Regras para uma caminhada

Escape - trekking

As caminhadas ao ar livre estão entre as atividades mais divertidas feitas no Clube de Desbravadores.

Mas  pra que essas caminhadas sejam o mais prazerosas possível, precisamos observar algumas coisas, tanto na organização/preparação da caminhada quanto durante ela. Não prestar a devida atenção a alguns desses pontos podem tornam a caminhada mais desgastante, menos divertida, até mesmo num desastre.

O primeiro post que recomendamos a leitura para quem vai organizar a caminhada é das Dicas para caminhar com crianças, que apresenta dicas e sugestões para que as crianças tenham mais prazer em fazer caminhadas, aprendam a interagir com a natureza e queiram muito mais. Esse post também apresenta sugestões de equipamentos necessários para uma caminhada. Quais deles você realmente vai levar vai depender do tipo de caminhada que você quer fazer.

No post Caminhada com pernoite, para a classe de Excursionista, temos algumas dicas importantes para quem está organizando a caminhada, bem como orientações interessantes para o cumprimento do requisito de Excursionista. Uma recomendação deste post que é válida para todas as caminhadas é a seguinte:

Tudo o que for ser usado na caminhada precisa estar na mochila. Ainda que tenha um carro de suporte acompanhado o grupo, o ideal é que não carregue nada de ninguém, a não ser itens de primeiros socorros e reserva de água e alimentos“.

O post Os 10 erros mais frequentes dos excursionistas apresenta alguns pontos práticos que devem ser observados antes da caminhada e durante ela. Os pontos anteriores à caminhada são o vestuário e o calçado, que se não forem escolhidos adequadamente podem trazer prejuízos à atividade. E os pontos que devem ser observados durante a caminhada (mas é interessante passá-los anteriormente para quem vai caminhar) são tamanho da passada, forma da pisada, posicionamento dos braços, cotovelo e cabeça, postura, hidratação e frequência com que se pratica caminhada.

Trilha da Capivara

Todos os direitos reservados a Brasília faz 50 anos.

Pesquisando recentemente, encontrei no site Webventure um bom texto com dicas essenciais ao sucesso da sua caminhada. Segue abaixo o texto Regras para a caminhada na mata não virar pesadelo.

“Polícia resgata grupo na selva”; “Salvos pelo celular”; “Grupo passa a noite perdido na mata”. Essas manchetes já estão virando rotina quando você abre o jornal ou liga a TV, geralmente depois de um fim de semana. No domingo passado, foi a vez de um grupo de crianças e adolescentes com idade entre 7 a 17 anos se embrenhar na Serra da Cantareira, se perder e mobilizar a polícia para o resgate concluído um dia depois.

Felizmente, nada aconteceu ao grupo e eles acabaram rindo da “aventura” vivida, do medo de serem picados por uma cobra e do improviso de dormir sobre folhas e se alimentar de “coquinhos”… Por outro lado, 70 homens contando entre bombeiros, polícia militar e mateiros foram destacados para trazer a turma de volta à civilização e à segurança.

“Essas situações de pessoas perdidas na mata são cada vez mais freqüentes”, admite o tenente Valdir Pavão, bombeiro especialista em resgate. “É normal que a incidência cresça porque a prática de atividades outdoor está vivendo um boom. Mas muitos dos que se aventuram estão despreparados. As situações em que se envolvem são totalmente previsíveis, um planejamento básico evitaria tudo isso”.

Webventure traz quais são as regras básicas, contando com as dicas de Pavão, que podem evitar que uma simples caminhada numa tarde se transforme em pesadelo. Veja quais são:

  1. Conhecimento
    •  Nunca faça uma caminhada sem conhecer muito bem a região – e não vá além do trecho que conhece! Caso não esteja familiarizado com o local, vá acompanhado de um guia. Em ambos os casos ande apenas pela trilha, inclusive para evitar degradar o local. E escolha uma caminhada compatível com seu preparo físico.
  2. O clima
    • Esteja atento à previsão do tempo para aquele dia e de qualquer forma leve um agasalho e, se possível, capa de chuva. Previna-se contra eventuais mudanças climáticas e lembre-se de que, no caso de a caminhada se estender por mais tempo do que o planejado, as noites na mata costumam ser frias, não importa qual seja a estação do ano.
  3. Vestimenta adequada
    • Na mata, dê preferência para calça e manga comprida para se proteger. Não se esqueça de cobrir a cabeça em dia de sol.
  4. Comida e água sempre!
    • Não importa que a sua caminhada vá durar apenas duas horas ou uma tarde. Imprevistos podem acontecer e esta duração ser aumentada. Leve alguma comida (barrinhas de cereais, sanduíche, frutas) e água mineral. A água é fundamental para evitar a desidratação – não conte apenas com bicas pelo caminho e cuidado para não tomar água não-purificada!
  5. Avise alguém sobre os seus planos
    • Deixe sempre alguém ciente de onde você vai iniciar a caminhada e aonde quer chegar e também da duração estimada desta atividade. Assim, se acontecer algo, esta pessoa vai perceber a demora e acionar as autoridades. Levar celular – com a bateria devidamente carregada! – também é importante. “Hoje se tem sinal de celular em praticamente toda a Serra do Mar, por exemplo”, lembra Pavão.

Um dos pontos recorrentes em alguns desses posts foi a escolha do calçado adequado. Veja aqui algumas dicas para escolher o calçado adequado para suas trilhas e acampamentos.

Seguindo essas dicas no planejamento da caminhada, na preparação para a atividade e durante sua execução, as caminhadas do seu Clube serão cada vez mais agradáveis e produtivas. Se você tem alguma regra de caminhada que não está em nenhum dos posts, nos deixe um comentário.

1- Mateus

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *