Arquivo | maio 2012

Pr. Areli fala sobre o IV Campori de Desbravadores da Divisão Sul Americana

Atenção amigos,

A ASN TV, rede de notícias da Divisão Sul Americana, entrevistou o pastor Areli Barbosa, diretor do Ministério Jovem da DSA e ele nos dá algumas informações sobre o mega evento planejado para janeiro de 2014. Confiram:

Para baixar a imagem tema do Campori em alta definição, clique AQUI.

Uniforme de gala para casamento

Há algum tempo, postaram no Clube de Líderes Online um uniforme de gala especial para casamentos. Ele é semelhante ao uniforme dos departamentais, a diferença é que a túnica é branca.

Ao que foi apresentado, a DSA autorizou, à época, o seu uso. Porém, o seu posicionamento hoje é diferente. Confiram a posição oficial:

Atenção,

Quero tratar de um assunto que soubemos aqui na DSA. Uniforme de Gala para casamento – Desbravadores.

Não há nenhuma autorização para casamento com uniforme de gala especial para casamento, que seria composto de terno especial com todos os emblemas, semelhante ao terno do departamental JA. Esse tipo de terno é permitido ao departamental por causa de sua função.

Confirmamos: O Ministério Jovem da Divisão Sul-Americana não reconhece este procedimento, não apóia e não autoriza.

Veja o link abaixo em que alguém incentiva isto.

http://br.groups.yahoo.com/group/clubedelideresonline/message/27795

Areli Barbosa
Ministério Jovem
Divisão Sul-Americana

Conforme posicionamento atual da Divisão Sul-Americana, o referido uniforme foi regulamentado e pode ser usado conforme as especificações contidas na OMD 2014/009, de 1/8/14.

Cartão de registro da classe bíblica

A classe bíblica é um programa indispensável do Clube de Desbravadores e deve ser executada todos os anos em todos os Clubes.

Às vezes, muitas dificuldades são encontradas para que os desbravadores compareçam às lições, principalmente se forem aos sábados.

Para ajudar a sanar este problema e ajudar o Clube a manter um controle melhor de quem está ou não participando, a União Centro-Oeste Brasileira publicou esta semana um cartão para acompanhamento da classe bíblica.

É um cartão simples, atrativo e simples de usar. Clique AQUI para baixar e comece a usar a partir da próxima reunião!


Cuidados para conservação de cordas

A corda é o principal elo entre o praticante de esportes (rapel, escalada, espeleologia, etc) e a proteção da vida. Sendo assim um dos equipamentos para atividades ao ar livre de maior exigência de conservação e uso.

No requisito 1 da seção de Arte de Acampar da classe de Amigo nos é pedido para “Demonstrar como cuidar corretamente de uma corda” e no requisito 2 da especialidade de Nós para “Conhecer os cuidados para conservação de cordas”.

As dicas que serão dadas aqui não substituem a formação magistral do praticante nem as precisas recomendações dos fabricantes. Leia com total atenção o manual de uso de seus equipamentos antes de qualquer limpeza e/ou uso.

Vamos dividir os cuidados que devemos ter em cuidados antes do uso, durante o uso e depois do uso. Na próxima semana falaremos sobre quando se deve aposentar uma corda, e numa outra postagem falaremos sobre os cuidados ao se escolher uma corda.

Ao contrário do que muitos pensam, as cordas possuem vida útil limitada independente de sua utilização, podendo ser maior ou menor de acordo com a frequência de uso (ocasional ou intenso) e sua forma de uso (leve ou extremo). Mesmo que mantida adequadamente armazenada em uma loja, as fibras que compõem a sua estrutura entram em processo lento de deterioração natural pelo simples contato com o ar. E este processo ainda pode ser acelerado com a exposição à fontes de luz ou mesmo com o toque das mãos, possivelmente impregnadas com resíduos de sujeira e com oleosidade nociva aos tecidos. Ou seja, com os melhores cuidados apenas pode-se aproveitar o máximo da vida útil da corda, mas que um dia deverá ser aposentada. Recomenda-se que, quando esse dia chegar, ela seja destruída para reduzir a possibilidade de acidentes.

Calcular com precisão a longevidade dos materiais têxteis é bastante complexo, mas os fabricantes consideram que a vida útil das cordas não poderia se estender mais do que 5 anos (10 anos, considerando os 5 anos que a corda pode ficar estocada em perfeitas condições antes de começar a ser utilizada). De forma geral, recomenda-se que uma corda deva ser aposentada de 3 meses a 1 ano, se usada diariamente; de 2 a 3 anos caso seja usada semanalmente; e de 4 a 5 anos com usos ocasionais!

Preste atenção também ao limite de Quedas de Fator 2 estipulado pelo fabricante para o seu modelo de corda. Faça um controle o mais preciso possível do uso de sua corda para saber quando aposentá-la, mesmo que seu aspecto ainda pareça excelente.

Jamais compre equipamentos de segurança usados e evite emprestar a sua corda. Na hora de investir em uma nova corda, procure uma loja especializada. Somente quando recebemos um mínimo de informações sobre certo assunto é que compreendemos a importância de certos cuidados.

Cuidados antes do uso

É importante que uma corda nova seja desenrolada com cuidado antes do uso. Outra coisa que os fabricantes recomendam fazer é que se molhe a corda e deixe-a secar lentamente à sombra. Desta forma, ela encolherá cerca de 5% e reduzirá o risco de deslizamento da alma.

Não marque o meio de sua corda com canetas comuns, pois os agentes químicos da tinta podem enfraquecer o ponto marcado com o tempo. Use apenas canetas especiais.

Evite transportar a sua corda do lado de fora da mochila e, principalmente, sem uma boa proteção em bagageiros de veículos, que podem conter vestígios de substâncias altamente corrosivas (ácido de bateria, etc).

Cuidados durante o uso

Uma das principais dicas sobre como cuidar de sua corda resume-se ao seu uso adequado. A utilização inadequada pode danificar a corda, reduzindo a sua vida útil e resistência. Como exemplos: Nunca utilize uma corda semi-estática em atividades que possam gerar quedas próximas a Fator 1; Usar uma corda de certo diâmetro em um equipo não desenvolvido para tal medida também pode danificar ou acelerar a deteriorização da mesma; Jamais guarde a sua corda com nós caso não seja necessário, para não danificar a sua corda pelo “vício” inapropriado de suas fibras; Também, evite realizar rapéis rápidos para não acelerar o desgaste da corda e superaquecer o descensor, que poderá derreter os tecidos. A temperatura de fusão do poliéster e da poliamida é de 250ºC e 230ºC respectivamente, valores alcançados em descidas superiores a 2 metros por segundo. Rapelar rápido desnecessariamente traduz-se em ignorância de técnicas e dos riscos inerentes às atividades. Deixe para Hollywood! A lista é grande, procure o máximo de informação possível sobre a sua prática para usar a sua corda adequadamente.

Em atividades aquáticas, cuidado redobrado com as arestas cortantes, pois a corda molhada perde resistência e torna-se muito mais sensível à abrasão neste estado.

A escolha dos nós utilizados também conta. Por exemplo, o nó Oito é um dos que menos agridem a estrutura da corda em longo prazo devido à geometria de sua confecção.

Evite também pisar em sua corda. As fibras de poliamida (nylon) que constitui a corda são material têxtil e estragam com abrasão. Grãos de areia e cascalhos podem cortar as fibras e danificar a corda. Um fragmento rochoso ou mineral que penetre no interior de uma corda pode também causar danos internos. Então você não só deve evitar de pisar, mas também de deixar em locais sujos com detritos como areia e pó. É sempre boa idéia utilizar sacos de corda ou forração de nylon para manusear a corda no chão.

Cuidados depois do uso

Após cada utilização, vistorie visualmente e manualmente toda a extensão de sua corda em busca de possíveis deformações, desfiados ou cortes. Danos aos quais não se pode estipular o grau de comprometimento da corda devem ser considerados como severos e irreversíveis. Quando houver dúvida, a corda deverá ser eliminada imediatamente.

Você pode limpar a sua corda com um pano úmido. Caso seja realmente necessário, lave-a com água fria, de preferência sem cloro. Se a sujeira estiver muito impregnada (muita terra, areia ou magnésio), deixe de molho por umas duas horas em água aquecida a no máximo 30ºC. Depois, esfregue levemente a corda entre si, com sabão neutro e auxílio de uma escova sintética de cerdas macias.

Existe um aparelho para limpeza de cordas desenvolvido pela marca francesa Beal chamado Rope Brush, que consiste em uma escova em forma de espiral e que é utilizado junto a um sabão não agressivo chamado Rope Cleaner. Mas não improvise. Evite esfregar ou jatear água para não introduzir minúsculas partículas minerais no interior da corda, incapazes de realizar estragos a olho nu, mas que poderão romper os delgados filamentos de poliamida da alma, diminuindo parcialmente as suas capacidades de absorção de energia e a sua resistência à ruptura.

Seque sempre à sombra, suspensa, espalhada em voltas e sem o auxílio de qualquer fonte de calor. O tempo de secagem leva de 2 a 4 dias. Lembrando que os raios ultravioletas são extremamente prejudiciais às fibras sintéticas, comprometendo a elasticidade e resistência das cordas em longo prazo.

Em hipótese alguma lave a sua corda em máquina de lavar ou use alvejante. Mesmo que não se constate danos visíveis, a sua corda deverá ser aposentada ao menor contato com produtos químicos (gasolina, óleos, ácidos, etc – especialmente os derivados de hidrocarbonetos), substâncias altamente prejudiciais para os tecidos.

Reserve um espaço especial em seu armário para o seu correto armazenamento – desenrolada, em local seco, arejado e escuro. Não a guarde úmida, suja ou dentro da mochila, evitando a proliferação de fungos e bactérias. Proteja o seu armário com desumidificadores e inseticidas que contenham paradiclorobenzeno (para traças, sem cheiro e inócuo aos tecidos), mas não deixe em contato direto com sua corda.

Fontes:

http://www.penatrilha.com.br/cuidados-com-sua-corda
http://resgate.com.br/index.php?op=NEArticle&sid=81
http://www.halfdome.com.br/code_hd/index.php/informes/index/es/esca12

Lançamento da Classe Bíblica

Amanhã será o lançamento oficial da Classe Bíblica para as áreas de Aventureiros, Desbravadores, Jovens, Universitários e Juvenis. Será às 16h com reprise às 17h (horário de Brasília) pelo Canal Executivo – http://novotempo.com/canal-executivo/.

Esse treinamento é muito importante para toda a liderança, portanto não deixe de participar. Convide toda sua equipe.

Para baixar o estudo bíblico deste ano, disponibilizado pela DSA, clique AQUI.

Certificados de classes

Ao finalizar uma classe (regular ou avançada) e ser aprovado para investidura, a única comprovação que o desbravador tem é o seu cartão e/ou pasta assinados pelo regional/distrital. Isso é o suficiente, porém, ter um certificado de conclusão da classe pode incentivar ainda mais o desbravador a concluir as próximas e a guardá-lo com mais segurança que o próprio cartão.

Estamos disponibilizando aqui no nosso cantinho um modelo de certificado para vocês usarem nos seus Clubes. Eles estão bem simples, por isso estou disponibilizando também o arquivo vetorizado, para que os que dominam esta arte melhor que eu (o que não é nada difícil, rsrs) possam fazer as devidas alterações para melhorá-los. Podem usar este arquivo à vontade, só pedimos que vocês mandem os arquivos com as alterações, para que possamos disponibilizar aqui também, para que todos possam utilizá-los e tenhamos ainda mais opções.

Para baixá-los, clique nas imagens abaixo ou clique AQUI para baixar o arquivo vetorizado.


 

Desbravadores alertam população contra violência no Nordeste


Paraíba e Rio Grande do Norte [ASN] No Nordeste do Brasil, os desbravadores mostram sua atuação social e fazem a diferença em comunidades da Paraíba e Rio Grande do Norte. No estado da Paraíba, durante a semana que antecedeu o Dia dos Desbravadores, os Clubes das cidades de Jaçanã, Japi e Nova Floresta realizaram uma grande Caminhada pela paz. Juntamente com membros adventistas, distribuíram para a comunidade a revista do projeto Quebrando o Silêncio, que trata do combate à violência doméstica. A caminhada foi encerrada em Jaçanã, com um culto de oração pela diminuição da violência e gratidão pela realização do projeto.

Na quinta-feira, dia 26, houve intensa movimentação dos Clubes da cidade de Natal, capital do Rio Grande do Norte. Em parceria com o SEST/SENAT e com o apoio da Polícia Militar, o Ministério da Mulher da Igreja Adventista e os desbravadores realizaram uma blitz no prolongamento da Av. Prudente de Morais. O objetivo foi alertar a população sobre a necessidade de combater a violência praticada contra crianças e mulheres, o uso de drogas e álcool e também de divulgar o trabalho preventivo do Clube de Desbravadores.

Foram distribuídos kits com folhetos sobre uso de drogas, combate à exploração sexual de crianças, revistas Quebrando o Silêncio e folders sobre os desbravadores e sobre os aventureiros. Foram abordados cerca de 600 carros e alguns ônibus. Para Aline Coelho, coordenadora do SEST/SENAT e uma das organizadoras da blitz: “campanhas como estas são importantes para a conscientização do público para um mundo melhor. Nós, do SEST, temos esta parceria com o Clube de Desbravadores tanto em projetos sociais como em projetos esportivos e desejamos sempre apoiá-los”, afirmou.

Homenagem pública –
Um pouco antes disso, na terça-feira, 24, na cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte (RN), o Clube de Desbravadores local foi homenageado por seu trabalho junto às crianças e adolescentes e pelo Dia Municipal do Desbravador naquele município. 


Inaugurados 50 novos Clubes de Desbravadores no Ceará e Piauí

Fortaleza, CE [ASN] As comemorações do Dia dos Desbravadores nos estados do Ceará e Piauí foram motivadas pela inauguração de 50 Clubes em todo o território da Associação Costa Norte (ACN), sede administrativa da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) para os dois estados. Cerca de 5 mil desbravadores estiveram comprometidos nas atividades de criação dos novos Clubes.

A proposta de inauguração movimentou garotos e garotas em todas as localidades, inclusive o grupo da região de Caucaia (CE), que reuniu seus líderes e desbravadores para a inauguração do Clube de Capão (CE), localidade que ainda não existe templo da IASD. De acordo com o responsável pela igreja na região, pastor Marcos Elias, a criação do Clube de Desbravadores em um local sem presença adventista é uma grande oportunidade de evangelização. “A esperança que vibra no coração dos membros do Clube é o estabelecimento de uma igreja neste lugar. Creio que teremos muitos frutos para a glória de Deus”, afirmou.

A multiplicação faz parte do projeto Clubes de Esperança, idealizado pelo Ministério Jovem da ACN, com o objetivo de fortalecer a liderança da área de jovens, desbravadores e aventureiros. Segundo o líder do ministério jovem para o estado do Ceará, pastor Herbert Cléber, o projeto está tendo resposta positiva, os desbravadores estão se comprometendo com o desafio de dar a outros a oportunidade de crescer nas áreas física, mental e espiritual. “Esse ano o nosso Dia dos Desbravadores foi diferente. A inauguração desses Clubes demonstra que continuamos firmes no objetivo de salvação e serviço”, concluiu. 


Desbravadores de Campo Grande comemoram seu dia com festa


No dia 28 de abril foi comemorado o Dia dos Desbravadores. Clubes de todo o Estado [MS] realizaram programações especiais para celebrar a data. Em Campo Grande, alguns Clubes festejaram o dia com uma social. A “Big Social” foi promovida pelo Clube de Desbravadores Aguias Negras, da Igreja Adventista do bairro Santo Amaro. O evento aconteceu na quadra do Colégio Adventista Campo-Grandense (CAC) e reuniu cerca de 300 pessoas.

Participaram da comemoração integrantes de diversos distritos e Clubes da capital, entre eles os Clubes Águias Negras, Cia de Cristo, Cosmos, Duque de Caxias e Guerreiros de Cristo. O evento contou ainda com a presença do vereador Flávio Cesar, que falou sobre a importância do desbravador no mundo e parabenizou o trabalho realizado por este departamento da igreja

Wirlley Alves, da igreja do Taquaral Bosque, acredita que a social é uma programação que promove integração dos jovens. “Este tipo de programa é uma diversão saudável, onde os jovens podem fazer novas amizades e se confraternizarem. Se a cada mês acontecesse um evento bem elaborado como este, a juventude não buscaria outros tipos de diversões”, declarou.

Para Renan Maldonado, um dos organizadores do evento, a social foi marcante para os desbravadores de Campo Grande. “Foi um dia histórico, pois reunimos um grande número de jovens e adolescentes na comemoração do Dia dos Desbravadores. Foi bonito ver grupos de várias regiões da capital brincando juntos e interagindo”, declarou.

Por Renan Maldonado

Via Repórter UCOB

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...