Fique Leve

Fique leve - app

Aprenda a ter mais saúde e a viver mais com remédios da natureza.  O aplicativo Fique Leve foi desenvolvido pela Rede Novo Tempo de Comunicação e é um curso prático com 17 temas, com o qual você aprende técnicas simples e práticas para viver mais e mais feliz.

Abaixo está um sumário do aplicativo:

1. Viva com qualidade (introdução)

SAÚDE FÍSICA

2. Cuidados com a alimentação

3. Exercício físico – uma prática saudável

4. Água – porque precisamos dela

5. Benefícios da luz solar

6. Como ser temperante

7. Respire

8. O seu corpo precisa de descanso

9. Confie em Deus

SAÚDE MENTAL

10. Depressão – há solução

11. Ansiedade – como controlar

12. Lidando com o luto

13. Obesidade e transtornos alimentares

14. Lidando com vícios e viciados

SAÚDE ESPIRITUAL

15. Prevenir é melhor

16. Saúde e salvação

17. Meu corpo – um santuário

Fique Leve - imagens

Ao concluir o curso, é possível solicitar um certificado e a revista impressa, que é enviada pelos correios gratuitamente. A revista também está disponível para download aqui.

O Fique Leve está disponível para Android e iOS, clique abaixo para baixar.

goodesbra

itunesporticon

Este aplicativo é uma excelente fonte de conteúdo para instruir o requisito 1 da seção Saúde e Aptidão Física da classe de Guia, que pede para os desbravadores fazerem uma apresentação sobre os oito remédios dados por Deus. Para o cumprimento desse requisito, utilize os capítulos nº 2 a nº 9.

“Ar puro, luz solar, abstinência, repouso, exercício, regime conveniente, uso de água e confiança no poder divino – eis os verdadeiros remédios”. Ellen White, A ciência do bom viver, p. 127.

Aqui no blog também temos um post sobre os 8 remédios naturais, para a classe de Guia.

Para ver outros aplicativos interessantes para usar no Clube de Desbravadores, clique aqui. E se você tem um bom aplicativo que utiliza no seu Clube para nos sugerir, deixe-nos um comentário.

1- Mateus

Encontre um Clube

Aproximadamente 8 meses após lançar o aplicativo 12593805_914206261981381_7415699363215411516_oEncontre um Clube, a Divisão Sul-Americana lançou o portal Encontre um Clube. Trata-se agora de um portal completo e com muitas outras funções. O site foi desenvolvido pela mesma equipe que desenvolveu o Sistema de Gerenciamento de Clubes – SGC. Assim, as informações dos dois sistemas são interligadas.

O Encontre um Clube possui as seguintes funções:

  • Encontre um Clube: É possível pesquisar qualquer Clube em qualquer dos 8 países da Divisão Sul-Americana, iniciando a busca sempre pelo país, em seguida o estado e depois o município. Ainda, é possível listar no mapa todos os Clubes de uma cidade, na opção Mapa clubes. Também está disponível a localização no mapa, assim, você pode usar os aplicativos Google Maps e Waze para chegar em qualquer um deles!
  • Os Desbravadores: Pequena descrição do movimento.
  • Os Aventureiros: Pequena descrição do movimento.
  • Cartão Virtual: Neste acesso é possível cada membro do Clube (sim, inclusive os desbravadores) acessarem seus dados, especialidades cadastradas, classes, eventos, etc.!
  • Cantinho da Unidade: Ainda em fase de desenvolvimento.
  • Fornecedores: Lista com o contato dos fornecedores oficiais.
  • Classificação: “O objetivo da classificação não é promover a disputa entre os clubes, e sim, que cada clube busque a excelência na organização de suas atividades dentro do Sistema de Gerenciamento de Clubes. Todos podem ser 5 estrelas, e por esse motivo, não divulgamos publicamente o total de pontos alcançados por cada clube, e sim, apenas a sua classificação”.
  • Liderança na DSA: Neste acesso é possível acessar todos os líderes, líderes máster e líderes máster avançado cadastrados na DSA.
  • Uniões: Por último, é possível acessar estatísticas de todas as Associações e Uniões da DSA: quantos Clubes, membros ativos, Clubes por Estados.

O portal está acessível em português e em espanhol, as línguas oficiais da nossa Divisão.

Encontre um Clube

Encontre um Clube2

Confira agora mesmo e divirta-se =D

1-Alberto

Desbravadores: ano bíblico

blogdesb

Desbravadores: ano bíblico é um aplicativo simples, gratuito e extremamente funcional. A ideia é facilitar a leitura da Bíblia, adicionando diariamente os capítulos que o desbravador deve ler. Ele possui duas guias de leitura: juvenil e desbravador. A diferença básica entre elas é que o ano bíblico desbravador inicia-se em março, com término em novembro, mas são os mesmos textos bíblicos em ambos.

Ao entrar no app, você se deparará com os textos bíblicos para leitura, agrupados por dia. Clique no dia para fazer a leitura. No final de cada texto, há a opção “marcar como lido”. Ao clicar e retornar à página principal, aparecerá uma bandeirinha verde no canto superior direito para indicar a conclusão.

Para mudar as guias, entre juvenis e desbravadores, basta clicar nas configurações. Fica no canto superior esquerdo. Em seguida, clique em “guias de leitura” e selecione a desejada.Ano bíblico desbravadores

Não poderia ser mais simples. Conselheiros, incentivem seus desbravadores a baixarem e ajudem-os a manter a leitura atualizada =D

No momento, o aplicativo está disponível nas plataformas Android e IOS. Clique abaixo para baixar.

goodesbraitunesporticon

Depois nos conte como foi sua experiência utilizando este aplicativo no seu Clube. E se você souber de um bom aplicativo semelhante a este para outros sistemas operacionais de tablets smartphones, nos deixe um comentário.

Para ver outros aplicativos interessantes para usar no Clube de Desbravadores, clique aqui.

1-Alberto

ano bíblico (1)

Termorregulação em colmeias de abelhas

shutterstock_31499890

Abelhas são insetos incríveis. Já falamos aqui no blog do maravilhoso funcionamento de sua visão e de seu “sistema de GPS” que as ajuda na escolha dos caminhos mais curtos. Hoje vamos falar sobre a termorregulação em colmeias, um assunto interessantíssimo, tema de artigos e teses acadêmicos. [Os grifos e os comentários entre colchetes são meus].

Independentemente da temperatura externa, a área de cria da colmeia é mantida entre 34 e 35º C, temperatura ideal para o desenvolvimento das crias. A ocorrência de temperaturas fora dessa faixa pode provocar aumento da mortalidade na colônia e as operárias que emergirem podem apresentar defeitos físicos nas asas ou outras partes do corpo.

Para baixar a temperatura da colmeia, as abelhas do interior da colônia se distanciam dos favos e se aglomeram do lado de fora da caixa. Algumas operárias ficam posicionadas na entrada do ninho, movimentando suas asas de forma a direcionar uma corrente de ar para o interior da colmeia. Essa corrente de ar, além de esfriar a colmeia, auxilia na evaporação da umidade do néctar, transformando-o em mel.

No interior da caixa, outras operárias estão batendo as asas, ajudando na circulação da corrente de ar. Se houver duas entradas na colmeia, o ar é aspirado por uma entrada e expelido pela outra; caso contrário, usa-se parte da entrada para aspirar e outra parte para expelir.

Se a temperatura do ar estiver muito alta, as operárias coletam água e espalham pequenas gotas pela colmeia e/ou regurgitam pequena quantidade de água abaixo da língua, que será evaporada pela corrente de ar, auxiliando no resfriamento da colônia. A umidade evaporada do néctar também se presta a esse fim.

A umidade relativa da colmeia é mantida por volta dos 40%. Se essa porcentagem aumentar muito com a evaporação do néctar, as operárias imediatamente provocarão uma corrente de ar para o interior da colmeia, na tentativa de diminuir a umidade.

Em períodos frios, para aumentar a temperatura do interior do ninho, as abelhas se aglomeram em “cachos”. Se a temperatura continuar caindo, as operárias aumentam sua taxa de metabolismo, provocando vibrações dos músculos torácicos, gerando calor. Ocorre também uma troca de posição: abelhas que estão no centro do cacho vão para as extremidades e vice-versa.

Fonte: https://sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br/FontesHTML/Mel/SPMel/organizacao.htm#f

Duas coisas me impressionaram bastante nesse texto. A primeira delas foi a curta faixa de temperatura ideal para o desenvolvimento das crias na colmeia, 1°C é uma variação muito pequena. A segunda coisa que me chamou a atenção foi o quão complexo é a regulação térmica da colmeia, são muitas variáveis envolvidas por trás desse mecanismo. Se não houvesse essa termorregulação, a prole da colmeia estaria comprometida, quer seja pela morte direta quer seja pela má-formação (morte indireta). Expandindo esse raciocínio de uma colmeia para todas a colmeias, a sobrevivência de todas as espécies de abelhas estaria comprometida. Sendo assim, esse mecanismo precisa ter “surgido” no momento em que “surgiram” as abelhas.

1- Mateus

Google Sky Map

hqdefault

Atendendo a sugestão do Henrique Garcia, o aplicativo que vamos apresentar no blog hoje é Google Sky Map, uma ferramenta que você pode utilizar para incrementar as instruções relacionadas à astronomia no seu Clube.

O Google Sky Map é um aplicativo gratuito para Android que permite ao usuário reconhecer as estrelas e constelações da região em ele está. É bastante prático e simples de usar, e apresenta diversas opções de configuração, conforme a necessidade da pessoa.

Ao clicar na tela, aparecem algumas opções de configuração: escolha do modo de controle do app (manual e automático), exibição de elementos (estrelas, constelações, objetos Messier, planetas, chuvas de meteoros, grade AR/Dec e linha do horizonte) e zoom.

Na barra inferior (botton bar), ao lado do ícone Multitarefa, há um ícone de opções. Ao clicar nesse ícone, surgem as seguintes ferramentas e opções:

  • Pesquisar: com essa ferramenta é possível pesquisar o corpo celeste que você desejar e o aplicativo te indicará a localização dele;
  • Modo noturno: altera as cores de todos elementos para vermelho;
  • Configurações: além da seleção de elementos a exibir, é possível alterar Configurações de local, Configurações do sensor, Ativar som, Giro multitoque e Send usage statistics (enviar estatísticas de uso);
  • Galeria: uma galeria de imagens de nebulosas, aglomerados, galáxias e outros corpos celestes. Ao clicar na imagem, há a opção de “localizar no céu”, a mesma função da ferramenta pesquisar;
  • Viagem no tempo: permite visualizar o céu de uma data e horário escolhido, tanto no passado quanto no futuro. Após escolher um momento, é possível ainda voltar ou avançar no tempo.

skymap - telas

É um aplicativo leve, não pesa na memória do telefone, abre fácil, responde bem ao comandos, é simples de mexer. Porém, por ser o aplicativo de carta celeste mais leve, não traz outras funcionalidades que aplicativos mais pesados trazem, como nome de todas as constelações e estrelas e informações adicionais sobre os objetos no céu.

Por sua simplicidade e funcionalidade, é um excelente aplicativo para ajudar na observação do céu noturno, familiarizar-se com o nome das constelações e estrelas mais conhecidas e começar a se aprofundar na identificação delas. E no Clube de Desbravadores, podemos utilizá-lo no ensino da especialidade de Astronomia, Astronomia – avançado ou do requisito 1 da seção Estudo da natureza da classe de Pesquisador.

Este aplicativo está disponível apenas para Android, clique aqui para baixá-lo. Depois nos conte como foi sua experiência utilizando este aplicativo no seu Clube. E se você souber de um bom aplicativo semelhante a este para outros sistemas operacionais de tablets smartphones, nos deixe um comentário.

Para ver outros aplicativos interessantes para usar no Clube de Desbravadores, clique aqui.

1- Mateus

Aplicativos para desbravadores

flyingapps-phone

Cada dia mais a tecnologia está sendo inserida no dia-a-dia; smartphones e tablets estão a cada dia mais presentes na vida das crianças e adolescentes. E competir contra eles na maioria das vezes é um desafio para os instrutores de classes e especialidades no clube de desbravadores. Nessas horas, devemos buscar tornar verdadeira a máxima “se não pode vencê-los, junte-se a eles” (ou qualquer outra versão que você conheça). Procurar, sempre que possível, usar o avanço da tecnologia a favor do processo de ensino e aprendizagem, incluindo os smartphones e tablets no ensino das classes e das especialidades.

Existem algumas limitações/desafios que precisam ser superados. No contexto do ensino no clube de desbravadores, estes são alguns que podemos relacionar:

Real x virtual

O contato real não deixa de ser importante e não deve ser substituído. O virtual deve ser utilizado para somar no ensino da especialidade ou classe. Os requisitos práticos não devem ser abandonados, devem proporcionar um contato o mais próximo com a realidade quanto for possível.

Distração

A utilização dos recursos deve ser bem planejada e conduzida, pois a distração certamente virá. Caso não haja um preparo adequado, o foco da instrução pode sumir, a instrução pode ficar massante, e o smartphone ou tablet trará mais prejuízo que benefício. O instrutor precisa saber utilizar o recurso ao seu favor, torná-lo um atrativo para a instrução.

Excesso de facilidade

A tecnologia pode facilitar demais as atividades para os desbravadores. Por exemplo, a utilização de aplicativos que fornecem respostas rápidas podem prestar um desserviço, prejudicando o aprendizado de determinado assunto com a profundidade necessária (como acontece com os sites de especialidades respondidas). É necessário equilibrar bem essa balança.

Avaliação

O instrutor precisará desenvolver uma avaliação adequada à forma de ensino que adotou nas instruções. Por esse motivo é importante a avaliação comece a ser pensada já no momento da elaboração da instrução. A simples utilização de aplicativos não implica em maior aprendizado, é preciso ter critério na utilização destes recursos.

App desbravadores

Aplicativos para desbravadores

Pensando em ajudar os clubes nesse desafio, criamos uma nova seção no blog: Aplicativos. Nela vamos sugerir aplicativos que facilitem o ensino de requisitos de classes e especialidades, que tornem a instrução mais atrativa ou sirvam para fixação do conteúdo ensinado na instrução. E nesse desafio, contamos com a colaboração de vocês, nos contando o que acharem dos aplicativos que sugerirmos e também nos sugerindo aplicativos para testarmos e recomendarmos no Cantinho.

1- Mateus

Curso de Introdução ao Criacionismo

Criação

“Pergunte, porém, aos animais, e eles o ensinarão, ou às aves do céu, e elas lhe contarão; fale com a terra, e ela o instruirá, deixe que os peixes do mar o informem. Quem de todos eles ignora que a mão do Senhor fez isso?” Jó 12:7-9

Os céus declaram a glória de Deus; o firmamento proclama a obra das suas mãos.
Um dia fala disso a outro dia; uma noite o revela a outra noite.
Sem discurso nem palavras, não se ouve a sua voz.
Mas a sua voz ressoa por toda a terra, e as suas palavras, até os confins do mundo.
Salmos 19:1-4

Deus nos convida a conhecê-lo cada dia mais. E a Bíblia é o principal meio para isso. Mas em segundo lugar e que não deve ser de forma alguma negligenciado está o estudo da natureza. A criação testifica do amor, do poder e da inteligência de Deus.

E uma forma de conhecer mais a Deus por meio do estudo da natureza é o criacionismo, que pode ser definido como uma corrente de estudos interdisciplinares que procura explicar a origem da vida e do Universo, com semelhanças e diferenças em relação às teorias evolucionista e design inteligente.

Se você tem interesse pelo criacionismo, mas não tem familiaridade com o tema (ou mesmo se tem, mas deseja revisar conceitos que já aprendeu), não perca esta oportunidade e faça já sua inscrição para o I Curso à Distância “Introdução ao Criacionismo”, promovido pela SCB.

O curso terá início no dia 22 de fevereiro de 2016 e as inscrições serão encerradas no dia 15 de fevereiro, impreterivelmente.

topo_1ead

O livro texto adotado pelo curso será: “Criacionismo Bíblico – Súmula dos Principais Fundamentos Teológicos e Científicos”, de Autoria de Jónatas E. M. Machado, publicado pela SCB.

As inscrições estão abertas em duas modalidades: sem recebimento do livro texto (R$50,00) ou com recebimento do livro texto (R$70,00). Para os que optarem pela segunda opção, o livro poderá ser retirado no dia 05/03/2016 (sábado), após às 18h30, no local do XIX Seminário Filosofia das Origens, em Curitiba, ou encaminhado por via postal ao endereço constante da inscrição efetuada.  O livro também será disponibilizado eletronicamente no curso.

O curso será dividido em cinco módulos, que agruparão capítulos do livro e tratarão de tópicos relacionados com ciência e fé, criacionismo bíblico e evolucionismo, uniformismo e catastrofismo, origem e sintonia do universo, informação, origem da vida e evolução das espécies.

Ao final de cada módulo, para fixação dos conceitos, haverão exercícios, jogos e outras atividades. Também estarão disponíveis artigos para download.

Clique aqui para fazer sua inscrição no curso.

Para mais informações sobre o curso:

  • Telefone: (61) 3468-3892 – segunda a sexta de 14h às 17h
  • e-mail: scb@scb.org.br

1- Mateus

Livros do ano 2016

Clube de Leitura 2016

A Casa Publicadora Brasileira fez um pequeno ajuste na lista oficial dos livros do ano 2016. Os livros de aventureiros e universitários foram modificados. O restante, mantém-se o que já foi publicado AQUI no nosso Cantinho.

Confira agora mesmo a lista completa atualizada, com as sinopses oficiais.

 

Scan0002__66130_zoomAdultos

A Ciência do Bom Viver, Ellen White

Quais são as informações básicas que garantem uma vida com saúde, em harmonia com a natureza e as outras pessoas? Há muita gente tentando descobrir esse caminho e a cada dia surgem novas receitas, algumas bem estranhas e curiosas. Muitas pessoas buscam informações e orientações sobre o assunto. Para ajudá-las nessa escolha, a Casa Publicadora Brasileira reeditou, em edição especial condensada, o livro A Ciência do Bom Viver que em sua edição original possui 532 páginas. A presente edição preserva os melhores princípios para restaurar a saúde e manter o bem-estar.


Desbravadores

Aventuras na Galileia, Bradley Booth

Para Tabita, a vida em Cafarnaum era monótona e sem graça. Tudo se resumia a buscar áua no poço, cozinhar e costurar. Isto é, até Jesus chegar à cidade!

Ele era o motivo das conversas nas ruas. A própria Tabita tivera a oportunidade de vê-lo expulsar demônios e curar um paralítico. Mas, a nal, quem era Jesus? Seria o Messias?

Um dia, Tabita moreu. Mas Jesus disse à família que não se preocupasse, porque ela estava só dormindo. Como era possível? Os médicos a haviam declarado morta. Quando abriu os ohos, Tabita parecia confusa. O que Jesus e ava fazendo ao seu lado, seurando sua mão? Porque todos e avam agitados ao seu redor? As pessoas diziam que ela estivera morta! Mas, agora, isso não importava mais, porque Tabita e ava viva outra vez! Jesus se encontrava ali e, onde quer que Ele estivesse, a morte não prevalecia.

Tabita pensou sobre o que significava deixar tudo por Jesus e estava disposta a segui-lo a qualquer lugar – sem se importar com o custo! E você?


Jovens

Por um Fio – Uma Incrível História de Livramento, Alla Czerkasij e Natalie Czerkasij Lewellen

Alla ainda era criança quando a Segunda Guerra Mundial alcançou a Ucrânia. Os insensíveis horrores da guerra puseram fim a sua infância. Em 1944, os Aliados conseguiram chegar ao campo alemão de trabalhos forçados onde ela e alguns de seus familiares lutavam para permanecer vivos.

Sob ameaças constantes de fome, tortura e morte, Alla lembra de momentos da infância que passou ajoelhada, sentindo a presença de Deus. Como sobrevivente da guerra, ela decidiu que o encontraria novamente.

Tocante e inspiradora, esta é a história real de uma garota que, em meio às tristezas assoladoras da guerra, conheceu o Deus da esperança e do livramento.

 

Universitários

Crer faz bem, Júlian Melgosa

Você sabia que uma vida de oração, uma atitude de gratidão e alegria, assim  como o espírito de perdão podem influenciar tremendamente toda a sua saúde? Até a frequência aos cultos na igreja e a leitura da Bíblia estão intimamente relacionados à saúde, à felicidade e à longevidade.

Em Crer Faz Bem, o psicólogo Julián Melgosa utiliza pesquisas e relatos pessoais para revelar os benefícios surpreendentes que todos podem obter vivendo a vida cristã. O próprio Jesus Cristo promete que aquele que se dispuser a segui-lo receberá “cem vezes mais, já no tempo presente” (Marcos 10:30).

O autor destaca que essas bençãos não são exclusivamente materiais. Elas também estão relacionadas ao exercício da sabedoria, da resiliência e da perseverança. O resultado disso pode ser traduzido em boa saúde, felicidade e bem-estar. É o que demonstram inúmeras pesquisas científicas. Analise os fatos e encontre a comprovação em sua vida.

 

Mapa do tesouro.pngAventureiros

Mapa do Tesouro, Eduardo Rueda

Já pensou se você pudesse saber o que vai acontecer no futuro? Pois saiba que isso é possível! O Apocalipse é o livro da Bíblia que conta a história do povo de Deus desde a época de Jesus até o tempo do fim. Fala de coisas que já aconteceram e de outras que vão acontecer muito em breve.

Ele está repleto de enigmas e personagens surpreendentes: animais com várias cabeças, estrelas caindo do céu, anjos superpoderosos, uma cidade toda de ouro e muito mais. Aperte os cintos e prepare-se para uma viagem pelo livro mais fantástico de todos os tempos!

 

1- Alberto

Como crianças…

cwpywwh8bici54a3i1t4hfkpc

“e disse: “Eu lhes asseguro que, a não ser que vocês se convertam e se tornem como crianças, jamais entrarão no Reino dos céus”. Mateus 18:3

Esse é um daqueles versos bíblicos que a gente decora nos primeiros anos na escola sabatina e que parece bem simples de entender à primeira vista, mas que a gente só compreende toda a profundidade de significado com o passar dos anos. E essa semana eu consegui entender um pouquinho mais do significado dele e gostaria de compartilhar com vocês.

Uma das minhas atividades favoritas é cozinhar. E geralmente quem gosta de cozinhar gosta também de assistir programas de culinária. Bem, esse é o meu caso, rs. Há umas três semanas eu comecei a assistir aquele programa chamado Master Chef. Eu sei que na verdade já até acabou a segunda temporada, mas não riam de mim, é que na verdade nós não temos TV em casa, então algumas coisas acabam passando batido.

Semana passada começou mais uma temporada do programa, só que dessa vez os competidores são crianças de 8 a 13 anos. E o que mais me impressionou não foi a enorme habilidade culinária das crianças (a de algumas, maior até que a minha, rs. Até hoje não sei fazer suflê, rs) ou mesmo a extrema concentração em que eles trabalham, e sim o espirito de amizade e cooperação entre eles.

Só para citar dois exemplos. Uma das meninas de 8 anos estava fritando um peixe na frigideira e por um descuido deixou o peixe cair no chão. Assim que o menino do lado notou o que tinha acontecido ele procurou um pedaço de peixe nas coisas dele e deu para a colega terminar o prato. Outro caso foi de um garotinho que errou o ponto dos ovos e precisaria refazer a receita, só que ele não tinha mais ovo suficiente para refazer. Ele virou para o colega de trás e pediu um ovo, mas ele também ia precisar dos ovos. E o que ele fez? Disse que não podia dar o ovo? Não! Ele foi no amiguinho do lado e pediu o ovo para dar para o outro colega! Ou seja, ele não tinha, mas não podia deixar o coleguinha na mão! Além desses tem vários outros exemplos de companheirismo, nem parece que as crianças estão disputando uma viagem para a Disney. Atitudes muito diferentes das que são vistas na competição dos adultos, onde a maior parte dos participantes faz de tudo para puxar o tapete do outro.

Quando paro para pensar nessas coisas fico me perguntando, onde foi parar essa generosidade que quase todas as crianças possuem? Em que parte do caminho ela se perdeu? Essa é só uma das características requeridas dos candidatos a cidadãos do céu. Outras são simplicidade, facilidade em perdoar, compaixão, sinceridade… e olha só! Todas essas características estão presentes na maioria das crianças. Esse certamente é um dos motivos pelo qual Jesus falou que se não fôssemos crianças, não entraríamos no Reino dos Céus!

1- Éveni

Jovens são ouvidos no Concílio Quinquenal da DSA

12190806_906625362726690_2577194628592347430_n

Está acontecendo nesta semana o Concílio Quinquenal da Divisão Sul-Americana. Entre as principais atribuições desta comissão está nomear os administradores das Uniões com status de união-missão (que são 12 de 16), fazer mudanças necessárias nos departamentos da própria DSA e discutir estratégias e definir metas para o trabalho da Igreja na América do Sul pelos próximos 5 anos.

Um momento diferente fez parte das reuniões de ontem. Apesar de ser desconhecida a forma de seleção, um grupo de adolescentes de 11 a 18 anos foi chamado para dizer aos delegados da comissão a sua opinião sobre “como tornar a igreja mais relevante”.

O site oficial de notícias da Igreja, ASN, publicou ontem algumas das sugestões que os jovens fizeram: “os líderes da igreja local precisam aceitar as novas gerações”, “a igreja precisa ser mais simples e mais alegre”, “a igreja precisa dar mais oportunidades para os jovens trabalharem”.

Porém, o pastor Ted Wilson (presidente da Associação Geral da Igreja Adventista) publicou em sua página do Facebook alguns outros comentários, que acho extremamente relevante pontuar: “viva o que você prega como pastor”, “não tenhamos um posicionamento hipócrita na igreja”, “nossos pés estão na terra, mas nossos olhos precisam estar focados no céu”, “pais e filhos devem participar juntos das atividades da Igreja”, “vamos prosseguir com a missão de salvar almas”, “escolham corretamente os líderes de jovens, que saibam o que estão fazendo”, “mostrem Jesus de maneiras práticas”, “perguntem aos jovens o que eles gostariam nos eventos e serviços da igreja”. (tradução livre)

Imagem1

Fiz questão de trazer as adições do pastor Ted Wilson porque elas mudam um pouco o quadro mostrado pela ASN. Ele nos fez abrir os olhos para alguns pontos muito importantes!

Frases como “viva o que você prega como pastor”, “não tenhamos um posicionamento hipócrita na igreja”, “mostrem Jesus de maneiras práticas” e, principalmente, “escolham corretamente os líderes de jovens, que saibam o que estão fazendo” nos mostram que os jovens estão atentos às escolhas da Igreja e não estão satisfeitos com elas! Isso porque, pelo contexto, eles não estão vendo em seus líderes alguém que mostre Jesus em seus atos, que vive o que prega e muito menos que demonstre saber o que deveria saber!

Isso nos prova o que há muito ouvimos falar nos treinamentos do Clube: os juvenis/adolescentes percebem as coisas. Eles notam quando algo é feito de coração ou não. Eles percebem as incoerências entre discurso e prática muito melhor do que imaginamos. Eles percebem quando o líder não está preparado para a função. Sobre nós repousa a sagrada responsabilidade de cuidar dos desbravadores que Deus nos confiou, precisamos fazer esse trabalho com muito zelo.

Declarações como a desses adolescentes e jovens não deixam de ser incômodas. A Igreja em todas as suas esferas, desde a comunidade local até a Associação Geral, precisa ter consciência da força da juventude, mas precisa também compreender que essa força só será usada para o bem se receber o direcionamento adequado.

1-Alberto

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...