Por que os pica-paus não ficam com dor de cabeça?

Quem já viu um pica-pau bicar um tronco com certeza já imaginou: “como esse bicho não fica com dor de cabeça?”. Nós temos a resposta!

Primeiro, saiba que pica-paus, quando estão “inspirados” batem a cabeça cerca de 20 vezes por segundo na madeira. Mas há músculos, ossos e pálpebras reforçadas que protegem os olhos e o cérebro do bicho.

Músculos fortes e densos no pescoço do pássaro dão a ele a força necessária para que ele bata repetidamente a cabeça. Mas são os músculos extras na sua cabeça que o protegem de se machucarem, funcionando como um capacete para o cérebro. Diferente do cérebro humano, o cérebro do pica-pau está confinado por esses músculos.

Milésimos de segundo antes de bater a cabeça o pica-pau contrai seus músculos do pescoço. Depois fecha sua pálpebra grossa.

A pálpebra age como um “cinto de segurança” para os olhos – sem ela a retina do pássaro poderia se romper ou, mais bizarro, o olho poderia saltar para fora da cabeça dele.

Essas medidas de segurança são especialmente úteis para os machos, que batem a cabeça cerca de 12 mil vezes por dia quando estão fazendo a corte para alguma fêmea.

Nota: Se as pálpebras não se fechassem milésimos de segundo antes de bater a cabeça, os pica-paus seriam cegos. É mais provável que um dispositivo tão preciso (milisegundos!) tenha sido desenvolvido ao acaso ou projetado? Para funcionar tão perfeitamente, só pode ter sido projetado pelo Designer.

Disse também Deus: “… e sobre a terra voem aves sob o firmamento do céu”. Assim Deus criou … todas as aves, de acordo com as suas espécies. E Deus viu que ficou bom. Então Deus os abençoou, dizendo: “Sejam férteis e multipliquem-se! … E multipliquem-se as aves na terra”. Gênesis 1:20-22.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *