Reflexos…

“As lições aprendidas, os hábitos formados durante os anos da infância, têm mais que ver com o caráter e a direção da vida do que todas as instruções e educação dos anos posteriores” – EGW – A Ciência do Bom Viver – VI “O Lar”, pag. 380.

©Quino

Quando lidamos com crianças, na idade de desbravadores, temos em mãos uma matéria que de alguma forma já foi moldada pelos anos de existência que ele já possui. O ambiente familiar e escolar já criou nela uma cosmovisão de mundo que dificulta, na maioria das vezes, o trabalho do Conselheiro ou Diretor.

Mas não devemos desanimar. Ainda há espaço para dar-lhes algo de bom. Lembro-me de que quando dirigia Clubes, na década de 1990, poucos deles tinham acesso a tanta informação como temos hoje. Mesmo assim, podíamos ver em cada um deles uma cópia dos seus pais. Lembro-me de desbravadores arrogantes, cópia do pai; outros “fofoqueiros”, cópia materna. Lembro-me de alguns bem pouco interessados nas classes bíblicas, apenas um reflexo dos pais na igreja.

Reflexos …

Por isso a importância do Clube trabalhar em sintonia e parceria com os pais. Parceria é uma palavra bem importante. Uma vez, estava em uma reunião de pais, na cidade de Tupã/SP. Já atuava como coordenador dos desbravadores da Paulista Oeste. Estávamos fundando o Clube Monte Castelo. Num determinado momento um pai me procurou e me disse: “Graças a Deus que vocês vão trabalhar com meu filho, pois eu não aguento mais!”. Por alguns instantes eu precisei me controlar para não responder: “Um momento, somos um clube de desbravadores, não um reformatório ….”. Me controlei e não disse isso, mas lembro-me de ter dito: “Veja, nós precisamos de sua ajuda. Nós tentaremos ensina-lo a ser um bom filho, um bom cidadão, um adolescente temente a Deus, mas você também precisa nos ajudar”.

O que se aprende em 2 ou 3 horas semanais de clube nunca farão frente a horas e horas de desleixo familiar, ou horas a fio de televisão e internet …

O que os pais estão ensinando aos filhos? Você deve perguntar-lhes nas reuniões de pais! Nós não consertamos pessoas, apenas damos a elas algo em que pensar e talvez uma pequena contribuição na construção do seu caráter. É essencial que você fale isso aos pais, que você pregue isso na igreja, que você cobre isso cada vez que tiver oportunidade.

De qualquer forma, o que é retratado nessa tirinha é um padrão do mundo. O mundo reflete isso. Nós, como cristãos, refletimos exatamente o oposto. Qual é nossa parte? Conquistar a confiança dos meninos e meninas que vêm em nossas mãos e chamar os pais para sua responsabilidade.

Que cada dia, saibamos refletir em Cristo … esse sim um excelente reflexo!

Pr. Harley Souza Costa Burigatto
Pastor Distrital em Naviraí/MS
Líder Master Avançado


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *