Dez anos

“Eis que venho em breve! A minha recompensa está comigo, e Eu retribuirei a cada um de acordo com o que fez”. Apocalipse 22:12 
Amanhã completam dez anos desde o ataque ao World Trade Center nos Estados Unidos. Não iria fazer um post falando sobre isso. Não escrevi sobre o aniversário de 66 anos do bombardeio a Hiroshima no início do mês passado, então não iria fazer sobre esse desastre também. 


Mas ontem na aula o professor perguntou para cada aluno quantos anos tinha no dia 11 de setembro de 2001 e se lembrávamos o que estávamos fazendo. Nesse momento me dei conta que alguns dos nossos desbravadores talvez nem tivessem nascido, ou ainda eram bebês de colo. Assim como alguns de nós ainda não tínhamos nascido quando a primeira bomba nuclear foi detonada.

Nossos meninos e meninas estão crescendo em um mundo onde são feitas revistas mais minuciosas para entrar em um avião do que em um presídio, assim como muitos de nós crescemos em uma época em que vivia-se sob o suspense de pensar que uma cidade poderia ser varrida do mapa em questão de segundos.

Não está melhorando. Na verdade só vai piorar! Aqui no Centro-Oeste a maior seca dos últimos anos. No Sul a maior enchente das últimas décadas. Guerras para todo o lado. Desastres naturais ocorrendo a todo tempo. E alguns ainda dizem que sempre foi assim e que não tem nada de diferente, não podemos interpretar isso como sinais da volta de Jesus.

Não, não foi sempre assim! Esse é o maior engano de Satanás. Sabe, essa semana o Alberto acompanhou um transplante de córnea. Uma pessoa que não enxerga pode voltar a ver com um transplante desses. Mas para essas pessoas que não querem enxergar os sinais da vinda de Cristo, um transplante de córnea não resolve. Só um transplante de coração. Deus precisa tirar o coração de pedra e colocar um de carne, nos conceder um espírito inabalável.

Eu não queria estar mais aqui nessa Terra quando fizesse vinte anos do atentado às Torres Gêmeas. E você? Quero estar em um lugar onde não precisaremos nos preocupar com aviões entrando na janela do escritório, ou enchentes ou incêndios causados por causa do clima de deserto. Só há uma esperança: quando Jesus voltar pela segunda vez Ele transformará tudo e toda tristeza irá ter fim. Eu quero que isso aconteça o mais rápido possível, para isso vou cumprir fielmente a parte que me corresponde, custe o que custar. E você o que irá fazer?


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *