Como preparar os desbravadores para a perseguição

Não adianta falar que o clube de desbravadores não foi criado para preparar para a perseguição. Gerações inteiras cresceram acreditando nisso, até mesmo eu nos meus primeiros anos de desbravadora. Mas não são só as pessoas do clube que se preocupam em estar “preparados para a perseguição”. Já vi igrejas que em todo acampamento fazem uma simulação desse período, irmãos que criticam quem não gosta de determinado alimento com a seguinte frase: “Mas e se tiver só jiló para comer na perseguição?” 

Outro dia eu ouvi um não cristão dizer: “esses adventistas têm mania de perseguição.” Fiquei extremamente aborrecida com isso, mas depois percebi que alguns adventistas têm mesmo essa mania. 

Ellen White, no livro O Grande Conflito, pág. 631, diz o seguinte sobre esta época: “Quando o decreto promulgado pelos vários governantes da cristandade contra os observadores dos mandamentos lhes retirar a proteção do governo, abandonando-os aos que desejam sua destruição, o povo de Deus fugirá das cidades e vilas e reunir-se-á em grupos, habitando nos lugares mais desertos e solitários. (…) Os amados de Deus passarão dias penosos, presos em correntes, retidos pelas barras da prisão, sentenciados a morte, deixados alguns aparentemente para morrer à fome nos nauseabundos calabouços.” 

Assustador? Talvez. Mas sinceramente participar de um “rala”, comer alimentos dos quais não gosta ou participar de simulações simplistas não vai ajudar a ninguém se preparar. Se você, líder, quer realmente estar pronto para esses tempos difíceis e preparar seus desbravadores também, siga os passos abaixo: 

Treinamentos de resistência 

  • Passar uma noite em vigília estudando os livros de Daniel, Isaías e Apocalipse. 
  • Conseguir permanecer no mínimo uma hora ajoelhado em comunhão com Deus. 
  • Enfrentar chuva ou sol escaldante para dar estudos bíblicos a alguém interessado em conhecer mais da verdade. 

Condicionamento físico 

  • Manter-se absolutamente afastado de todo o tipo de bebidas alcoólicas e entorpecentes. 
  • Seguir rigorosamente o regime alimentar recomendado por Deus eliminando gorduras, açúcares em excesso e outros alimentos prejudiciais à saúde. 
  • Ter uma ocupação útil. Jesus trabalhava na carpintaria, Paulo fazia tendas. Siga o exemplo deles. 

Treinamento espiritual (Essa é a parte mais importante) 

  • Estudar a Bíblia diariamente. 
  • Ter um relacionamento sólido com Deus. 
  • Interceder em oração pelos seus amigos. 
  • Manter a consciência limpa. 
  • Memorizar passagens Bíblicas de conforto e promessas de Deus. Ex. Salmos 91; 55:22; 27:1; 145:18; I Coríntios 2:14; 10:13; Tiago 1:7; Filipenses 4:19; Isaías 35:10; Romanos 8:28; Mateus 24:44. 

Quem seguir esses passos estará mais do que preparado para o tempo da perseguição. 

– Sabe de uma coisa? Eu acho que já vi esses requisitos em algum lugar… São uns livrinhos coloridos… acho que chamam de cartão… – Ah!!! Então quer dizer que isso já existe? Pensei que fosse novidade… 

No mesmo livro, na pag. 634, Ellen White diz o seguinte: “O povo de Deus não estará livre de sofrimento; mas conquanto perseguidos e angustiados, conquanto suportem privações e sofram com a falta de alimento, não serão abandonados a perecer. O Deus que cuidou de Elias, não desamparará nenhum de seus abnegados filhos. Aquele que conta os cabelos de sua cabeça, deles cuidará; e no tempo de fome serão alimentados”. 

Depois disso não é preciso dizer mais nada.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 thoughts on “Como preparar os desbravadores para a perseguição

  1. Como explicar para alguém sobre essa perseguição vindoura que parece tão irreal se olharmos para os acontecimentos atuais?Os adventistas nem sofrem mais para prestarem vestibular nos sábados pois já conseguem fazer que diretores entendam seus motivos de fé.

  2. “Portanto, não se preocupem com o amanhã, pois o amanhã se preocupará consigo mesmo. Basta a cada dia o seu próprio mal” Mateus 6:34
    Não precisamos nos preparar para a perseguição.
    Essa preparação para a perseguição (tanto no dia-a-dia quanto no tempo do fim) é uma conseqüência de estarmos preparados para a Salvação, é resultado de comunhão com Deus.
    Nossa preocupação deve ser somente de nos entregarmos diariamente à Cristo e vivermos segundo a Sua vontade.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *