Archives

Faça você mesmo: transforme seu smartphone em um microscópio caseiro

Um dos instrumentos mais interessantes para se estudar a natureza é, sem dúvidas, o microscópio. Com ele é possível obter imagens ampliadas de objetos de dimensões muito pequenas.

Imagine, por exemplo, conseguir observar um grão de areia em alta resolução?

sand-grains-under-microscope-gary-greenberg-1-838x756

Ou ver o que é aquele “pozinho” das asas das borboletas?

Escama asa borboleta

Ou ainda enxergar vários micro-organismos presentes em uma única gota d’água?

Microscopic Life In Single Drop Of Pond Water

Com ele é possível observar tudo isso e muitas outras coisas!

No nosso manual de especialidade temos uma especialidade em que o microscópio é necessário e outras duas nas quais ele pode ser usado no cumprimento de algum requisito, são as seguintes:

  1. Areia
    • 7. Examinar 5 diferentes tipos de areia com lentes de aumento e observar as várias características.
  2. Mariposas e borboletas
    • 4. O que é o pó colorido que fica grudado nas mãos ao pegar nas asas de uma borboleta ou mariposa? Examinar o pó da asa de uma borboleta ou mariposa com lentes de aumento e descrever o que foi observado.
  3. Microscopia
    • 4. Saber como calcular a ampliação em um microscópio ótico composto. Calcular a ampliação do microscópio que você está usando para esta especialidade.
    • 6. Coletar amostras de água (de lagoas, riachos, rios, lagos, poças), prepará-las corretamente e procurar micro-organismos usando um microscópio com, pelo menos 100x de ampliação. Desenhe 5 desses organismos com o máximo de precisão possível. No desenho rotular as estruturas identificadas (incluindo a ampliação usada).

O microscópio que aprenderemos a fazer neste post foi criado por Kenji Yoshino, aluno de pós-graduação da Universidade Grinnell, cuja intenção não era ganhar dinheiro, mas deixar a ciência mais acessível e trazer uma alternativa aos microscópios caros. Com esta invenção, você consegue uma ampliação de 175 vezes, além de tirar fotos e até filmar. É um microscópio simples de fazer e barato, à exceção do smartphone.

Aqui estão os materiais necessários para fazer seu microscópio:

  • 3 parafusos de 4 ½” x 5/16”
  • 9 porcas de 5/16”
  • 2 porcas de orelhas de 5/16” (porca “borboleta”)
  • 5 arruelas de 5/16”
  • 1 plataforma de madeira para a base de 2 cm x 18 cm x 18 cm
  • 1 plataforma de acrílico para o celular de 0,3 cm x 18 cm x 18 cm
  • 1 plataforma de acrílico para os objetos de 0,3 cm x 7,6 cm x 18 cm
  • 1 Lente de laser de caneta (ou duas lentes, se quiser aumentar a ampliação)
  • Lanterna ou LED (necessário para visualizar amostras de contraluz)

microscopio-smartphone-ferramentas

E aqui, as ferramentas necessárias:

  • Broca para perfurar
  • Régua

microscopio-smartphone-ferramentas2

Agora vamos ao passo-a-passo para a construção:

  1. Separe a lente de um laser
    Compre um laser barato (aquele em forma de caneta, fácil de encontrar em lojas de 1,99) e o desmonte completamente, deixando separado apenas a lente do aparelho. Comece tirando as baterias e, para facilitar, use um lápis e alicate para retirar as demais peças. Deixe a lente separada – mais tarde, o lado translúcido da lente é o que ficará mais afastado da câmera.
  2. Marque a plataforma de madeira
    Na parte superior da plataforma de madeira compensada, meça 2cm da borda de cima e 2cm da borda lateral para marcar um ponto de cada lado onde as retas se encontram. É como se o ponto formasse um quadrado de 2cm de lado. Na parte inferior, marque um só ponto bem no meio da plataforma, também a 2cm de distância da borda.
  3. Alinhe a estrutura
    Serão duas plataformas transparentes de acrílico: uma para segurar a câmera e a outra para os objetos que serão analisados. Empilhe a plataforma que sustentará a câmera exatamente em cima da plataforma de madeira. Certifique-se que as pontas estão alinhadas. Em seguida, coloque a plataforma que sustentará os objetos em cima de tudo, deixando esta 2cm a frente das demais. Essa posição será útil para a próxima etapa.
  4. Perfure os pontos
    Já que as duas plataformas de cima são transparentes, use a marcação feita na plataforma de madeira para perfurar a parte superior das três de uma só vez. Depois, no centro da parte superior da plataforma de acrílico que sustentará o celular, perfure um pequeno compartimento para a lente (retirada do laser caneta), distante 2cm da borda superior. Encaixe-a no buraco. Em seguida, na parte superior da plataforma de madeira, faça um buraco maior, porém mais raso, para encaixar a lanterna (o tamanho deste compartimento vai depender do que você utilizará como fonte de luz). Atenção: a fonte de luz deve ficar alinhada com a lente, que por sua vez deve alinhar-se à câmera do celular.
  5. Aperte os parafusos
    Encaixe parafusos em cada um dos três buracos na plataforma de madeira. Fixe-os com porcas e arruelas (anilhas). Em seguida, encaixe porcas de orelha e mais arruelas nos dois parafusos da parte superior. Por cima, coloque a plataforma que sustentará os objetos, deixando um pouco distante da base. Coloque mais uma porca em cada um dos três parafusos e, finalmente, encaixe a plataforma de acrílico que sustentará o celular.
  6. Finalize e observe
    Coloque o objeto que deseja ser analisado na plataforma do meio e alinhe a câmera do smartphone com as lentes até conseguir foco.

microscopio-smartphone

Com o vídeo abaixo é possível visualizar o passo-a-passo da montagem descrita acima. Mesmo sendo em inglês, dá para compreender facilmente como se executa o projeto.

Monte o seu microscópio com smartphone e nos mande fotos do que conseguiu observar com ele.

Em breve faremos um post de como fazer um microscópio de baixo custo para quem não tem um smartphone.

Fonte: http://revistagalileu.globo.com/Tecnologia/Inovacao/noticia/2014/10/aprenda-como-transformar-seu-smartphone-em-um-microscopio-caseiro.html

1- Mateus

Faça você mesmo sua Luneta Astronômica de Galileu

Astronomia

No mês passado o Clube Bandeirantes acampou. E o céu do local era fantástico. No início da noite de sábado alguns amigos e eu estávamos observando as estrelas e então me lembrei de um artigo do site da revista Galileu que ensinava a fazer uma luneta astronômica, com materiais simples, de baixo custo e duas vezes mais potente que a luneta com que Galileu Galilei observou pela primeira vez as quatro maiores luas de Júpiter, o relevo da “nossa” Lua, as manchas solares e as fases de Vênus.

Na época de Galileu, por volta de 1600, construir esta simples luneta era uma tarefa complicada, que exigia uma grande engenhosidade. Mas hoje é possível montar uma ótima luneta com apenas R$60,00 e um pouco de dedicação.

O instrumento que você vai aprender a fazer aqui proporciona um aumento de quarenta vezes, que permite contemplar detalhes da superfície lunar, de aglomerados de estrela e até de planetas. Com uma técnica simples, também é possível construir um tripé, que fornece estabilidade e melhora muito a observação.

Para ter um aperitivo do que você vai poder enxergar com a sua luneta, Para ter uma ideia do que você vai poder enxergar, dê uma olhada nesta simulação interativa: ela mostra como o astrônomo via os objetos no céu noturno usando o instrumento. Ao passar a lente pelas principais descobertas, clique em cada uma delas e obtenha mais informações.

Agora vamos à montagem da luneta!

Luneta

Assista o vídeo abaixo para entender melhor o passo-a-passo da confecção da sua luneta.

Não deixe de nos contar como foi sua experiência de montagem e suas observações!

Adaptado das seguintes fontes:

http://revistagalileu.globo.com/Multimidia/Infograficos/noticia/2015/02/luneta.html

http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Espaco/noticia/2015/03/faca-voce-mesmo-luneta-de-galileu-por-apenas-r-50.html

1- Mateus

Faça você mesmo: protetor de vento para fogareiro

Protetor de vento 1Protetor de vento é uma barreira para que o vento não te atrapalhe quando estiver usando um fogareiro ou uma espiriteira. É um material muito útil e prático, principalmente em locais em que venta bastante. E a Carol Emboava, autora do blog Cozinha na Mochila, postou o projeto de um protetor de vento que ela encontrou num tópico do Mochileiros. Ele é bem simples de fazer e com um custo muito abaixo dos que são encontrados à venda no mercado.

Para fazer o seu você vai precisar dos seguintes materiais:

  • esteira de madeira
  • papel alumínio
  • cola em bastão
  • tesoura

Protetor de vento 2

Agora vamos à montagem:

  1. Coloque em seu fogareiro a panela que costuma usar e meça a distância do chão até metade da panela. Esse é o tamanho que deve ter o seu para-vento.
  2. Corte a esteira com uma tesoura ou estilete.
  3. Passe a cola na madeira, não deixando nenhuma tira sem cola e vá colando o papel alumínio.
    • Obs: Não cole muito esticado, ou o papel alumínio poderá rasgar na hora de enrolar o protetor de vento, fazendo com que você tenha que remendá-lo, deixando-o mais grosso e duro.
  4. Cole o papel alumínio dos dois lados da esteira, com o lado mais brilhante voltado pra fora. Deixe uma borda de 0,5 cm em toda a volta, passe cola e dobre, dando um acabamento e não deixando nenhuma parte da madeira exposta, para evitar que ela queime.

Protetor de vento 3

Se ficar curto (como nas fotos abaixo), você pode emendar outra esteira costurando e fazendo o acabamento com papel alumínio.

Protetor de vento 4      Protetor de vento 5 Protetor de vento 6      Protetor de vento 7

O ideal é que o comprimento fique como na imagem abaixo.

Protetor de vento 8

Agora você tem um protetor de vento para fogareiro leve, auto-portante e que pode ser enrolado para facilitar o transporte. E isso usando menos de R$ 10,00, caso você não tenha nenhum dos materiais.

Caso esteja ventando muito, você pode colocar algumas pedras em volta dele para que fique firme e não saia voando.

Fonte: http://www.cozinhanamochila.com.br/protetor-de-vento/

1- Mateus

Faça você mesmo: saco estanque

Saco estanque

Primeiramente, o que são sacos estanque? Com certeza alguém já passou (ou conhece alguém que tenha passado) pela desagradável situação de levar algo que precisava ficar seco pra um acampamento e a chuva ou a travessia de um rio frustrou esse plano. Os sacos estanques servem justamente pra isso, manter secos os materiais que estão dentro dele, evitando que coisas importantes sejam molhadas na mochila, trazendo prejuízo, desconfortos ou até riscos (por exemplo, um saco de dormir molhado). Como esses sacos são um pouco caros (alguns são muito caros), algumas pessoas utilizam sua criatividade e experiência para fazer o próprio saco estanque.

Abaixo temos um modelo bem simples de fazer, retirado do site Ciclorgânico.

Materiais:
Tesoura
Silvertape
Saco plástico resistente
Fechos para mochila
Faixa
Isqueiro

1 – Corte a faixa num tamanho que seja duas vezes a largura do saco + 10cm

2 – Queime a ponta da faixa para não desfiar

3 – Coloque as pontas no meio e o fechos nas extremidades

4 – Deixe cada fecho a uma distância de quase 2cm para o saco plástico

5 – Una as pontas da faixa com silvertape (ou costure-as)

6 – Faça um corte medindo aproximadamente 3 vezes a largura da fita em ambos os lados da boca do saco

7 – Enrole a faixa até onde existir o corte e depois faça uma “bainha” com a fita

8 – Faça a “bainha” em toda a extensão da boca do saco

9 – Para usar, basta enrolar a boca do saco e prender os fechos

No site  Trilhas do Mar tem um modelo mais resistente, com outros materiais, que exige um pouco mais de dedicação e habilidade.

Faça o seu e nos diga o que achou!

 

Faça você mesmo!

As atividades no Clube de Desbravadores são muito variadas e divertidas, entretanto, para praticá-las  às vezes são necessários equipamentos e/ou ferramentas muito específicas que alguns podem não ter acesso por causa do preço ou da dificuldade em encontrar mesmo.

Aqui no Brasil materiais de camping, por exemplo, costumam ser caros, especialmente as marcas mais renomadas. Porém, com criatividade e conhecimento, é possível fazer quase tudo por conta própria e com um custo mais baixo. Essa é um prática conhecida como faça você mesmo (em inglês do it yourself, ou diy). A maioria dos equipamentos feitos “em casa”  não vai ter a mesma qualidade de um produto de empresa especializada, mas vai “quebrar o galho” muito bem, dependendo das suas habilidades manuais.

Estamos estreando uma seção nova no blog: Faça você mesmo. O objetivo é publicar tutoriais encontrados na internet, feitos por nossa equipe ou enviados por vocês leitores, que mostrem como fazer algum equipamento ou ferramenta a um custo mais baixo e com qualidade.

A sessão está iniciando hoje, mas já publicamos um post de faça você mesmo: fogareiro à álcool de latinhas de alumínio.

Fez algum material por conta própria ou encontrou um bom tutorial para isso? Mande um e-mail para a nossa equipe!

 

Faça você mesmo: fogareiro à álcool de latinhas de alumínio

Quem já passou pela experiência de acampar e não encontrar madeira seca para fogueira por causa de chuva? Existem técnicas que nos ajudam a fazer fogo na chuva, mas se mesmo depois de tentar fazer o que sabemos e não conseguir, não devemos ficar sem nossa refeição. Uma excelente alternativa são os fogareiros à álcool. Eles são leves, ocupam pouco espaço, de fácil manuseio, de fácil confecção e funcionam muito bem.

Vamos apresentar aqui dois modelos diferentes de fogareiro feitos de latinhas de alumínio.

Dica: Quando for fazer algum destes fogareiros e quando for utilizá-los é muito importante tomar todos os cuidados possíveis, pois você estará lidando com materiais perfuro-cortantes e também com combustível altamente inflamável. Portanto, MUITO CUIDADO! Recomendamos que um nenhuma criança faça o fogareiro sem a supervisão de um adulto e, de preferência, um adulto o faça.

Modelo 1

Ferramentas:

  • 1 tesoura;
  • 1 martelo;
  • 1 faca pequena de ponta afiada;
  • 1 alicate pequeno;
  • 1 prego pequeno com ponta afiada;
  • 1 pedaço de lixa;
  • 1 régua (ou fita métrica);
  • 1 compasso (ou moeda de 10 centavos, para riscar um círculo).

Material:

  • 3 latas de alumínio.
1 – Iniciar fazendo os furos no fundo da lata, distante 0,5 cm um do outro.
2 – Colocar a moeda no fundo da lata e riscar um circulo.
3 – Furar o centro.
4 – Com a faquinha cortar em cruz o círculo à partir do furo.
5 – Recortar à partir da base, para formar uma abertura quase circular, e uma boa grade para prender o tubo central.
6 – Riscar a lata com 5,5 cm medindo do topo acima dos furos.
7 – Cortar bem alinhado.
8 – Fazer dois cortes até a borda mais dura, tirando um filete obliquo pequeno.
9 – Corte para facilitar o encaixe.
10 – Bater com o cabo da tesoura na quina para um encaixe perfeito do fundo.
11 – Corte uma lâmina de 4,5 cm do que sobrou da primeira lata.
12 – Faça um tubo na medida do orifício da primeira peça e que encaixe bem nas garras,
13 – Para prender o tubo use fitas finas retiradas da lata, ou arame fino e macio. Faça quatro furos triangulares pequenos dispostos em cruz (este tubo é o segredo do bom funcionamento do fogareiro, capriche).
14 – Encaixe o tubo com a parte lisa na grade, e com a parte furada para receber o fundo da lata.
15 – Corte outra lata com 6,5 cm medindo da parte alta do fundo.
16 – encaixe as duas partes com cuidado.
17 – Pressione até o tubo ficar firme e bem assentado no fundo.
18 – Corte o excesso da lata com a tesoura.
19 – Dê acabamento com a lixa e está pronto seu fogareiro.
20 – Faça o abafador (que serve para apagar o fogo) cortando o fundo de uma lata e deixando uma parte para dobrar e servir de cabo.
Tenha cuidado de proteger o fogareiro ao guardá-lo para não amassá-lo.
Uma informação importante: depois de aceso demora 3 ou 4 minutos para o fogo sair pelos orifícios, daí em diante a chama fica azul e forte. Use protegido do vento para um ótimo aproveitamento.
O autor diz que tem utilizado sempre álcool combustível, que é bom e barato. Segundo ele, para abastecer o fogareiro o nível máximo é um pouco acima do meio do tubo e dá para cozinhar mais ou menos 30 minutos.

Fonte: http://bicicloturista.blogspot.com/2009/07/dica-de-camping-fogareiro-de-latinha.html

Modelo 2

Ferramentas:

  • 1 lixa;
  • 1 lâmina de estilete;
  • 1 alfinete;
  • 1 alicate.

Material:

  • 2 latas de alumínio;
  • 1 punhado de lã de vidro;
  • 1 cabide de roupas (para fazer o suporte);
  • Álcool (preferencialmente combustível).

Fonte: http://aventuranaveia.blogspot.com/2008/12/fogareiro-de-lata-de-refrigerante.html

Podemos ainda utilizar algumas idéias de um modelo, adaptando-as para o outro modelo, conforme julgarmos melhor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...