Escolhendo seu calçado para trilhas e acampamentos

Um dos aspectos mais importantes (se não o mais importante) que devem ser observados para caminhadas ao ar livre e acampamentos é a escolha do calçado adequado. Quando se escolhe o calçado errado para a atividade, uma caminhada ou acampamento que tinha tudo para inesquecível (positivamente!) pode ser arruinada por um tornozelo torcido, uma bolha no pé, uma unha arrancada, etc. E tudo o que você vai lembrar da atividade é do incidente com seu pé e de como ele poderia ser evitado usando o calçado certo. A escolha de um calçado inadequado é um dos 10 erros mais comuns dos excursionistas, e como nós desbravadores gostamos muito de atividades ao ar livre, é essencial não cometermos esse erro.

Quando se fala em calçado para atividades ao ar livre não se deve colocar o fator economia acima de tudo, pois é a sua segurança e seu lazer que estão em risco. Não precisa ser a marca e modelo mais caro do mercado, mas tem que ser um calçado adequado, um calçado técnico. Outra coisa que deve ser pensada é que não existe um calçado perfeito ou ideal, a escolha vai depender de onde se pretende usar e como você  é (e seus pés estão inclusos aqui).

Existem algumas opções de diferentes tipos de calçados que podem ser utilizados em atividades ao ar livre e todos os tipos são adequados para uma determinada atividade. Estas são suas opções:

  • Sandálias esportivas (papetes) – cada vez mais abundantes no mercado, são sandálias de fitas ou couro, com solado de borracha ou poliuretano. Começaram como sandálias para esportes aquáticos, pois secam muito rápido, e, hoje, até sandálias para corridas e trekkings já existem. Algumas podem ser usadas com meias e são ótimas como calçados para áreas de camping, por deixarem os pés respirarem e serem muito confortáveis. Algumas pessoas caminham em trilhas com elas, mas não são recomendadas pois oferecem pouca proteção e apoio para os pés e tornozelos contra torções etc. Mas são ideais para rafting, caiaque e outras atividades aquáticas, bem como trilhas muito curtas e planas.
  • Tênis de aproximação/Tênis de corrida em trilhas – por ser feito para usar em trilhas, ele protege mais do que os tênis comuns de corrida. Possuem solados aderentes e entressolas macias. Por ser leve, respirável e flexível, costuma ser o escolhido para caminhadas mais longas também, o que não é indicado, pois ele não oferece o apoio e proteção ideais. Lembre-se, que ele será ainda menos recomendável se você estiver carregando uma mochila pesada!
  • Botas para caminhadas leves – normalmente feitas de uma combinação de couro e tecido, estas botas costumam ser leves e possuem modelos com três tipos de cano: alto, médio ou baixo. Costumam, também, ser flexíveis e são indicados para caminhadas de um dia ou com o uso de mochilas cargueiras não muito pesadas (menos de 10 kg). As de cano alto protegem o tornozelo de torções, mas não são tão eficientes assim.
  • Botas de Trekking – mais duráveis e de construção mais rústica, estas botas são as mais indicadas para a maioria dos trekkings, incluindo aqueles com um ou mais pernoites. A maioria é feita de couro com algum tipo de tratamento para a umidade. O solado é mais resistente e protege melhor das pedras no caminho. Elas são mais pesadas que os modelos do item acima e, por isso, mais duráveis. Também deverão proteger melhor seus tornozelos de torções etc.
  • Botas de aproximação – nós não temos, no Brasil, condições para usar estas botas. Muito resistentes e duráveis, com canos bem altos e um solado agressivo e durável, estas botas são feitas para serem usadas em terrenos desiguais e acidentados, como as morenas e suas pedras cortantes e afiadas. Por apoiarem muito bem seus pés, são as indicadas para uso com mochilas pesadas. Costumam ser muito pesadas e não são indicadas para qualquer trekking – no entanto, são perfeitas para caminhadas com mochilas cargueiras com carga pesada, distâncias longas e viagens de várias semanas, como expedições à alta montanha…
  • Botas duplas ou de gelo – são as mais pesadas, resistentes, duráveis e que melhor protegem os seus pés. Foram desenhadas para serem usadas com mochilas extremamente pesadas nos piores terrenos e com os piores climas – são impermeáveis e oferecem boa proteção contra o frio. Mas não se engane! Por tudo isso, elas são, também, as mais desconfortáveis. A maioria é compatível com o uso de crampons e são usadas em expedições a lugares remotos da Terra ou onde caminhar sobre glaciares e escalar em rocha e gelo é uma constante.
Veja  abaixo um vídeo mais objetivo sobre os tipos de calçados para trilhas.

Existem ainda outros pontos que devem ser observados, como o tipo de solado, material constituinte, amortecimento, peso etc. Nos vídeos abaixo vemos algumas dicas sobre essas características.


Na hora de comprar, estas dicas também são bastante importantes:

  1. Conheça o tipo do seu pé e procure por calçados que sejam feitos para ele;
  2. Procure por calçados que tenham amortecedor para impactos;
  3. Compre à tarde/noite ou depois de caminhar/correr, quando seus pés aumentam pelo inchaço e/ou pelas longas horas de ‘uso’…;
  4. Experimente o calçado  já com as suas meias que vai utilizar com ele (veja aqui como escolher suas meias). Tenha certeza de que está comprando e experimentando o pacote completo…;
  5. Tenha certeza de que o calcanhar não aperta e nem deixa seu pé deslizar;
  6. Em caso de calçados fechados, você precisa conseguir mexer os dedos com o calçado no pé, mas este espaço não pode ser muito grande, ou você terá o calçado ‘sambando’ no pé, principalmente toda vez que estiver descendo alguma trilha – pior, o calcanhar tenderá a “sambar” também!;
  7. Procure uma rampa ou uma escada para experimentar o calçado tanto subindo quanto descendo – se o dedão bate no bico dele ou o calcanhar sobe e desce livremente nos fundos dele (ele não deve mover mais do que meio centímetro), experimente outro número;
  8. Sempre experimente os dois pés ao mesmo tempo, fechando-o completamente como se fosse sair para caminhar naquele instante;
  9. Caminhe ou corra pela loja, antes de tomar a decisão – é sempre bom lembrar que seus pés podem aumentar de tamanho ao colocar peso sobre eles. Portanto, não experimente os calçados apenas sentado. Levante-se, caminhe etc.;
  10. O movimento que você faz ao caminhar também é importante e, por isso, você deve caminhar pela loja;
  11. O calçado que você está experimentando deverá fazê-lo sentir-se bem com ele imediatamente – você nunca deverá ter de alargar ou algo mais do que simplesmente amaciar o couro de um calçado para atividades esportivas. Aliás, esta é uma regra que deveria valer também para seus calçados sociais!
  12. Considere as condições que você irá utilizar suas botas. Como é o clima de onde você costuma caminhar? Qual o peso que você costuma carregar? Como costumam ser as trilhas que você vai? Estes fatores são determinantes na hora de escolher uma bota. Ainda falaremos mais sobre eles…
  13. Procure calçados leves, sempre que possível, mas não sacrifique o apoio, a proteção ou a durabilidade por isso… Existe um ditado que diz: “cada grama que você carrega nos pés equivale a 5 gramas extras nas costas”;
  14. Experimente. Experimente. E experimente de novo… Experimente todos os modelos e tipos de botas e calçados que estiver ao seu alcance. Cada fabricante tem desenhos diferentes e nem mesmo dois pares do mesmo fabricante calçarão iguais. Não descanse nunca, mesmo quando você acha que encontrou o par perfeito! Você deve considerar todas as opções – aquele modelo que você tinha certeza de que não serviria, poderá surpreendê-lo…
  15. Como você se sente? Desconfortável? Simplesmente esqueça-os! Por mais bonito, barato etc que você o ache. Se eles não vestiram bem na loja, o que dirá em uma trilha em terreno desigual, subindo ou descendo por horas a fio?

Uma dica muito importante sobre seu calçado é nunca estreá-lo no acampamento ou trilha. Você deve amaciá-lo antes, utilizando-o às vezes durante uma ou duas semanas, dependendo da frequência de uso.

Fontes:

Também sugerimos este tutorial para escolher botas corretas para práticas esportivas: http://www.mochileiros.com/tutorial-escolher-botas-corretas-para-praticas-esportivas-t55086.html

Você tem outras dicas de como escolher um bom calçado para trilhas e acampamentos? Deixe-nos um comentário!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *