fica no canto superior esquerdo. Em seguida, clique em “guias de leitura” e selecione a desejada.

Não poderia ser mais simples. Conselheiros, incentivem seus desbravadores a baixarem e ajudem-os a manter a leitura atualizada =D

No momento, o aplicativo está disponível nas plataformas Android e IOS. Clique abaixo para baixar.

goodesbraitunesporticon

Depois nos conte como foi sua experiência utilizando este aplicativo no seu Clube. E se você souber de um bom aplicativo semelhante a este para outros sistemas operacionais de tablets smartphones, nos deixe um comentário.

Para ver outros aplicativos interessantes para usar no Clube de Desbravadores, clique aqui.

1-Alberto

ano bíblico (1)

Como crianças…

cwpywwh8bici54a3i1t4hfkpc

“e disse: “Eu lhes asseguro que, a não ser que vocês se convertam e se tornem como crianças, jamais entrarão no Reino dos céus”. Mateus 18:3

Esse é um daqueles versos bíblicos que a gente decora nos primeiros anos na escola sabatina e que parece bem simples de entender à primeira vista, mas que a gente só compreende toda a profundidade de significado com o passar dos anos. E essa semana eu consegui entender um pouquinho mais do significado dele e gostaria de compartilhar com vocês.

Uma das minhas atividades favoritas é cozinhar. E geralmente quem gosta de cozinhar gosta também de assistir programas de culinária. Bem, esse é o meu caso, rs. Há umas três semanas eu comecei a assistir aquele programa chamado Master Chef. Eu sei que na verdade já até acabou a segunda temporada, mas não riam de mim, é que na verdade nós não temos TV em casa, então algumas coisas acabam passando batido.

Semana passada começou mais uma temporada do programa, só que dessa vez os competidores são crianças de 8 a 13 anos. E o que mais me impressionou não foi a enorme habilidade culinária das crianças (a de algumas, maior até que a minha, rs. Até hoje não sei fazer suflê, rs) ou mesmo a extrema concentração em que eles trabalham, e sim o espirito de amizade e cooperação entre eles.

Só para citar dois exemplos. Uma das meninas de 8 anos estava fritando um peixe na frigideira e por um descuido deixou o peixe cair no chão. Assim que o menino do lado notou o que tinha acontecido ele procurou um pedaço de peixe nas coisas dele e deu para a colega terminar o prato. Outro caso foi de um garotinho que errou o ponto dos ovos e precisaria refazer a receita, só que ele não tinha mais ovo suficiente para refazer. Ele virou para o colega de trás e pediu um ovo, mas ele também ia precisar dos ovos. E o que ele fez? Disse que não podia dar o ovo? Não! Ele foi no amiguinho do lado e pediu o ovo para dar para o outro colega! Ou seja, ele não tinha, mas não podia deixar o coleguinha na mão! Além desses tem vários outros exemplos de companheirismo, nem parece que as crianças estão disputando uma viagem para a Disney. Atitudes muito diferentes das que são vistas na competição dos adultos, onde a maior parte dos participantes faz de tudo para puxar o tapete do outro.

Quando paro para pensar nessas coisas fico me perguntando, onde foi parar essa generosidade que quase todas as crianças possuem? Em que parte do caminho ela se perdeu? Essa é só uma das características requeridas dos candidatos a cidadãos do céu. Outras são simplicidade, facilidade em perdoar, compaixão, sinceridade… e olha só! Todas essas características estão presentes na maioria das crianças. Esse certamente é um dos motivos pelo qual Jesus falou que se não fôssemos crianças, não entraríamos no Reino dos Céus!

1- Éveni

14 ideias de especialidades para a sua classe bíblica!

matrícula-frequencia-classe-bíblica

Com a nova reformulação e atualização do Manual de Especialidades, cada Clube ganhou de presente muitas ideias para tornar sua classe bíblica muito mais interessante.

O caminho para ter um programa realmente cheio de coisas relevantes para a vida de seus desbravadores sempre foi os cartões das classes e as especialidades, onde as atividades ali propostas completarão o tempo das atividades da forma mais satisfatória possível.

As novas especialidades poderão tornar as classes bíblicas muito mais interessantes. Segue algumas dicas sobre algumas delas em especial.

Arte em fantoches (AM 002)Arte em fantoche

  • Para os líderes, contar as histórias bíblicas na CB (classe bíblica) usando fantoches será uma forma interessante de cumprir os requisitos.

 

Cidadania cristã (AM 006)Cidadania cristã

  • Uma forma interessante de conhecer melhor seu país é através da Bíblia, entender nossos deveres como cristãos e cidadãos.

 

Evangelismo pessoal (AM 008)Evangelismo pessoal

  • Para os conselheiros e instrutores da CB, o fato de fazê-la já preenche vários requisitos da especialidade.

 

Testemunho juvenil (AM 010)Testemunho juvenil

  • Programas de testificação da Igreja podem ser usados para cumprir requisitos.

 

 

Temperança (AM 013) e Mordomia (015)Temperança

  • Essas duas especialidades têm muitos requisitos, que pedem versos decorados, atividades de testificação e discussões em grupo que podem ser usadas na CB.

 

Aventuras com Cristo (AM 016)Aventuras com Cristo

  • Praticamente todos os requisitos podem ser atividades missionárias que podem ser desenvolvidos na CB ou a partir dela, em tarefas especiais missionárias.

 

Marcação bíblica (AM 019)Marcação bíblica

  • Uma ótima atividade prática para desenvolver na CB, tornando os momentos mais dinâmicos e divertidos.

 

Santuário (AM 022)Santuário

  • Essa nova especialidade pode ser usadoa como forma lúdica (jogos, encenações, todos se vestindo a caráter, etc.) e com certeza tanto os diretores quanto os desbravadores gostarão.

 

Dramatização cristã (AM 024)Dramatização cristã

  • Cumprir os requisitos do cartão usando essa especialidade, de forma prática, poderá tornar sua CB muito mais gostosa!

 

Adoração cristã (AM 029)Adoração cristã

  • Preparar seus desbravadores na CB para executar atividades na Igreja. Assim, o Clube será mais exposto para os membros e pais, nas suas liturgias.

 

Escatologia (AM 038)Escatologia

  • Cumprir os requisitos dessa especialidade preparará os membros da Igreja e as crianças que ainda não são com o aprendizado da doutrina central da fé cristã, do qual até nosso nome nos identifica: ADVENTISTA, os que esperam o advento (volta de Jesus = Escatologia, o estudo desse tema).

 

Evangelismo web (AM 040)AM-040-EVANGELISMO-WEB

  • Que ótima oportunidade de executar essa especialidade em uma CB, onde o local de reunião tem acesso à internet? E a criançada está totalmente conectada hoje em dia!

 

Intercessor (AM 042)Intercessor

  • Dentro do programa de discipulado de nossa Igreja na América do Sul, a comunhão com Deus está em ênfase. Que ótimos requisitos desta especialidade ao ensinar os meninos e meninas orarem por si mesmo e pelos outros, não é?

 

Investigador bíblico (AM 047)AM-Investigador_Bíblico

  • Uma especialidade um pouco mais avançada para os da idade entre 14-15 anos e seus conselheiros. Um bom desafio que poderia ser feito por um grupo de elite do Clube.

 

Depois dessas ideias, não me diga que suas classes bíblicas estão sem inspiração e conteúdo, pode ser? (risos)

Queridos líderes, usemos nosso vasto material no desenvolvimento das atividades de seu Clube, no âmbito espiritual. Um Clube nasce para muitas coisas, mas não se esqueça da maior delas: LEVAR SEUS MENINOS E MENINAS PARA O CÉU!

Maranata!

1- Harley

Reavivados por Sua Palavra

reavivados-600x304

Por três anos, os adventistas do sétimo dia de todo o mundo estiveram unidos em um projeto de reavivamento e reforma conhecido como Reavivados por Sua Palavra. Simples e funcional, o projeto consistiu na leitura diária de apenas 1 capítulo da Bíblia por dia. A leitura do último capítulo se deu por ocasião da 60ª Assembleia da Associação Geral, em San Antonio, Texas, EUA.

E o projeto não acabou por ai! Ainda durante a assembleia, foi lançada sua 2ª fase. Novamente, será lido um capítulo da Bíblia por dia, só que dessa vez, o estudo será integrado com leituras semanais de trechos do Espírito de Profecia.

Hoje é o início oficial, a leitura do capítulo 1 de Gênesis. Concomitantemente, durante esta semana, leremos também os capítulos 1 e 2 de Caminho a Cristo. Vejam que a leitura recomendada do Espírito de Profecia é semanal, não diária. Assim, programem-se para ler um pouco a cada dia, juntamente com a leitura da Bíblia.

Eu convido todos os líderes a participarem desse projeto! Quem participou do primeiro, certamente continuará. E quem não participou, não tem problema, é tempo de iniciar agora!

Segue AQUI o link para baixar o calendário de leitura de 2015. Peço desculpas porque o arquivo é em inglês, já que a Igreja na América do Sul ainda não publicou o material em português… Apesar de ser em inglês, é de fácil compreensão, já que os livros da Bíblia têm nomes semelhantes. Em 2015 serão apenas dois livros do Espírito de Profecia: Caminho a Cristo (Steps to Christ) e Parábolas de Jesus (Christ’s Object Lessons).

 

1-Alberto

Muito além da propaganda esquerdista

media-spoonfeeding-cartoonMesmo já tendo 26 anos (recentemente completados), ainda conservo o costume da época de adolescente de acompanhar blogs. É claro que os assuntos e a frequência mudam, mas ainda gosto de ler o que algumas pessoas escrevem.

Um dia desses estava lendo o blog do Felipe Moura Brasil e me deparei com um longo texto do qual extraí um pequeno parágrafo e coloquei aqui. Pode parecer que não tem nada a ver com o tema do blog, mas leia até o fim que você vai entender tudo.

O colunista até citou o Brasil como um país onde a televisão mudou os costumes sociais drasticamente graças à inculcação de um sistema de valores mais esquerdista, o que nosso best seller “O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota” esmiuça. Na ocasião, Shapiro comentou aquilo que Olavo de Carvalho afirma há décadas sobre a situação brasileira, inclusive sobre as novelas: “O povo norte-americano foi enganado. Fomos informados de que o nosso entretenimento era apenas isso: entretenimento, em oposição à propaganda. Isso era falso. E os americanos, por ignorar o problema, permitiram que a coisa apodrecesse. Enquanto os conservadores não acordarem e perceberem que eles não vão reconquistar seu país sem reconquistar sua cultura, eles vão continuar a perder seu país para aqueles que sabem como manipular as emoções com roteiros, iluminação e trabalhos de câmera”.

Ah, agora vamos falar de política? De forma alguma! Tenho minhas opiniões, entretanto, o que importa aqui não é a posição, se de direita ou de esquerda, mas o que essas orientações políticas fazem para disseminar suas ideias.

Você reparou no que esse tal de Shapiro disse? Ele reclama que a esquerda se infiltrou nos meios de comunicação dos Estados Unidos, inclusive em Hollywood, e estão usando o “entretenimento” como forma de manipular as pessoas a seguirem as orientações políticas desse grupo.

Perceberam a gravidade do que este jornalista diz? Não é um pastor, não é um líder de jovens, não é a sua mãe, é um jornalista completamente secularizado! Ele assegura com todas as letras que as formas de entretenimento não são neutras! Há pessoas com interesses particulares manipulando aquilo que é veiculado no cinema e na televisão. Por trás daquele drama épico ou daquela ficção científica cheia de explosões há conceitos específicos que são internalizados pelas pessoas sem que elas percebam.

Por mais que possa parecer importante, a questão política é, na realidade, efêmera. E quando o assunto é a vida eterna? Você concorda comigo que os interesses são bem maiores, não é mesmo? Temos de assumir que há um grande conflito ocorrendo em nosso mundo. E o líder do poder das trevas é mais inteligente que todos os diretores de Hollywood juntos. A missão dele é controlar a mente do máximo possível de seres humanos, e para isso ele irá usar todas as armas que estiverem à disposição dele.

Se os filmes não são politicamente neutros, o que nos faz pensar que também são moralmente neutros? É muita ingenuidade acreditar que aquilo que estamos assistindo sábado à noite com os jovens é só um filme. Se podem manipular a opinião política através deles, porque não poderiam manipular o caráter?

Infelizmente, na maior parte das vezes, é extremamente difícil detectar a filosofia por trás do enredo. Mas alguns filmes mostram “de cara” o seu propósito e muitos cristãos assistem no conforto de suas casas achando que estão fazendo algo inocente. É isso que Satanás quer que todos pensem!

Mesmo os filmes aparentemente corretos podem conter sementes de engano. E nos últimos dias da nossa história não podemos nos dar ao luxo de correr tanto risco assim. Pense bem antes de se sentar e permitir que durante duas horas ou mais um diretor de cinema escolha o que vai entrar na sua mente!

1- Éveni

O ideal de Deus para as mulheres

sem400_091Hoje é um dia especial! Então com licença meninos que acompanham o blog, hoje o papo é de mulher para mulher, rsrs.

As mulheres sempre enfrentaram dificuldades para viver nesse mundo machista. Hoje estamos em quase todas as profissões e temos nos destacado no universo acadêmico, todavia, ainda há muito para se conquistar.

Deus tem um ideal para cada ser humano, e Ele já sabia que a sociedade iria distorcer o papel da mulher, por isso Ele deixou escrito na Bíblia o que ele espera de cada uma de nós. É claro que você já leu Provérbios 31, mas você já prestou atenção nas habilidades que estão descritas lá? Veja que surpreendente:

É como o navio mercante: de longe traz o seu pão.

Uma mulher sábia se preocupa com sua alimentação e escolhe sempre os melhores alimentos ainda que tenha que ir longe ou pagar um pouco mais caro para adquiri-los.

É ainda noite, e já se levanta, e dá mantimento à sua casa e a tarefa às suas servas.

A mulher ideal de Deus não dá lugar à preguiça e se levanta cedo. Não necessariamente precisamos fazer os serviços domésticos, mas precisamos saber todos os detalhes para o bom funcionamento de uma casa, assim podemos treinar bem os empregados ou fazer o serviço se não tiver ninguém para ajudar. Isso não é coisa do tempo das nossas avós, continua sendo extremamente necessário nos dia de hoje.

Examina uma propriedade e adquire-a; planta uma vinha com as rendas do seu trabalho.

Deus quer que as mulheres entendam de negócios. Avaliar e comprar uma propriedade era tão complexo naquela época quanto trabalhar no mercado imobiliário hoje. Ou seja, precisamos conhecer quais são os melhores investimentos e esforçar-nos para fazer bons negócios.

Cinge os lombos de força e fortalece os braços.

A mulher precisa ser forte. E isso não significa apenas força moral ou força de vontade. Quer dizer que Deus quer mulheres vigorosas que tenham força física mesmo. Ou seja, meninas, nada de preguiça, vamos malhar!

Ela percebe que o seu ganho é bom; a sua lâmpada não se apaga de noite.

Mesmo durante os revezes da economia podemos evitar ficar endividadas ou passar por problemas financeiros se formos previdentes e soubermos como investir nosso dinheiro.

Abre a mão ao aflito; e ainda a estende ao necessitado.

Mesmo sendo uma economista eficiente e uma pessoa super ocupada, a mulher segundo o coração de Deus não deixa de ser atenciosa com o próximo. Além disso, sempre tem uma palavra de conforto para dizer aos que estão sofrendo.

Faz para si cobertas, veste-se de linho fino e de púrpura.

Além de ter uma casa bem decorada, Deus quer que as mulheres se vistam bem! De linho fino e tecidos de cor púrpura se faziam as melhores vestimentas da época. Então, de acordo com a Bíblia, precisamos usar as melhores roupas que pudermos, não é o máximo?!

Fala com sabedoria, e a instrução da bondade está na sua língua.

Além de forte e bem vestida, Deus quer que nós sejamos sábias. Sabedoria se alcança não só com o estudo formal, mas também com a leitura e principalmente o estudo da Palavra de Deus.

sem400_108

Ler esse texto nos faz mudar vários conceitos, não é verdade? Desenvolver essas qualidades deve ser nosso objetivo de vida. Definitivamente não é da vontade de Deus que sejamos meras coadjuvantes na sociedade, então vamos assumir nosso papel! Nosso Criador vai nos ajudar.

1- Éveni

7 passos para devocionais inesquecíveis

jovem-bibliajpg12268061430pm

Geralmente todo domingo, após hastear a bandeira e recitar os ideais, temos o momento devocional. Entretanto, algo que era para ser um estímulo para pensar mais em Deus e um momento de reflexão acaba sendo algo chato que ninguém presta atenção. Para que isso não seja um problema no seu Clube, separamos 7 dicas para fazer momentos devocionais de qualidade, vejam só:

  1. Seja breve: 15 minutos é o máximo de tempo que se deve gastar com essa parte do programa, por dois motivos: 1) as crianças vão perder o foco caso você se prolongue muito e 2) você pode comprometer o restante da reunião. Deixar todo mundo com “gostinho de quero mais” vai ajudar você a ter ainda mais atenção quando você for dirigir o devocional da próxima vez.
  2. Contextualize: A Bíblia tem histórias maravilhosas que trazem lições altamente relevantes para os nossos dias. Todavia, para a compreensão dessas verdades, é necessário ter um pensamento abstrato bem desenvolvido, o que as crianças menores não têm. A solução é contextualizar a história traçando paralelos entre os tempos antigos e atuais.
  3. Use recursos visuais: Não estou falando de vídeos ou slides, embora essas coisas também possam ser usadas. Levar objetos que tenham a ver com o que você vai falar torna sua mensagem bem mais interessante. Ainda mais se o objeto em questão for algo que a maioria não conhece.
  4. Mantenha o contato “olho no olho”: Sempre que possível, sente-se no chão junto com as crianças nesse momento. Mas mesmo que não seja possível sentar-se mantenha o contato visual com suas crianças. Olhe no rostinho de cada uma delas, com o cuidado de não se fixar em nenhuma.
  5. Prepare-se com antecedência: Não há como fazer um devocional interessante se você pega a Bíblia ou a Inspiração Juvenil de última hora pera tentar encontrar algo para falar. Se você começa a se preparar com antecedência terá tempo para elaborar uma linha de raciocínio interessante e providenciar os materiais necessários para pender ainda mais a atenção das crianças
  6. Use lições do dia a dia: Um dos métodos de ensino preferidos de Jesus era o uso das parábolas. Ele utilizava fatos cotidianos das pessoas para ensinar-lhes conceitos celestiais. Se naquela época a analogia era com ovelhas e plantações, hoje você pode usar descobertas científicas ou redes sociais. Use a criatividade!
  7. Sempre que possível, inclua as crianças: De vez em quando encontre uma forma de colocar as crianças para participar também. Caracterizar como um personagem da história ou ensaiar uma unidade para que possa apresentar uma dramatização são ideias para incluir os menores. Os desbravadores da classe de Excursionista e Guia podem, com o devido preparo, até apresentar o devocional sozinhos.

Temos que ter em mente que às vezes é no Clube o único momento que a criança vai ouvir falar em Deus. Por isso temos que aproveitar todas as oportunidades para fixar a mensagem no coraçãozinho delas. Estar bem preparado para dirigir os devocionais é um meio para que isso ocorra. Você tem outras ideias para tornar um devocional inesquecível? Pode colocar aqui nos comentários. Boas ideias sempre são bem-vindas!

1- Éveni

Um copo de verdade com uma gota de mentira

poison-in-a-glass-of-water-15104-1680x1050

Nesses dias estava lendo um ótimo livro. Enquanto eu passava por páginas e páginas onde o autor registrava entrevistas que fizera com grandes defensores do cristianismo como Peter Kreeft, Willian L. Craig, Ravi Zacharias entre outros, imaginava que esse seria o próximo livro a ser recomendado aqui no blog.

Entretanto, vocês não vão vê-lo por aqui e vou explicar o motivo. Embora contenha verdades belíssimas e argumentações valiosas em defesa do caráter bondoso de Deus, da criação, da confiabilidade da Bíblia, o livro possui um capítulo em que se fala sobre o inferno. Apesar de o autor ter a melhor intenção possível em defender a justiça de Deus, ele desconsidera duas grandes verdades bíblicas: o estado dos mortos e o juízo final.

Esse fato me fez pensar em duas coisas: 1) A quantos erros estamos expostos na literatura e na mídia em geral? 2) Estamos preparados para identificar o erro?

Quando eu era criança a moda era pesquisar mensagens subliminares. Muitas vezes pessoas se esforçavam para mostrar uma determinada palavra que aparecia em uma imagem de O Rei Leão. Não sei se realmente havia uma mensagem subliminar ali ou se era só extrema criatividade do palestrante, mas havia sim uma mensagem bastante prejudicial, que por incrível que pareça, nem era mencionada!

Ficou curioso para saber o que era? Você vai se lembrar fácil de uma das trilhas sonoras mais conhecidas do cinema em que o tema era viver sem responsabilidade. Ou seja, não se preocupe em obedecer a seus pais, vai dar tudo certo no final!

Poderia comentar vários outros exemplos aqui, mas não é esse o objetivo, talvez possa ser tema de um próximo post… O que quero destacar é que mesmo em filmes ou músicas aparentemente inocentes, há mensagens prejudiciais. Pode ser um filme ou um livro lindo, mas se ele contém um só tipo de engano, não serve para nossas crianças!

Isso me leva a uma segunda preocupação. Estamos preparados para detectar esses enganos? Quando estava lendo o livro foi fácil identificar a doutrina errada porque desde pequena sei que quando as pessoas morrem não vão direto ao céu ou inferno, e sim ficam descansando no pó da terra. Mas já pensou se eu não soubesse disso? Poderia raciocinar: se as outras partes do livro eram verdade, por que essa não seria? E assim fatalmente seria enganada.

Há apenas uma saída para não sermos ludibriados por conceitos aparentemente bonitos, entretanto, totalmente deletérios: a investigação profunda da verdade! O estudo cuidadoso da Bíblia é o único meio para estar permanentemente alerta para perceber qualquer contaminação. Tal aprofundamento não é alcançado com leituras esporádicas ou displicentes. Somente estudando a Bíblia com afinco e com a ajuda do Espírito Santo é que vamos adquirir conhecimento. Além disso, o estudo da lição da Escola Sabatina também é um importante aliado.

Se temos a necessidade de resguardarmos a nós mesmos, temos ainda mais a responsabilidade de proteger nossas crianças. Por isso precisamos ter muito cuidado com o que colocamos ao alcance delas.

Um copo de água potável acrescido de uma gota de veneno pode ser tão mortífero quanto um copo cheio dele.

1- Éveni

Courage to stand

courage to stand

O tema do último campori da Divisão Norte Americana pode ser traduzido como Coragem para se posicionar. O personagem principal deste evento foi Ester e sua coragem para defender o seu povo.

Atualmente, não temos visto muitos cristãos com coragem para se posicionar. Eles ficam ali quietinhos tentando passar desapercebidos em suas convicções ou, pior ainda, deliberadamente escondendo o que pensam. Às vezes desconfio que algumas pessoas não têm mais tanta certeza do que é certo ou errado. Entraram na onda de relativismo da sociedade atual que faz de cada um o seu próprio deus.

Os valores do cristianismo estão cada vez mais dissolvidos nesse mar de cultura desregrada. Sexo casual não é mais algo reprovável, adultério virou romance, desonestidade é só uma maneira de ser esperto, as regras de saúde são algo irrelevante, a vida humana não tem mais um caráter sagrado…

Onde estão os cristãos no meio de tudo isso? Onde estão aqueles que deveriam se posicionar e demonstrar que cultivar a moralidade não é coisa de extremistas? Pergunto isso porque não tenho visto muitos por aqui. Às vezes até eu mesma fico calada quando eu poderia educadamente expor o meu ponto de vista.

Mas no meio de tantos cristãos camaleões alguém teve coragem de se posicionar. Um cristão decidiu levantar a voz contra o aborto. Estou falando do Dr. Benjamin Carson, um dos maiores neurocirurgiões pediátricos do mundo. Ele é um cristão, um Adventista do Sétimo Dia que acredita que a vida humana é um dom de Deus e, por isso, fez um brilhante artigo sobre a educação como prevenção para o aborto, por ocasião da Marcha Pró-Vida.

Carson speaks to the Conservative Political Action Conference (CPAC) in National Harbor, Maryland

Ele não estava apenas participando de uma manifestação. Com esse discurso o Dr. Carson está se contrapondo diretamente à política do presidente norte-americano. Para fazer algo dessa grandeza é necessário realmente ter muita coragem. Ele não tem vergonha de ser cristãos e está pronto para defender o que é correto na nação mais poderosa do mundo.

E eu e você? Estamos prontos para permanecer em pé enquanto as trombetas da idolatria e da degradação moral estão tocando? Ou vamos nos inclinar e nos conformar como a maioria está fazendo?

Veja aqui a tradução feita pelo jornalista Felipe Moura Brasil, em seu blog.

Vários anos atrás, fui consultado por uma mulher jovem que tinha 33 semanas de gravidez e estava a caminho de Kansas para fazer um aborto. Eu informei a ela das várias opções disponíveis para além do aborto, e ela decidiu ir adiante com a gravidez, ainda que a criança tivesse hidrocefalia e fosse precisar de uma intervenção neurocirúrgica algumas semanas após o nascimento.

Ela manteve o bebê e ama a criança linda que ele se tornou.

Um par de décadas atrás, eu vim para a unidade pediátrica de cuidados intensivos em jornadas matinais e me contaram de uma menina de 4 anos que havia sido atropelada por um caminhão de sorvete e estava em coma, exibindo pouca função neurológica à exceção de pupilas reativas. Eu testei seus reflexos pupilares, e ambas as pupilas estavam fixas e dilatadas.

A equipe me indicou que isso era algo que devia ter acabado de ocorrer. Eu agarrei a cama e, com alguma ajuda, transportei a menina rapidamente para a sala de cirurgia para uma craniotomia de emergência. Esbarrei no caminho com um neurocirurgião sênior, que me disse que eu estava perdendo meu tempo e que, na melhor das hipóteses, poderíamos acabar com alguém em estado vegetativo.

Mesmo assim, concluímos a operação e, alguns dias depois, suas pupilas ficaram reativas, e ela acabou saindo do hospital. Eu a vi alguns anos atrás andando pelo hospital com a sua própria filha de 4 anos. Ela estava neurologicamente totalmente intacta e me disse que havia se tornado uma espécie de celebridade em função da experiência que acabo de relatar.

O que essas duas histórias têm em comum? Ambas envolvem vidas preciosas que poderiam facilmente ter sido descartadas.

Toda a minha vida profissional foi dedicada a salvar e melhorar vidas. Assim, a ideia do aborto por razões de conveniência não me atrai. Eu conheci pessoalmente várias pessoas que me disseram que suas mães chegaram a considerar a ideia do aborto, mas felizmente decidiram rejeitá-la.

A maioria de nós instintivamente quer proteger criaturas indefesas e às vezes não mede esforços para fazê-lo. Os comerciais de televisão sobre animais que sofrem abusos são pungentes e, como sociedade, às vezes atrasamos ou cancelamos grandes projetos de construção para proteger um inseto, anfíbio ou peixe que estejam “em perigo”. No entanto, muitos de nós fazemos vista grossa para a matança desenfreada de milhões de bebês humanos indefesos, que são muito mais sofisticados do que algumas das outras criaturas, quando nada está em jogo além da conveniência de um ou de ambos os pais.

Eu não estou dizendo que devemos abandonar nossos esforços para salvar filhotes de focas e uma série de outros animais. Eu estou dizendo: não devemos considerar adicionar fetos humanos e bebês à lista?

Assistir ao desenvolvimento do feto humano é inspirador. Em menos de três meses a partir da concepção, os pequenos pés e mãos são bastante reconhecíveis, e diversas características faciais fazem deles fofos, ainda que muito pequenos. Desde o primeiro dia, os neurônios do cérebro estão se proliferando em uma taxa que vai render um escalonamento de 100 bilhões de neurônios até o nascimento. Em questão de nove meses desde a concepção, temos um ser humano que vive, respira, come, emite sons e que apenas dois meses mais tarde se torna interativo socialmente.

Algumas pessoas se opõem a que as mulheres grávidas vejam imagens de ultrassom de seus bebês em desenvolvimento, porque elas não querem que seja desenvolvido um vínculo emocional. Uma contemplação cuidadosa e imparcial, no entanto, pode levar à conclusão de que tal vínculo é essencial para a sobrevivência da humanidade. Agricultores de sucesso nutrem e protegem as suas colheitas em crescimento, e se as condições ameaçam suas colheitas, eles fazem o que é necessário para protegê-las. Ao invés de atacar a analogia, pense no quão mais preciosa que um pé de milho é uma vida humana.

É importante tentar compreender o estado emocional de mulheres jovens que procuram um aborto. Em vez de julgá-las e condená-las, precisamos oferecer compaixão e apoio. Elas precisam ser providas de acesso fácil a serviços de adoção e informações sobre a assistência disponível a elas, caso elas decidam ficar com o bebê. Eu visitei muitas instalações calorosas e convidativas em todo o país, que existem apenas para o propósito de ajudar essas jovens.

É igualmente, senão mais, importante chegar a estas mulheres jovens antes que elas engravidem. Esqueça aquelas pessoas politicamente corretas que dizem que todos os estilos de vida são iguais, e informe a essas jovens sobre as verdadeiras consequências de ter filhos fora do casamento, sem ser financeiramente independente. Precisamos fazer com que elas entendam que podem proporcionar uma vida muito melhor para si e para seus filhos quando elas planejam com antecedência e se valorizam de forma adequada.

Como uma sociedade, nós não podemos ter medo de discutir questões sociais e morais importantes. Nossa herança como uma nação é construída com base em compaixão, perdão e compreensão. Coragem também é de vital importância, porque aqueles que permanecem com princípios e valores divinos serão atacados.

A tentativa de caracterizar o amor e a compaixão para com a vida humana como uma “guerra contra as mulheres” é enganosa e patética. Nós, o povo, devemos parar de nos deixar ser manipulados por aquelas pessoas com agendas que não incluem o respeito pela santidade da vida.

1- Éveni

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...