Diário da criação, para a classe de Companheiro

Na seção de Estudo da Natureza da classe de companheiro, requisito 3, temos o seguinte: “Recapitular o estudo da criação e fazer um diário, por sete dias, registrando suas observações do que foi criado em cada dia correspondente”.

O estudo da criação é fascinante, entender a origem do nosso planeta e da nossa existência, o carinho do Criador. Para que possamos aprofundar esse tema com os nossos desbravadores e deixar o estudo da classe ainda mais completo, confiram os materiais a seguir.

No Manual da Classe de Companheiro temos uma excelente descrição do requisito, além de dicas e sugestões para se fazer em cada dia, para ajudar os desbravadores a fixarem bem a história bíblica e entenderem mais completamente a maravilhosa criação de Deus. Confiram:

O objetivo desse requisito é inculcar nos juvenis uma sólida convicção de que Jesus foi e é o Criador de todas as coisas, e de que a história da Criação, encontrada em Gênesis, é essencial para a compreensão do plano da salvação. A doutrina do sábado, o descanso no sétimo dia, está intrinsecamente ligada à história da criação. Os juvenis que completarem este requisito devem ter uma compreensão da relação entre a criação e o sábado, em termos do plano da salvação.

A história de como as coisas tiveram início no Éden é, provavelmente, a mais magnífica e extraordinária história jamais contada, igualada apenas pela história de como Jesus veio salvar aqueles que havia criado. Os juvenis devem ser levados a perceber a aventura e maravilha da história da criação. Ajude-os a ouvir e ver o que pode ter acontecido. Depois, certifique-se de que eles entenderam que não podemos nem imaginar a perfeição e maravilha da criação.

Fale com eles sobre como podem ter sido cada um dos dias da semana da criação. Como era o planeta antes do primeiro dia? Fale sobre as trevas – escuridão completa sem qualquer fonte de luz, como a conhecemos; era como estar numa caverna com todas as luzes e lanternas apagadas – isso é escuridão! De onde veio a luz no primeiro dia da Criação?

Fale a eles sobre a chegada de Jesus, a Luz do Mundo, no primeiro dia. Onde Jesus está não pode haver trevas. Alguns dos juvenis que desejam ser Companheiros podem ainda ter medo do escuro. Fale a eles sobre Jesus e como Ele cuida de nós quando estamos no escuro.

Por que Jesus criou o mundo? Houve uma ordem lógica na maneira como ele criou o mundo? Como eram os animais, pássaros, insetos, flores, árvores, nuvens, enfim, como era tudo naquele tempo?

Como Jesus criou o mundo e tudo que há nele? De que maneira Seu poder criativo tem a ver comigo e com você? Estamos além do poder do Criador do universo inteiro? É claro que não, mas alguns juvenis acham que Deus está muito ocupado para preocupar-Se com eles, ou que eles não são bons o suficiente para merecerem Sua atenção. Então, conte-lhes detalhadamente como Deus criou tudo na Terra. Sabendo perfeitamente que o pecado iria chegar e estragar tudo, mesmo assim Ele tomou todas as precauções para criar tudo perfeito aqui na Terra, em cada detalhe! Pense nisso!

Sugestões

a) Peça a um desbravador para relatar a história da criação como testemunho do poder criador de Jesus, não apenas no mundo, mas também em sua vida. Planeje para que este testemunho seja algo especial. Pode ser apresentado na Igreja, ou na escola sabatina. Mas, talvez a forma mais significativa de contar a história seria falar sobre ela ao redor de uma fogueira, num acampamento, sob um céu estrelado ou na beira da praia, com as ondas batendo na areia, demonstrando o poder do Criador.

b) Para tornar a semana da criação mais expressiva, peça ao desbravador que faça um diário durante uma semana, como exigido no requisito, relatando cada dia os fenômenos naturais que observa, ouve ou experimenta de alguma forma, e que ilustram cada dia da criação. Tente fazer com que os desbravadores comecem seus diários no domingo, para que o ápice da experiência seja no sábado. Uma forma maravilhosa de melhorar esse requisito seria se várias experiências pudessem ser planejadas para durante a semana, de forma que os juvenis aprendessem o significado daquele dia na semana da criação. Por exemplo:

Primeiro dia: tomar nota de todas as fontes de luz que você puder encontrar. Quantas delas são naturais, ocorrendo sem ajuda do homem? Quantas delas estavam presentes no primeiro dia da criação? Se possível, faça um passeio até uma caverna e apague todas as luzes, para que os juvenis possam experimentar a intensidade da escuridão, na ausência total de luz.

Segundo dia: fazer um quadro do tempo, anotando a temperatura, a direção do vento, a velocidade do mesmo, e qualquer precipitação. Um modelo desse quadro pode ser baixado AQUI, também usado para a especialidade de climatologia. Se possível, visitar uma estação meteorológica ou algo semelhante. Tomar nota das várias formas de poluição que são observadas na água e/ou ar naquele dia.

Terceiro dia: conscientizar-se da época do ano, e o estado em que estão várias plantas (de acordo com as estações). Os juvenis podem recolher algumas folhas de várias árvores, identificá-las e secarem-nas para colocar em seus cadernos; ou podem fazer o mesmo com flores encontradas neste dia. Se possível, visitar uma estufa de plantas, ou jardim botânico e anotar as muitas variedades de plantas. Falar com um jardineiro, paisagista ou fazendeiro para ter alguma idéia dos vários requisitos necessários para que as plantas cresçam de maneira saudável. Se você mora em algum lugar onde há fontes de água, note que também há plantas aquáticas onde não há terra seca.

Quarto dia: salientar a presença da estrela que nos dá luz durante o dia, e falar sobre o estado da lua neste dia (por exemplo: lua nova, crescente, cheia, minguante). Peça para os desbravadores olharem para as estrelas, e peça-lhes para tentarem contá-las. Seria muito bom se pudesse levá-los a um planetário para que tivessem uma visão melhor das funções do sol, lua e estrelas. Observar, durante este dia, os efeitos do sol e/ou lua (por exemplo: marés, bronzeamento, evaporação da água, crescimento de plantas, e outros).

Quinto dia: fazer uma lista de pássaros observados, e ver quantos deles os juvenis são capazes de identificar. Ver também quantos eles são capazes de identificar pelo som. Você pode montar um comedouro de pássaros (veja AQUI), visitar um local onde haja um comedouro, ou visitar um aviário. Anotar o que for visto. Além de identificar as aves, peça para os juvenis fazerem anotações sobre o que as mesmas estão fazendo, e dar possíveis razões para o comportamento das aves. Seria bom também observar peixes, seja em aquário público, particular, ou até mesmo numa loja de animais. Fazer relatório das observações.

Sexto dia: este é um dia especial para observar e relatar a semana da criação. Não apenas todos os animais selvagens, domésticos e que se arrastam foram criados, mas também Adão e Eva. Você pode pedir aos juvenis para dividir suas observações deste dia em duas partes: (1) animais, e (2) coisas interessantes que as pessoas fazem. Determinar se as coisas observadas nestes dois grupos diferentes ão iguais ou semelhantes ao que tanto animais como pessoas teriam feito no sexto dia da criação.

Sétimo dia: como este dia foi separado, depois que Jesus terminou de criar o mundo, para que Seu povo lembrasse dEle e o quanto Ele os ama, tentar observar as maravilhas naturais que vê, e que ilustram o cuidado de Jesus por Suas criaturas. Pode ser uma mamãe gata limpando seus gatinhos, um pássaro construindo um ninho, um arco-íris, a sombra de uma árvore; pode ser uma infinidade de coisas. Certificar-se de que as observações feitas neste dia sejam especiais; tentar extrair mensagens do amor de Jesus por todos nós, a partir destas observações.

Nada melhor do que um recurso audiovisual para que consigamos assimilar melhor a mensagem. Se para nós é assim, imagine para crianças de 11 anos! rs. Por isso, deem uma olhada no vídeo abaixo, uma excelente edição ao som de Cid Moreira, narrando o capítulo 1 de Gênesis. Se preferir, pode baixá-lo AQUI.

Para que possamos fazer o diário da criação, para concluir completamente o requisito, você pode baixar AQUI um diário (versão feminina), AQUI para uma versão masculina, e AQUI para um guia que utilizamos no nosso Clube.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *