Dia mundial do desbravador 2017 – ideias para o JA

Esse ano nosso programa da tarde será intercalado entre quatro cenas e as demais partes do programa. Mescle o programa com louvor, dinâmica, mensagem musical e mensagem final. Caso tenha algum desbravador para receber especialidades ou lenço, ao final do programa pode-se fazer a cerimônia. A ideia é termos um programa rápido e dinâmico, não estendendo mais do que uma hora de programação.

O cenário da peça será basicamente uma sala de uma casa, não precisa ser algo muito elaborado. Um sofá ou poltronas e um tapete já ajudam a criar a cara do ambiente.

 

 

 

 

 

 

 

 

CENA 01 | Cena acontece na sala de uma casa. Pedro está correndo de um lado para o outro se arrumando e calçando o sapato enquanto o narrador fala.

Narrador: Pedro é um adolescente de 14 anos e é bastante elétrico, cheio de energia e motivação. Quando chega em algum lugar todos logo notam sua presença e entusiasmo. Pedro é membro da Igreja Adventista do bairro Promento, sua igreja não é muito grande e praticamente não tem outros jovens da sua idade.

Pedro: Mãe, estou indo jogar bola com o Túlio.

Mãe: Tudo bem, filho, mas não fique até muito tarde, quero você de volta em casa às 17h30min.

Pedro: Tá bom, mãe.

Pedro sai com uma bola embaixo do braço e com roupa de futebol.

Cena acontece com Pedro e seu amigo em outra parte do cenário.

Túlio: E aí, Pedro, tudo certo?

Pedro: Tudo certo, brother.

Túlio: Olha só essa música nova que eu baixei aqui no meu celular, esse funk é muito da hora.

Pedro: Nossa, a batida é muito legal e a letra é fácil. [Com um fone de ouvido].

Túlio: Sem falar que faz maior sucesso com as gatinhas [dá uma risadinha maliciosa]. Você tem que ir na festa da Valentina no próximo sábado, vai ser muito da hora.

Pedro: Sábado eu não posso, eu tenho compromisso na igreja.

Túlio: Igreja, Pedro? Larga disso meu. Que coisa mais chata esse lance de igreja, sem falar que eu acho que a Alice está muito afim de você.

Pedro: A Alice? Será? Nossa! ela é muito gatinha.

Túlio: Tá vendo meu? Muito melhor que esse papo de igreja, vamos lá na festa, vai ser muito da hora.

Pedro: Vou pensar, tenho que falar com meus pais.

Túlio: Vê se não me enrola, eu vou esperar você lá. Agora vamos que a galera já está chegando para o futebol.

O dois saem de cena.

Narrador: Pedro ficou bem balançado com o convite do amigo, ele estava acostumado a ir à igreja todos os sábados, mas de fato lá era meio chato, não tinha ninguém da sua idade para conversar e o sermão sempre demorava muito para acabar.

__________FIM DA CENA 01__________

CENA 02 | Cena acontece na sala de casa

Pai: Pedro, meu filho, vamos fazer o culto.

Pedro: Agora não pai, tenho um monte de coisa para fazer.

Mãe: O que é isso Pedro? Primeiro vem as coisas de Deus, depois fazemos o resto.

Pedro: Esse negócio de culto todo dia… [resmungando].

Narrador: A família fazia o culto daquela manhã, mas Pedro não estava nem um pouco feliz de estar ali, porém, permaneceu durante todo o culto, emburrado…

Fim do culto, todos saem, ficando só o pai e a mãe na sala

Pai: Meu bem, você percebeu como o Pedro tem andado desanimado?

Mãe: Ia falar a mesma coisa, não é de hoje que eu tenho notado isso. Ele sempre gostou de participar na igreja e ultimamente tem ficado cada vez mais desanimado. Até pedir para ir em festas no sábado ele tem pedido.

Pai: Acho que preciso ter um conversa com ele para ver o que está acontecendo.

Pai e mãe saem de cena.

Em outra parte do cenário.

Pedro: Ô Marcão, beleza cara?

Marcos: Beleza Pedro. Mano, tu perdeu o festão na casa da Valentina no sábado, foi muito bom.

Pedro: É, o Túlio falou que foi mó da hora.

Marcos: Você não imagina quem perguntou de você na festa?

Pedro: Quem?

Marcos: A Alice. Cara, ela tá muito na sua.

Pedro: Será, Marcão? Não acredito que eu perdi essa.

Marcos: Fica marcando bobeira não, na próxima vê se aparece. Mas deixa eu te mostrar outra coisa, olha essa parada que eu descolei para nós experimentarmos, é mô viagem.

Pedro: Marcos, o que é isso?

Marcos: Relaxa, Pedro, é só um comprimido que a galera usou na festa, eu consegui mais alguns e como você não foi eu trouxe para você experimentar.

Pedro pega um dos comprimidos e os dois saem de cena.

__________FIM DA CENA 02__________

CENA 03 | Cena acontece na sala de casa.

Pai: Estou muito preocupado com o Pedro, ele não tem mais lido a bíblia e a lição, não quer participar de mais nada na igreja e cada vez que perguntamos alguma coisa ele já está reclamando.

Mãe: Tenho percebido que ele anda muito diferente, só quer saber dos amigos e outro dia ele me reclamou que na igreja não tem ninguém da idade dele, o que ele vai fazer lá?

Pai: Mas sabia que eu estava conversando com o irmão João semana passada e ele disse que o Henrique também anda muito disperso da igreja? Temos que fazer alguma coisa.

Mãe: Você não se lembra no nosso tempo de adolescência qual era a atividade que unia toda a nossa turma?

Pai: O Clube de Desbravadores.

Mãe: Exatamente.

Pai: Nunca tinha me dado conta que nossa igreja não tem nada para esses jovens fazerem.

Mãe: Eu tenho reparado nisso há algum tempo, tem dias que queria ter falado com você sobre isso.

Pai: Mas abrir um Clube dá tanto trabalho, ainda mais se não tivermos o apoio da igreja.

Mãe: A igreja precisa apoiar esses ministérios, eles são muito importantes dentro da igreja.

Pai: Vou ligar para o pastor e falar com ele para colocarmos na pauta da próxima comissão a criação de um Clube de Desbravadores em nossa igreja.

Mãe: Muito bem, querido, é assim que se fala, vamos levar esse assunto para a comissão, vamos orar bastante que Deus certamente conduzirá tudo da melhor forma possível.

Narrador: Os pais de Pedro ficaram empolgados com a abertura de um Clube de Desbravadores. Os dois já haviam sido desbravadores quando mais novos e até aquele dia não tinham dado importância para um Clube ser criado em sua igreja. Na comissão seguinte, após algumas ponderações, ficou aprovada a criação do Clube de Desbravadores e Mauro (pai de Pedro) seria o diretor.

__________FIM DA CENA 03__________

CENA 04 | Cena acontece na sala de casa.

Mauro: Pedro, meu filho, vem aqui.

Pedro: Oi, pai

Mauro: Nós vamos começar um Clube de Desbravadores na igreja e queremos na nossa primeira reunião promover uma gincana bem legal com várias brincadeiras, além de fazermos algumas especialidades.

Pedro: Que legal, pai, eu já quis participar dos desbravadores, mas como em nossa igreja nunca teve… Sempre quis ir para os acampamentos e camporis.

Mauro: O mais legal, filho, é que você pode convidar todos os seus amigos para virem participar, quem sabe eles não se animam para fazerem parte do Clube.

Pedro: Que excelente ideia, pai! Vou encontrar o Túlio e o Marcos agora à tarde e ai já vou convidá-los.

Mauro: Blz, filhão!

Em outra parte do cenário.

Pedro: E ai, galera, tudo bem?

Marcos: Fala, Pedrão, vamos jogar bola hoje?

Pedro: Vamos com certeza. Mas deixa eu fazer um convite para vocês. No próximo domingo vamos começar as atividades do Clube de Desbravadores.

Túlio: Clube de quê?

Pedro: Desbravadores.

Marcos: O que é isso Pedro?

Pedro: É um clube para jovens de 10 a 15 anos onde fazemos diversas atividades, participamos de acampamentos, fazemos caminhadas, aprendemos algumas habilidades novas. É algo bem legal mesmo e queria que vocês fossem comigo.

Túlio: Vocês fazem acampamento?

Pedro: Muitos acampamentos. Lá fazemos fogueiras, trilhas; tem umas atividades bem legais como exploração de cavernas, rapel e o desenvolvimento de habilidades como futebol.

Túlio: Até futebol? Que da hora.

Pedro: A cada cinco anos acontece um encontro sul-americano de desbravadores, no último foram mais de 30 mil adolescentes reunidos em Barretos, todos acampados durante cinco dias.

Marcos: Parece ser bem legal, que horas vai ser esse encontro domingo?

Pedro: Será às 9h00min, lá na escola Dom Augusto.

Túlio: Fechou, Pedrão, eu vou.

Marcos: Eu também!

Pedro: Podem chamar a turma toda para ir, certamente vocês irão se divertir.

Todos saem de cena.

Narrador: Hoje a igreja de Promento tem um Clube de Desbravadores e a igreja tem muitos jovens e adolescentes que vieram à igreja por influência do Clube de Desbravadores. O Clube de desbravadores é um ministério que restaura e resgata vidas. Este Clube está bem fundamentado sobre a Rocha, que é Jesus.

__________FIM DA CENA 04__________

MENSAGEM FINAL | O Clube de Desbravadores é um ministério que nasceu no coração de Deus, hoje o ideal seria que cada igreja tivesse um Clube para atender os seus adolescentes e também os da comunidade. Sabemos que por meio do Clube de Desbravadores muitas almas podem ser trazidas para Cristo e a vida dos nossos jovens restaurada.

O Clube ajuda a criar laços de relacionamento, amizade e fortalecimento espiritual. Como na nossa história de hoje, vimos que Pedro, apesar de ser um garoto cristão, vinha sofrendo as influências dos amigos para participar de outras atividades e para experimentar coisas ilícitas. E a falta de vínculo com a igreja pode levar muitos adolescentes a buscarem fora da igreja aquilo que eles não encontram aqui dentro.

Mas atitudes responsáveis e de entusiasmo podem fazer com que jovens sejam resgatados e aqueles que estavam fracos restaurados. Você, pai e mãe, que tem seu filho na faixa etária de 10 a 15 anos não deixe de buscar um Clube de Desbravadores. Certamente seu filho viverá experiências que mudarão a sua vida. E se você não tem filhos nessa idade, apoie o Clube de sua igreja. Existem diversas formas de contribuir. Procure a diretoria do Clube de Desbravadores e coloque-se à disposição.

Não se esqueçam de compartilhar essa sugestão com os seus amigos e de enviar as fotos do programa, ok?!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 thoughts on “Dia mundial do desbravador 2017 – ideias para o JA

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *