Relacionamento dos jovens adventistas, para a classe de Excursionista

Vivemos em um mundo onde muitas pessoas não se preocupam em fazer o que a Bíblia nos ensina. Nós podemos nos relacionar com essas pessoas? Como Jesus agiu com pessoas marginalizadas e pecadoras?

Essas são algumas das questões que você precisa trabalhar com os seus desbravadores da classe de Excursionista, cumprindo o requisito 3 da seção Servindo a Outros: “Discutir como os jovens adventistas se relacionam com as pessoas, nas variadas situações do dia a dia.”

Devemos ter muito cuidado ao abordar os garotos de 14 anos com as diferenças entre o estilo de vida do jovem adventista e do jovem não adventista, para, ao invés de incentivá-los a mudar, afastá-los do Clube e de Deus. Para isso, sugerimos as seguintes atividades para ensinar esse requisito, retiradas do Manual da Classe:

Reúna sua classe e num debate:

  1. Identifique os contatos comuns do dia-a-dia de um adolescente. Por exemplo: família, amigos e vizinhos, motorista do ônibus, vendedor de lojas, professores, etc.
  2. Discuta as diferenças entre você e os amigos e colegas não adventistas. Por exemplo: alimentos, entretenimento, recreação, sábado, etc.
  3. Defina se você acha que estas diferenças tornam impossível estabelecer uma amizade. (Resposta: Não). Você pode estabelecer uma amizade conversando sobre as coisas que vocês têm em comum, por exemplo, as atividades da escola, interesses, desbravadores, jogos, esportes, etc. Ou, pode usar as diferenças como um ponto interessante da conversa, sem pregar! Por exemplo, porque escolhemos um estilo de vida que exclui o fumo, as bebidas alcoólicas, as drogas, esportes no sábado e etc.
  4. Uma amizade também pode ser formada simplesmente por se estar consciente da presença de outra pessoa, por exemplo, dizendo “oi”, ajudando sempre que possível, sendo cortês e educado, etc. Mesmo que a amizade não se forme, você terá dado uma boa impressão sobre si mesmo, sobre sua escola ou igreja.
  5. Converse sobre o poder da influência: como você pode influenciar os outros? Como os outros influenciam você? Lembre-se que, como nossa natureza humana tem uma tendência para o mal, é mais fácil que as pessoas sejam influenciadas a fazer o que é errado do que a seguir Jesus. O adolescente cristão precisa estar separado da multidão, mas não isolado. Comprometer princípios de comportamento ou convicção só para fazer amigos não é bom, mas o isolamento também não é aceitável.
“O verdadeiro cristão não escolhe a companhia dos não cristãos por amor da atmosfera que cerca as vidas sem religião, nem para inspirar admiração ou aplauso… a amizade com os não cristãos não nos fará mal se nos juntarmos a eles com o propósito de os ligar a Deus, e se formos fortes o suficiente para não sermos influenciados por eles”. 5T, p. 112, 113. Leia o capítulo “Em contato com os outros“, do livro A ciência do bom viver, de Ellen White, p. 483-496. Anote os principais temas sobre o ministério do relacionamento interpessoal e ensine esses princípios aos seus desbravadores. Por último, imprima as imagens a seguir (clique para ampliar) [ou clique AQUI para download] e entregue para os seus desbravadores cumprirem as tarefas.

  


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *