Sermão do Dia Mundial do Desbravador 2015 – O menino que acreditou no impossível

dia-mundial

Atenção líderes!

Já está disponível para download o sermão e o cartaz oficiais do Dia Mundial do Desbravador 2015, a ser comemorado no dia 19 de setembro.

Baixe agora mesmo e já vá preparando o seu Clube para essa grande festa na sua Igreja! Fique de olho que postaremos aqui dicas para o culto divino, JA, ornamentação e muito mais!

Download SERMÃO

Download CARTAZ

1- Alberto

Montando a mochila

Nós já apresentamos aqui no blog alguns posts sobre mochilas (como escolher, como organizar e como regular e cuidar). Mas recentemente encontrei um artigo sobre organização da mochila com mais algumas dicas, o “ABCD da Mochila”. E como conhecimento nunca é demais, decidi compartilhar com vocês também.

A primeira dica é que cada grama que conseguir tirar da bagagem é essencial, as outras dicas vêm em ordem alfabética: Acesso, Balanço, Compressão e Discrição.

aventura_e_acao_168_2

ABCD da Mochila – Acesso, Balanço, Compressão e Discrição

Acesso
O acesso aos materiais que precisará retirar durante o dia deve ser fácil, evitando que tenha que desmontar toda a mochila para pegar um objeto.

No fundo da mochila: comece montando a mochila com os equipamentos que só vai utilizar no acampamento, como o saco de dormir, barraca, roupas extras, utensílios de cozinha e a comida para o jantar.

Por perto: os primeiros socorros, o celular ou rádio e a capa de chuva (se o tempo não estiver limpo) são itens que provavelmente você não utilizará, mas é bom manter por perto, no corpo da mochila.

À mão: por último, guarde os itens que devem ficar acessíveis. Esses englobam mapa, bússola, cantil, protetor solar, máquina fotográfica e o lanche do dia. Parece que vai chover? Então a capa de chuva entra nesta categoria. Lembre-se que a garrafa de combustível, caso tenha uma, deve ser guardada na vertical abaixo do nível da comida, ou num dos bolsos externos; assim, se ocorrer algum vazamento, a comida não será contaminada. Os pequenos itens como escova, pasta de dente e canivete cabem nos bolsos laterais ou superiores. Esses bolsos também são ótimos para colocar uma barra de cereal ou chocolate, para um rápido lanche a qualquer momento do dia.

Balanço
Mantenha o máximo possível dos itens pesados próximo às costas. Carregar uma mochila fica mais fácil quando o peso está alinhado ao seu corpo. Preste atenção na posição desse peso. Com muito peso no topo da mochila, você perde o equilíbrio; muito peso na base da mochila e você fará um esforço adicional, inclinando-se à frente para balanceá-la. Tenha em mente também o balanço lateral, evitando colocar muito peso apenas num dos lados.

aventura_e_acao_168_5

Compressão
O segredo é comprimir tudo dentro da mochila e/ou dentro dos equipamentos, sem deixar espaços vazios. Guarde o fogareiro e algumas comidas dentro das panelas. Coloque a capa de chuva ao redor de outros itens para preencher qualquer espaço vazio e assim por diante.

Discrição
Uma mochila discreta é aquela onde não se vê item pendurado do lado de fora. Se os equipamentos estão dentro da mochila, as chances de perder, molhar ou quebrar são mínimas!

aventura_e_acao_168_1

Mochila nas costas
Para evitar lesões ao colocar a mochila às costas, são necessários alguns cuidados. A maior parte do peso da mochila deve ser suportada pelos quadris e é sobre eles que a barrigueira deve ser apoiada. Se, ao final do dia, seus ombros estiverem doloridos, é porque o peso não foi distribuído corretamente nos quadris.

Planejando
Para melhorar sua organização, crie uma lista com todos os seus equipamentos e faça anotações após cada viagem sobre o que serviu, o que não serviu e sobre o que usou ou não. Na próxima viagem esta lista servirá como guia e, ao longo do tempo, você juntará informações e experiências suficientes para escolher apenas o necessário. Lembre-se: menos é sempre mais.

Adaptado da seguinte fonte:

CALVO, Antônio. Montando a mochila. Aventura & Ação, Volume 168. Disponível em: <http://www.extremos.com.br/Revista/Aventura-e-Acao/168/#F7>. Acesso em 07 jul. 2015.

1- Mateus

 

14 ideias de especialidades para a sua classe bíblica!

matrícula-frequencia-classe-bíblica

Com a nova reformulação e atualização do Manual de Especialidades, cada Clube ganhou de presente muitas ideias para tornar sua classe bíblica muito mais interessante.

O caminho para ter um programa realmente cheio de coisas relevantes para a vida de seus desbravadores sempre foi os cartões das classes e as especialidades, onde as atividades ali propostas completarão o tempo das atividades da forma mais satisfatória possível.

As novas especialidades poderão tornar as classes bíblicas muito mais interessantes. Segue algumas dicas sobre algumas delas em especial.

Arte em fantoches (AM 002)Arte em fantoche

  • Para os líderes, contar as histórias bíblicas na CB (classe bíblica) usando fantoches será uma forma interessante de cumprir os requisitos.

 

Cidadania cristã (AM 006)Cidadania cristã

  • Uma forma interessante de conhecer melhor seu país é através da Bíblia, entender nossos deveres como cristãos e cidadãos.

 

Evangelismo pessoal (AM 008)Evangelismo pessoal

  • Para os conselheiros e instrutores da CB, o fato de fazê-la já preenche vários requisitos da especialidade.

 

Testemunho juvenil (AM 010)Testemunho juvenil

  • Programas de testificação da Igreja podem ser usados para cumprir requisitos.

 

 

Temperança (AM 013) e Mordomia (015)Temperança

  • Essas duas especialidades têm muitos requisitos, que pedem versos decorados, atividades de testificação e discussões em grupo que podem ser usadas na CB.

 

Aventuras com Cristo (AM 016)Aventuras com Cristo

  • Praticamente todos os requisitos podem ser atividades missionárias que podem ser desenvolvidos na CB ou a partir dela, em tarefas especiais missionárias.

 

Marcação bíblica (AM 019)Marcação bíblica

  • Uma ótima atividade prática para desenvolver na CB, tornando os momentos mais dinâmicos e divertidos.

 

Santuário (AM 022)Santuário

  • Essa nova especialidade pode ser usadoa como forma lúdica (jogos, encenações, todos se vestindo a caráter, etc.) e com certeza tanto os diretores quanto os desbravadores gostarão.

 

Dramatização cristã (AM 024)Dramatização cristã

  • Cumprir os requisitos do cartão usando essa especialidade, de forma prática, poderá tornar sua CB muito mais gostosa!

 

Adoração cristã (AM 029)Adoração cristã

  • Preparar seus desbravadores na CB para executar atividades na Igreja. Assim, o Clube será mais exposto para os membros e pais, nas suas liturgias.

 

Escatologia (AM 038)Escatologia

  • Cumprir os requisitos dessa especialidade preparará os membros da Igreja e as crianças que ainda não são com o aprendizado da doutrina central da fé cristã, do qual até nosso nome nos identifica: ADVENTISTA, os que esperam o advento (volta de Jesus = Escatologia, o estudo desse tema).

 

Evangelismo web (AM 040)AM-040-EVANGELISMO-WEB

  • Que ótima oportunidade de executar essa especialidade em uma CB, onde o local de reunião tem acesso à internet? E a criançada está totalmente conectada hoje em dia!

 

Intercessor (AM 042)Intercessor

  • Dentro do programa de discipulado de nossa Igreja na América do Sul, a comunhão com Deus está em ênfase. Que ótimos requisitos desta especialidade ao ensinar os meninos e meninas orarem por si mesmo e pelos outros, não é?

 

Investigador bíblico (AM 047)AM-Investigador_Bíblico

  • Uma especialidade um pouco mais avançada para os da idade entre 14-15 anos e seus conselheiros. Um bom desafio que poderia ser feito por um grupo de elite do Clube.

 

Depois dessas ideias, não me diga que suas classes bíblicas estão sem inspiração e conteúdo, pode ser? (risos)

Queridos líderes, usemos nosso vasto material no desenvolvimento das atividades de seu Clube, no âmbito espiritual. Um Clube nasce para muitas coisas, mas não se esqueça da maior delas: LEVAR SEUS MENINOS E MENINAS PARA O CÉU!

Maranata!

1- Harley

Reavivados por Sua Palavra

reavivados-600x304

Por três anos, os adventistas do sétimo dia de todo o mundo estiveram unidos em um projeto de reavivamento e reforma conhecido como Reavivados por Sua Palavra. Simples e funcional, o projeto consistiu na leitura diária de apenas 1 capítulo da Bíblia por dia. A leitura do último capítulo se deu por ocasião da 60ª Assembleia da Associação Geral, em San Antonio, Texas, EUA.

E o projeto não acabou por ai! Ainda durante a assembleia, foi lançada sua 2ª fase. Novamente, será lido um capítulo da Bíblia por dia, só que dessa vez, o estudo será integrado com leituras semanais de trechos do Espírito de Profecia.

Hoje é o início oficial, a leitura do capítulo 1 de Gênesis. Concomitantemente, durante esta semana, leremos também os capítulos 1 e 2 de Caminho a Cristo. Vejam que a leitura recomendada do Espírito de Profecia é semanal, não diária. Assim, programem-se para ler um pouco a cada dia, juntamente com a leitura da Bíblia.

Eu convido todos os líderes a participarem desse projeto! Quem participou do primeiro, certamente continuará. E quem não participou, não tem problema, é tempo de iniciar agora!

Segue AQUI o link para baixar o calendário de leitura de 2015. Peço desculpas porque o arquivo é em inglês, já que a Igreja na América do Sul ainda não publicou o material em português… Apesar de ser em inglês, é de fácil compreensão, já que os livros da Bíblia têm nomes semelhantes. Em 2015 serão apenas dois livros do Espírito de Profecia: Caminho a Cristo (Steps to Christ) e Parábolas de Jesus (Christ’s Object Lessons).

 

1-Alberto

A Criação, a Terra é testemunha

maxresdefault

A criação do mundo é uma crença fundamental base para várias outras verdades bíblicas. Dela dependem a verdade do sábado, do casamento, da natureza do homem, etc. Acreditar na criação literal em 6 dias, com descanso no 7º, é um marco dos adventistas em relação aos outros cristãos. Por esse motivo, esse assunto precisa ser muito bem trabalhado com as crianças dos nossos Clubes.

Como já vimos aqui no nosso Cantinho, no post Dário da criação, para a classe de Companheiro, recursos audiovisuais são excelentes meios para assimilarmos melhor uma mensagem. Naquele post, apresentamos um vídeo do capítulo 1 de Gênesis, com a narração de Cid Moreira.

Algum tempo atrás encontrei outro vídeo muito bom, produzido pela Associação Geral da Igreja Adventista do Sétimo Dia. É um vídeo mais longo que o do post anterior e mais cheio de detalhes, mas pela sua excelente produção e pela ótima escolha de imagens e trilha sonora, você nem vê o tempo passando! Uma coisa que pode ser uma desvantagem é que a narração do vídeo é em inglês, apesar de ter legenda em português, mas como é um texto bem conhecido, e não são muitas falas, é de fácil compreensão para todos. Outra coisa que achei bastante interessante foi a abordagem em relação à narração: o narrador é uma pessoa interpretando Moisés, o autor do relato da Criação, contando a história pra uma criança.

Os céus declaram a glória de Deus; o firmamento proclama a obra das suas mãos.
Um dia fala disso a outro dia; uma noite o revela a outra noite.
Sem discurso nem palavras, não se ouve a sua voz.
Mas a sua voz ressoa por toda a terra, e as suas palavras, até os confins do mundo.
Salmos 19:1-4

1- Mateus

Faça você mesmo sua Luneta Astronômica de Galileu

Astronomia

No mês passado o Clube Bandeirantes acampou. E o céu do local era fantástico. No início da noite de sábado alguns amigos e eu estávamos observando as estrelas e então me lembrei de um artigo do site da revista Galileu que ensinava a fazer uma luneta astronômica, com materiais simples, de baixo custo e duas vezes mais potente que a luneta com que Galileu Galilei observou pela primeira vez as quatro maiores luas de Júpiter, o relevo da “nossa” Lua, as manchas solares e as fases de Vênus.

Na época de Galileu, por volta de 1600, construir esta simples luneta era uma tarefa complicada, que exigia uma grande engenhosidade. Mas hoje é possível montar uma ótima luneta com apenas R$60,00 e um pouco de dedicação.

O instrumento que você vai aprender a fazer aqui proporciona um aumento de quarenta vezes, que permite contemplar detalhes da superfície lunar, de aglomerados de estrela e até de planetas. Com uma técnica simples, também é possível construir um tripé, que fornece estabilidade e melhora muito a observação.

Para ter um aperitivo do que você vai poder enxergar com a sua luneta, Para ter uma ideia do que você vai poder enxergar, dê uma olhada nesta simulação interativa: ela mostra como o astrônomo via os objetos no céu noturno usando o instrumento. Ao passar a lente pelas principais descobertas, clique em cada uma delas e obtenha mais informações.

Agora vamos à montagem da luneta!

Luneta

Assista o vídeo abaixo para entender melhor o passo-a-passo da confecção da sua luneta.

Não deixe de nos contar como foi sua experiência de montagem e suas observações!

Adaptado das seguintes fontes:

http://revistagalileu.globo.com/Multimidia/Infograficos/noticia/2015/02/luneta.html

http://revistagalileu.globo.com/Ciencia/Espaco/noticia/2015/03/faca-voce-mesmo-luneta-de-galileu-por-apenas-r-50.html

1- Mateus

Encontre um Clube!

Encontre um Clube

Apesar de um recurso bem simples, a nova ferramenta da Divisão Sul-Americana é extremamente útil e relevante para um movimento dinâmico e em constante crescimento, que é o Clube de Desbravadores!

Com a unificação do sistema de secretaria online para todos os Campos do seu território, foi possível ao departamento de internet/DSA desenvolver um aplicativo onde é possível encontrar o endereço e o nome do diretor de todos os Clubes cadastrados!

Sempre que precisarem indicar um Clube a um amigo, acessem o link AQUI.

Maranata!

1- Alberto

Autorização de saída

mulher-assinando-papel

Geralmente, pelo menos nos Clubes que já participei e acompanhei, um assunto que dá trabalho para o secretário é a autorização de saída. A cada acampamento, caminhada, pernoite, passeio, lá vai o coitado atrás dos desbravadores para entregarem o bendito documento… que muitas vezes chegam às nossas mãos sujos, amassados ou como se tivessem sido embalados em garrafas, rsrs.

Uma das coisas que mais gostei no Clube Bandeirantes, assim que eu comecei a participar dele, é o formato como é trabalhada essa questão. Aqui, fazemos uma única autorização de saída, com validade para todo o ano. A ideia é que o pai autorize o Clube a levar seu filho para todos os eventos que estão no calendário anual.

Um detalhe é que pedimos nessa autorização uma assinatura com firma reconhecida em cartório [não que seja necessária, do ponto de vista jurídico], mas faz os pais darem ao documento a importância que lhe é devida! – Este não é nenhum processo complexo. O pai pode ir ao cartório [geralmente não demora a ser atendido], assina o documento, paga um valor que nunca ultrapassa R$ 5,00, e pronto!

É importante lembrar que o pai deve estar ciente e ter posse do calendário anual, bem como o planejamento do Clube deve estar devidamente aprovado pela Comissão da Igreja local.

Para ajudá-los, clique AQUI para baixar o modelo que usamos. Agora é só personalizar e adaptar para seu Clube, aproveite que estamos no início das atividades!

1- Alberto

Legislação aplicada ao Clube de Desbravadores: responsabilidade penal e civil

resp_civil

A legislação brasileira protege o ser humano desde antes dele nascer. Todavia, o exercício de alguns direitos só são plenamente permitidos após certa idade. Até os 16 anos a criança/adolescente é considerada absolutamente incapaz, dessa forma necessita ser representado pelo responsável em qualquer ato da vida civil.

O Código Civil Brasileiro define como relativamente incapaz os maiores de 16 e os menores de 18 anos. O relativamente incapaz pode praticar alguns atos da vida civil assistido por seus representantes legais. A capacidade civil é alcançada aos 18 anos. A partir de então a pessoa pode exercer plenamente qualquer direito e é a partir dessa data também que o indivíduo passa ser o único responsável por todos os seus atos.

No ordenamento jurídico brasileiro há duas formas básicas de responsabilidade: a penal e a civil.

Uma pessoa só pode ser penalmente responsabilizada a partir dos 18 anos, antes disso o adolescente é inimputável, todavia, se cometer algum ato tipificado como crime configura-se ato infracional e será julgado nos termos do Estatuto da Criança e do Adolescente.

Já a responsabilidade civil decorre da agressão a um interesse jurídico em virtude do descumprimento de uma norma. A responsabilidade pode ser contratual, que deriva de um contrato, ou aquiliana, que deriva de uma ação ou omissão que gera dano a outrem. A responsabilidade civil é precipuamente reparatória. Já a responsabilidade penal tem caráter eminentemente punitivo.

É importante que a direção do Clube compreenda o instituto da responsabilidade civil para saber quais circunstâncias ensejam obrigação de reparação de danos e assim evitar essas situações ou saberem como reagir caso sejam vítimas de danos praticados por terceiros.

Os artigos do Código Civil mais relevantes para este assunto são o art. 927 e 186.

Art. 927. Aquele que, por ato ilícito (arts. 186 e 187), causar dano a outrem, fica obrigado a repará-lo.

O artigo acima institui a obrigatoriedade de reparar o dano quando se comete ato ilícito que o gera. Uma leitura superficial pode levar o leitor a interpretar o termo “ato ilícito” apenas como comportamento tipificado como crime. Todavia, essa não é a interpretação correta. O artigo 186 explica o que é ato ilícito:

Art. 186. Aquele que, por ação ou omissão voluntária, negligência ou imprudência, violar direito e causar dano a outrem, ainda que exclusivamente moral, comete ato ilícito.

Desta forma fica claro que qualquer ação ou omissão, desde que cometida com imprudência, imperícia ou negligencia, enseja reparação de dano.

Para uma melhor compreensão cabe analisar a definição de cada um desses termos:

Imprudência – configura-se quando se sabe o grau de risco envolvido e mesmo assim realiza o ato acreditando que seja possível a realização do mesmo sem que ocorra nenhum dano, ou seja, excede os limites do bom senso, não age com cautela.

Imperícia – é caracterizada pela falta de habilidade ou técnica que o agente deveria demonstrar em razão de seu conhecimento ou função.

Negligencia – também conhecida como desatenção ou falta de cuidado. Significa não agir de forma diligente, prudente, ou seja, com o cuidado exigido para a ocasião.

Outro termo que é necessário compreender bem é o nexo de causalidade:

Nexo de causalidade – não basta que tenha ocorrido um ato ilícito e um evento danoso, é preciso que estas duas situações estejam inter-relacionadas, ou seja, deve-se ter a certeza que sem que houvesse o ato não ocorreria o dano.

Assim tem-se a equação:

Legislação aplicada ao clube de desbravadores

Dessa forma, se estão presentes esses três elementos há dever de indenizar.

Um ponto importantíssimo que merece destaque especial é o parágrafo único do art. 927 do Código Civil:

Parágrafo único. Haverá obrigação de reparar o dano, independentemente de culpa, nos casos especificados em lei, ou quando a atividade normalmente desenvolvida pelo autor do dano implicar, por sua natureza, risco para os direitos de outrem.

Esta determinação legal quer dizer que se a atividade oferece riscos (qualquer tipo, mas especialmente à integridade física) independentemente da ocorrência de negligência, imprudência ou imperícia, se houver nexo de causalidade e dano haverá o dever de indenizar.

Portanto, todo o cuidado deve ser dispensado tanto quanto na prática de esportes radicais, por exemplo, rapel e escaladas, quanto em atividades comuns em acampamentos, como uma falsa baiana ou escada de cordas. Pois se um desbravador cai de uma falsa baiana e se machuca (estão presentes o nexo de causalidade e o dano) o responsável pelas crianças terá o dever de reparar o dano.

A reparação do dano se dá através do pagamento de indenizações pelos danos materiais e morais sofridos pela vítima. Os valores costumam ser elevados, todavia, não são suficientes para realmente reparar o sofrimento. Muitas vezes o dano à imagem do Clube e/ou da Igreja é um prejuízo muito maior que o a perda financeira. Por este motivo é dever de cada membro capaz da diretoria zelar pelo maior patrimônio que o Clube possui: os desbravadores.

1- Éveni

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...