E o mundo não acabou…

O fim do mundo estava marcado para ontem. Bem, você está lendo esse post agora, então é obvio que o mundo não acabou. Brincadeiras à parte, gostaríamos que parássemos um tempinho para pensar no que tudo isso significa e por que isso acontece. Quero ressaltar que não tenho as respostas, são só conjecturas, mas fazem muito sentido.

No fundo, no fundo as pessoas acreditam no sobrenatural. De uma forma ou de outra mesmo as pessoas que não acreditam em Deus ou rejeitam a religião acreditam em algo superior ou metafísico. Isso é sinal do vazio que existe em nosso ser que só pode ser preenchido por Deus. O desespero em ver um mundo em colapso faz com que todos sonhem com um rompimento dessa ordem mundial e a transformação em algo melhor. As pessoas querem uma esperança, na verdade, precisam de uma esperança. Quem não tem perde a motivação para viver, isso é fato.

O fim do mundo seria o fim do sofrimento. Aí se pode associar várias outras crenças como os extraterrestres, reencarnação ou refúgios nos quais será possível sobreviver ao fim. Fácil notar que não há sentido algum nessas teorias.

Podemos pensar que essas pessoas que criam nessas profecias são apenas loucos, mas são muito mais que isso, são agentes do demônio. E isso ocorre porque quanto mais falsas profecias houverem, mais difícil será para as pessoas acreditarem na verdadeira. O tema “o fim do mundo” vira piadinha televisiva, post em blog de humor e assunto de mesa de bar. Qualquer que seja a hipótese é contrária à solenidade que o assunto deve ser tratado.

A Bíblia é bem clara em dizer que não é possível saber nem o dia nem a hora da volta de Jesus (Mateus 25:13). Não haveriam pessoas enganadas se a Bíblia fosse pesquisada com afinco. Não foram muitos que realmente acreditavam que o mundo acabaria ontem, mas no futuro haverão falsos ensinos e sinais que serão realistas o suficiente para enganar até os escolhidos (Marcos 13:22). O pior é que cair em um engano desse tipo não vai significar apenas a zoação dos amigos na segunda-feira, e sim a perdição eterna.

Existe um único meio para não ser enganado: o estudo diligente da Bíblia. Só através da Bíblia é que podemos conhecer a vontade de Deus. É bom estudar livros religiosos? Sim, é, mas tudo tem que ser comparado exaustivamente com a Bíblia e se houver uma mínima discordância que seja, o destino deste livro deve ser o lixo!

O mesmo deve acontecer com os ensinos de pastores e pregadores, se não estiverem totalmente fundamentados na Bíblia não merecem crédito. Cada vez que você ouvir uma novidade é necessário estudar a Bíblia por si mesmo e em oração pedir a Deus que te mostre a verdade. Não é porque fazemos parte de uma denominação religiosa que estamos seguros, só há um meio de estar seguro (2 Crônicas 20:20). Repito, nada substitui o estudo diário da Palavra de Deus!!!

O verdadeiro preparo para os eventos finais está na fidelidade em buscar o verdadeiro conhecimento das escrituras. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *