Meu grupo não se conhece, e agora?!

Ano novo, novos desafios!

A data de início das atividades chega e junto com ela um friozinho na barriga nos toma conta, juntamente com a insegurança do novo, do desconhecido.

Para alguns a ansiedade é por assumir uma nova responsabilidade, para outros é por aceitar estar em um lugar novo, com pessoas pouco conhecidas.

Para cada situação temos uma ideia criativa e valiosa que viabiliza confraternização do grupo, conhecimento mútuo e reciprocidade. São as dinâmicas de apresentação de grupo.

Apresentaremos nesse post atividades em grupo que ajudará os líderes e desbravadores a terem uma interação amigável, criativa e descontraída que “quebra o gelo” na primeira reunião e possibilita que todos se conheçam.

Escolha uma dinâmica que você compreenda e identifique com o perfil e faixa etária do seu Clube. Prepare com antecedência para não haver ruídos de comunicação ou o sentimento de desorganização.

Ore e peça orientação de Quem nunca falha e bom início de ano para você, seu Clube e seu ministério.

QUEM SOU EU?

Objetivo: Tornar os membros do grupo conhecidos rapidamente, num ambiente relativamente pouco inibidor.

Passos

  1. Cada um recebe uma folha com o título: “Quem sou eu?”
  2. Durante 10 minutos cada um escreve cinco itens em relação a si mesmo, que facilitem o conhecimento.
  3. A folha escrita será fixada na camiseta dos participantes.
  4. Os componentes do grupo circulam livremente e em silêncio pela sala, ao som de uma música suave, enquanto leem a respeito do outro e deixa que os outros leiam o que escreveu a respeito de si.
  5. Logo após, reunir 2 a 3 colegas, com os quais gostariam de conversar para se conhecerem melhor. Nesse momento é possível lançar perguntas que ordinariamente não fariam.

Avaliação

  • Para que serviu o exercício?
  • Como nos sentimos?

CARTÃO MUSICAL

Objetivo: Facilitar o relacionamento entre os participantes de um grupo.

Passos

  1. O coordenador distribui um cartão, um lápis e um alfinete para cada participante e pede que cada um escreva no cartão o nome e prenda-o na camiseta. (Não pode ser apelido).
  2. Os participantes sentam-se em círculo. O coordenador coloca-se no centro e convida os demais a cantar: “Quando vim para este grupo, um(a) amigo(a) eu encontrei (o coordenador escolhe uma pessoa) como estava ele(a) sem nome, de (nome da pessoa) eu o(a) chamei. Oh! amigo(a), que bom te encontrar, unidos na amizade iremos caminhar” (bis). (Melodia: Oh, suzana!!)
  3. O coordenador junta-se ao círculo e a pessoa escolhida entoa a canção, ajudada pelo grupo, repetindo o mesmo que o coordenador fez antes. E assim prossegue o exercício até que todos tenham se apresentado.
  4. A última pessoa entoa o canto da seguinte maneira: “Quando vim para este grupo, mais amigos encontrei, como eu não tinha nome, de …(cada um grita seu nome) eu o chamei. Oh! amigos(as), que bom nos encontrar, unidos lutaremos para o mundo melhorar” (bis).

Avaliação

  • Para que serviu a dinâmica?
  • Como nos sentimos?

APRESENTAÇÃO ATRAVÉS DE DESENHOS

Destinatários: Grupos de jovens ou de adultos. Pode-se trabalhar em equipes.

Material: Uma folha para desenho e um lápis colorido ou caneta hidrocor para cada participante.

Desenvolvimento

  1. Distribuídos os materiais da dinâmica, o animador explica o exercício: Cada qual terá que responder, através de desenhos, à seguinte pergunta: – Quem sou eu? (dispõem de 15 minutos para preparar a resposta).
  2. Os participantes desenham sua resposta
  3. A apresentação dos desenhos é feita em plenário ou nas respectivas equipes. O grupo procura interpretar as resposta. Feita essa interpretação, os interessados, por sua vez, comentam a própria resposta.

Avaliação da Dinâmica

  • O que aprendemos com este exercício?

APRENDENDO O NOME

Objetivo: Integrar o grupo e aprender a fixar o nome das pessoas do grupo.

Duração: 20 minutos.

Desenvolvimento

  1. Animador solicita que o grupo, de pé, forme um grande círculo.
  2. A seguir, dá início ao exercício: dá um passo à frente, diz seu nome, acompanhado de um gesto com as mãos ou com todo o corpo, quando então as pessoas do grupo repetem em coro o nome do animador e fazem o mesmo gesto.
  3. Prosseguindo, a pessoa à direita do animador diz seu nome e cria um novo gesto. O grupo repete o nome e o gesto do colega, e assim sucessivamente até todos se apresentarem.

Avaliação

  • Comentar a respeito da técnica.

TROCANDO OS CRACHÁS

Objetivos: Conhecer os integrantes do grupo, “quebrar o gelo”, chamar à participação e ao movimento.

Material: Crachás para todos, contendo os nomes de cada um.

Desenvolvimento

  1. No início do encontro, distribuem-se os crachás normalmente, de forma que cada um receba o seu próprio nome.
  2. Após algum tempo, recolher novamente os crachás e colocá-los no chão, com os nomes voltados para baixo. Cada um pega um para si; caso peque o próprio nome, deve trocar.
  3. Colocar o crachá com outro nome e usá-lo enquanto passeia pela sala.
  4. Enfim, procurar o verdadeiro dono do nome (crachá) e entregar a ele seu crachá. Aproveitar para uma pequena conversa informal; procurar se conhecer algo que ainda não conhece do colega.

Avaliação

  • Comentar a respeito da técnica.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 thoughts on “Meu grupo não se conhece, e agora?!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *