Archive | September 2015

Especialidade de Mensageira de Deus

programa-mensageira-deus-950x535
Você conhece a especialidade de Mensageira de Deus? Se não, não se preocupe, ela é realmente bem recente, foi lançada pela DSA este ano e de uma forma, digamos, atípica. Mas vamos conhecê-la!

Na verdade, trata-se de uma tradução da especialidade God’s messenger, da Associação Geral. Aqui na DSA, ela foi lançada como parte das comemorações ao centenário do Espírito de Profecia.

Como dissemos, ela é um pouco diferente das especialidades que estamos acostumados. Isso porque, até o momento, não foram divulgados os requisitos dela. Apesar disso, há um programa bem elaborado para a sua obtenção. A própria Divisão disponibilizou no site oficial os materiais necessários para a conclusão desta especialidade, confira abaixo:

Esta é a apresentação em PowerPoint que será usada durante toda a instrução. Você pode baixá-la AQUI. A forma de instrução que foi proposta é bem dinâmica. Há um roteiro completo com todas as falas (download AQUI), interagindo entre 3 personagens. Ao ler o roteiro, vocês verão quando usar cada um dos slides.

Por último, e o que atestará o cumprimento da especialidade para a obtenção da sua insígnia, temos o caderno de atividades (download AQUI). Conforme consta no próprio roteiro, os desbravadores deverão completá-lo ao longo da instrução. Ao final, os desbravadores que concluírem as atividades propostas estão aptos a receber a insígnia da especialidade!

Gostou da novidade? Seu Clube já fez a instrução dela? Conte-nos como foi a sua experiência!

1-Alberto

Orientações do Ministério de Desbravadores – OMDs

omd-desbravadores-1dsa

Com a publicação do novo Manual Administrativo do Clube de Desbravadores, em 2013, ficou instituída a Orientação do Ministério de Desbravadores – OMD (p. 104). Trata-se de um veículo oficial da Divisão Sul-Americana para a regulamentação de procedimentos oficiais.

Desde então, a DSA já publicou 11 OMDs, que versam principalmente sobre ajustes nas classes. Outros assuntos, como a regulamentação do uniforme de gala para casamento e alterações no próprio Manual Administrativo, também foram objeto de algumas OMDs.

O objetivo da OMD é agilizar o processo de regulamentação e ajuste de materiais oficiais. Assim, como líderes, devemos estar atentos a essas publicações, para as cumprirmos em nossos Clubes.

Assim, para ajudá-los, nossa Equipe criou essa página, onde colocaremos todas as OMDs em vigor. Aqui, colocaremos o corpo do texto de cada uma delas. Caso queira baixar o documento oficial, basta clicar na numeração de cada uma.

A página estará sempre acessível através do ícone aqui ao lado direito da tela.

OMD 2013/001, de 5/8/13

ALTERAÇÃO – CARTÕES DE CLASSES

A partir desta data estabelecemos as seguintes modificações nos seguintes Cartões de Classes de Desbravadores:

PIONEIRO

Classe Avançada – Pioneiro de novas fronteiras

Item 5: Ordem Unida = Removido/Excluído desta Classe.

Item 12: Artes e Habilidades Manuais = Removido/Excluído desta Classe.

EXCURSIONISTA

Classe Regular

  1. Organização e Liderança

Item 4: Ordem Unida = Transferido para a Classe Avançada – Excursionista na Mata.

VIII. Arte de Acampar

Item 2: Pioneirismo alterado para Pioneirias – AR101

Item 3: Vida Silvestre = Transferido para Classe Avançada – Excursionista na Mata.

GUIA

Classe Regular

  1. Organização e Liderança

Item 4: Orçamento familiar = Transferido para Classe Avançada  – Guia de Exploração.

VIII. Arte de Acampar

Item 5: Liderança campestre = Transferido para Classe Avançada – Guia de Exploração.

 

OMD 2013/002, de 5/8/13 (atualizada em 2/5/14)

ALTERAÇÃO – CARTÃO DE LIDERANÇA

A partir desta data estabelecemos as seguintes modificações no Cartão de Liderança de Desbravadores:

INCLUSÃO

Fica determinado que os candidatos as Classes de Liderança somente poderão iniciar uma nova classe de liderança após um ano, no mínimo, de experiência na classe investida.

EXCLUSÃO

Cartão – Líder

  1. CAPACITAÇÃO

Item 1: Removido

  1. Fazer o cartão Medalha de Bronze

Cartão – Líder Máster

VII. CAPACITAÇÃO

Item 1: Removido

  1. Fazer o cartão Medalha de Prata

Cartão – Líder Máster Avançado

  1. CAPACITAÇÃO

Item 1: Removido

  1. Fazer o cartão Medalha de Ouro

 

OMD 2013/003, de 5/8/13

MANUAL DO UNIFORME

A partir desta data estabelecemos a seguinte orientação referente a saia feminina de Desbravadores:

TEXTO ORIGINAL

Saia conforme modelo na cor verde petróleo em tecido Terbrin ou Gabardine. Com uma prega macho na frente, zíper atrás, 6 passadores, com 4×1,5cm com duas pences dianteiras e duas traseiras, a base da é 3cm acima do joelho. O uso de bolsos embutidos na costura lateral é opcional.

ALTERADO PARA

Saia conforme modelo na cor verde petróleo em tecido Terbrin ou Gabardine. Com uma prega macho na frente, zíper atrás, 6 passadores com 4×1,5cm com duas pences dianteiras e duas traseiras, a base da saia é no joelho, nem acima e nem abaixo. O uso de bolsos embutidos na costura lateral é opcional.

 

OMD 2013/004, de 3/3/13

DESFILES CÍVICOS NO SÁBADO

Como o Clube de Desbravadores é organizado pela Igreja Adventista do Sétimo Dia e dirigido por membros adventistas batizados, seguimos a orientação bíblica de separar o sábado para o descanso e atividades religiosas.

Também participamos de atividades de ajuda ao próximo que incluem alguns projetos comunitários, visitas a hospitais, creches e asilos; e ainda, de algumas atividades na natureza para desfrutar a criação de Deus.

Desfiles cívicos não estão contemplados nas atividades acima. Por isso, recomendamos que os Clubes evitem os mesmos no sábado.

Somos totalmente favoráveis e incentivamos os Clubes de Desbravadores a participarem de Desfiles Cívicos no Dia da Independência ou em comemorações da própria comunidade, desde que sejam em outros dias da semana.

Entendemos que a direção dos Clubes poderá descobrir atividades alternativas que honrem o sábado quando o desfile coincidir com este dia.

“Se desviares o teu pé do sábado, de fazeres a tua vontade no meu santo dia, e chamares ao sábado deleitoso, e o santo dia do Senhor, digno de honra, e o honrares não seguindo os teus caminhos, nem pretendendo fazer a tua própria vontade, nem falares as tuas próprias palavras, então te deleitarás no Senhor” (Isaías 58:13-14).

 

OMD 2013/005, de 20/10/13

CARTÃO DE CLASSE

COMPANHEIRO

Classe Avançada – Companheiro de Excursionismo

Item 11: Excursionismo pedestre = Alterado para Excursionismo pedestre com mochila – AR 056

 

OMD 2014/006, de 3/2/14

VALIDADE – CARTÃO DE LIDERANÇA

O Cartão de Liderança antigo encerrou seu prazo de validade no Campori Sul-Americano da DSA, para os que queriam ser investidos.

A partir de 11/01/2014 somente o novo cartão que foi lançado em 2012, tem validade para todos os candidatos a investidura nos níveis:

Líder

Líder Máster

Líder Máster Avançado

Pastas apresentadas no Campo/União/Divisão com o cartão antigo devem ser devolvidas com a orientação de serem atualizadas com o Cartão de Liderança vigente.

 

OMD 2014/007, de 2/5/14

CARTÃO – AMIGO E PESQUISADOR

Os Cartões de Amigo e Companheiro sofreram as seguintes alterações:

AMIGO

Seção V – Item 1 – Passa a ter 3 opções de Especialidades, incluída a opção: Nós e Amarras.

LEIA-SE:

  1. Completar uma das seguintes especialidades:

Natação principiante I

Cultura física

Nós e Amarras

PESQUISADOR

Classe Avançada – Pesquisador de Campo e Bosque –excluído o item 11.

  1. Completar a especialidade de Excursionismo pedestre com mochila.

 

OMD 2014/008, de 2/5/14

UNIFORME DEPARTAMENTAL MDA

ATENÇÃO

Exclarecemos que o Uniforme de Departamental do Ministério de Desbravadores e Aventureiros conforme Regulamento do Uniforme da D.S.A. é para aqueles que estiverem no exercício desta função.

Assim sendo, a túnica verde (Desbravadores) e azul (Aventureiros) é de uso exclusivo do Diretor do Ministério de Desbravadores e Aventureiros.

 

OMD 2014/009, de 1/8/14

UNIFORME ESPECIAL E EXCLUSIVO PARA CASAMENTO (para líderes)

A partir desta data fica estabelecido e liberado, a quem interessar e mediante as exigências abaixo, o uso opcional do Uniforme de Casamento.

Formulário: Enviar o formulário oficial para pedir a autorização de Casamento com o Uniforme de Desbravador, até um mês antes da cerimônia.

Autorização: O Líder investido deverá solicitar autorização por escrito através do MDA do Campo, que enviará para a União e esta para a DSA. Somente a DSA poderá autorizar o uso.

Uniforme especial e exclusivo para Casamento: Camisa branca, gravata preta, Lenço de Líder e o blazer branco com os emblemas, insígnias, distintivos, tiras e galão colocados na mesma posição que usados na camisa, conforme o nível de liderança que atua. A calça é a mesma do uniforme de gala – oficial. Não poderá usar a Faixa de Especialidades.

Quem pode usar: Somente o líder investido e que esteja em atividade no Clube ou Associação/Missão.

Quando: Este uniforme será usado uma única vez e exclusivamente no dia do casamento.

Compromisso: Fica estabelecido e conhecido de todos que este uniforme NÃO poderá ser usado para qualquer outra ocasião.

 

OMD 2014/010, de 17/11/14

MANUAL ADMINISTRATIVO DE DESBRAVADORES

Retificamos o MAD – Manual Administrativo dos Desbravadores, na página 28 no que se refere aos Ideais.

O PROPÓSITO não faz parte dos Ideais dos Desbravadores. Ele pertence ao Ministério Jovem.

Assim sendo, os Ideais dos Desbravadores são: Alvo, Lema, Objetivo, Voto, Lei, Voto de Fidelidade à Bíblia

 

OMD 2015/011, de 1/6/15

IDADES DA DIRETORIA E LIDERANÇA DE CLUBES

A partir desta data oficializamos que:

  • Diretor de Clube de Desbravadores deve ter idade igual ou superior a 18 anos.
  • Conselheiro de Unidade e outras funções de liderança no Clube podem ser exercidas por pessoas com idade de 16 anos ou mais.

Assim sendo:

  • O Diretor do Clube é o responsável legal pelos juvenis quando em atividades oficiais: reuniões, acampamentos e projetos em Unidades ou em geral.
  • O ideal é que a maioria dos líderes do Clube (Diretores Associados, Secretária, Instrutores e Conselheiros de Unidade sejam maiores de idade. Mas na falta de pessoas com mais experiência, o Diretor é o líder com responsabilidade para representar o Clube perante as autoridades.
  • Nenhuma atividade do Clube deve ser desenvolvida sem a presença de um adulto (maior de idade). Qualquer atividade externa realizada por uma Unidade ou Clube só se efetivará com a presença de um líder maior de idade. Se, por exemplo, uma Unidade tem um Conselheiro com idade entre 16 e 17 anos, ela, a Unidade, só poderá fazer atividades em praças, acampamentos, projetos comunitários, caminhadas etc., com a presença de alguém da Diretoria maior de idade.

1- Equipe

Dia mundial do desbravador 2015 – ideias para o JA

dia-mundial

Tema: A escolha impossível

O programa da tarde deste sábado será dividido em cinco atos, mesclando as encenações com o programa dirigido.

Segue abaixo a proposta:

Cenário: O mesmo usado no sábado pela manhã.

Louvor (escolher três músicas)

Oração inicial

Ato 01

Entra André no escritório (o mesmo desbravador que trouxe os pães e peixes na peça da manhã). Ele senta no sofá e começa a falar sozinho:

André (desbravador): Como eu gostaria que minha família se tornasse cristã, às vezes é tão difícil ser o único cristão em casa. Vejo minha família passando por dificuldades que são intransponíveis, mas tenho que acreditar que Deus pode fazer milagres.

André fica folheando um livro, e olha no relógio.

André: Nossa, já está quase na hora, eu preciso ir para a reunião do Clube! Hoje será uma atividade ao ar livre, preciso terminar de arrumar minhas coisas.

André sai de cena apressado.

Líder (apenas narração): Bem desbravadores, hoje durante nossa atividade, nós iremos atravessar um rio, na reunião passada nos já construímos nossa embarcação e agora iremos fazer essa prova prática, para vermos se a construção de vocês ficou bem feita. Então a primeira unidade já pode seguir.

Entra uma unidade pelos fundos da Igreja com o barco (o mesmo usado no sábado pela manhã).

Desbravadores (unidade no barco): 1, 2, 3, Rema, Rema, Rema, Rema. (falando sincronizado).

Desbravador (capitão da unidade): Vamos lá, unidade! Estamos quase lá!

Desbravadores (unidade no barco): Rema, Rema, Rema (falando sincronizado).

Os Desbravadores param o barco, lá na frente e descem para o cenário da vegetação.

Líder (apenas narração): Muito bem, a primeira unidade já foi, pode ir a próxima.

________________ Fim do Ato 01 ________________

 Mensagem musical especial (um desbravador)

 Ato 02

Entra um senhor de terno e gravata e senta-se à mesa do escritório. Passa alguns momentos e chega outro homem também de terno.

Roberto (chefe que veio para uma reunião): Oi Claudio, tudo bem? Estava passando hoje pela empresa e gostaria de trocar umas palavrinhas com você.

Claudio (na mesa de atendente): Oi Sr. Roberto, que prazer encontrar o senhor! Vamos, entre, fique à vontade. O senhor aceita um café ou uma água?

Roberto: Não, não, obrigado, estou bem. Só precisava ver um assunto contigo, também não posso demorar muito, porque minha esposa está esperando para irmos almoçar.

Roberto senta-se (a sugestão é colocar a mesa em uma posição de forma que nenhum dos dois fique de costas para o público).

Roberto: Claudio, você é um dos nossos diretores mais experientes, trabalha conosco há alguns anos. E você sabe que temos passado por algumas crises, a economia do país está bem desequilibrada e temos buscado algumas alternativas para que a empresa continue faturando, e nós também.

Claudio: A crise realmente tem diminuindo muito o nosso número de vendas, até mandei para o senhor o último relatório que aponta bem esses índices. Eu estou realmente preocupado.

Roberto: Então, Claudio, justamente analisando esses números que fiquei pensando o que poderíamos fazer, foi aí que surgiu uma oportunidade na qual vou precisar do seu total comprometimento. E já adianto desde já que você poderá ter uma boa recompensa com essa transação.

Claudio: Como assim, Roberto, eu não entendi bem, que transação seria essa? Que ganhos são antes?

Roberto: Vou ser bem direto com você, o governo do Estado tem um contrato para fechar conosco, onde temos a possibilidade de termos alguns ganhos especiais, tanto a empresa quanto você. Estive com o governador pessoalmente ontem e se concretizarmos essa transação, você pode receber algo em torno de 1 a 2 milhões que podemos depositar em uma conta que você indicar. Só que para termos êxito nesse processo, preciso que você nos ajude em todas as etapas da licitação.

Cláudio: Mas, Roberto, isso é muito arriscado, não gosto de fazer essas coisas.

Roberto: Deixe de ser medroso homem, eu sei que você é muito bom com relatórios e números, vamos dizer que você cometeu um pequeno erro no relatório, errar é humano e ninguém precisa ficar sabendo.

Claudio: Ai, Roberto, não sei não…

Roberto: Cláudio, se você não participar mostra que você não está comprometido com essa ou qualquer outra empresa. Faz assim, pense e me dê a resposta amanhã. Eu te ligo.

Claudio: Tudo bem! Vou pensar e amanhã nos falamos então.

Os dois se despedem e Roberto deixa a sala. Claudio continua sozinho na sala…

Claudio: Nossa! O que fazer agora? É uma oportunidade única e são dois milhões de reais, com esse valor daria para finalmente reformar a casa e fazer aquela viagem com a família para a Europa que tanto queríamos. Mas eu não gosto dessa situação toda. Mas se eu não concordar vou perder a confiança do Sr. Roberto, e ele vai acabar colocando outro no meu lugar que faça. O que fazer?

Claudio: O que é isso (olhando para um envelope na mesa)?

Ele abre o envelope.

Claudio: É um livro. Viva com Esperança. Título interessante.

Olha para o relógio.

Claudio: Preciso ir almoçar.

Sai levando o livro.

________________ Fim do Ato 02 ________________

Continue reading

1 milhão de pães em 1 hora

paes-720x300

Amigos líderes! Faz parte das comemorações do Dia Mundial dos Desbravadores deste ano a participação de todos os desbravadores da Divisão Sul-Americana no projeto 1 milhão de pães em 1 hora! Aproveitando o tema do sermão oficial, a DSA propôs um projeto simples e efetivo que dará um sentido prático à mensagem da manhã. Para que tudo ocorra bem, aqui vão algumas dicas que a própria Divisão divulgou em seu site oficial. Não deixe seu Clube fora dessa!

  1.  O que é?
    O desafio “1 milhão de pães em 1 hora” é parte das atividades do Dia Mundial do Desbravador, que na América do Sul tem como inspiração neste dia a multiplicação dos pães que Jesus fez. Um menino entregou ao Salvador seus 5 pães e 2 peixes que foram multiplicados para alimentar uma multidão. Os 200.000 desbravadores da Divisão Sul Americana estarão alimentando os necessitados. Cada um entregando 5 pães, totalizando então 1 milhão de pães.
    Queremos envolver também os pais e a igreja para que façam o mesmo. Se você comeu um pão de manhã, porque não pode entregar 5 pães aos carentes ao meio-dia?
  2. Como?
    Há três maneiras diferentes de conseguir os pães:
    A) Cada desbravador pede ao seu pai que compre ou doe o dinheiro correspondente a 5 pães.
    B) O Clube desenvolve a especialidade de Panificação e ensina aos desbravadores a arte de fazer pão. Todo o Clube junto prepara e assa os pães que serão distribuídos com muita alegria, porque foi feito por eles próprios.
    C) Cada desbravador pedirá ajuda a sua mãe para juntos prepararem os pães em casa mesmo. No sábado de manhã, cada um trará o seu próprio pacote de pães para a distribuição.
    As famílias da Igreja também podem ser desafiadas a fazer o mesmo (prepararem os pães em casa ou comprarem) e se unirem aos desbravadores na visita aos lugares carentes.
  3. Quando e Onde?
    19 de Setembro de 2015 é o Dia Mundial do Desbravador, nesta data, após o culto, ao meio-dia, todos devem entregar os pães juntamente com folhetos ou livros missionários.
    Previamente, os líderes devem escolher as comunidades carentes, bairros ou favelas, creches ou asilos, famílias cadastradas pela ação social da Igreja (ASA). No sábado, dia 19/9, os desbravadores, juntamente com seus líderes, pais e membros da Igreja visitarão esses locais para entregarem os pães com materiais missionários.
    Não se esqueça de registrar com fotos e postar no site www.desbravadores.org.br e tuitar com #1milhaoem1hora
  4. Textos do Espírito de Profecia:
    “Exige reflexão e cuidado o fazer um bom pão; há, porém, mais religião num pão bem feito do que muitos pensam.” CBV 302 “Multidões … anseiam por alguma coisa que não têm. Gastam o dinheiro naquilo que não é pão, e o produto do seu trabalho naquilo que não pode satisfazer.” Evangelismo 266 “Cristo, por intermédio do profeta, mandou que: “Repartas o teu pão com o faminto”, e fartes a “alma aflita”… BS 263 “Hesitamos frequentemente , não dispostos a dar tudo o que temos, temendo gastar e ser gastos por outros. Mas Jesus nos manda: “Dai-lhes vós de comer.” Sua ordem é uma promessa; e em Seu apoio está o mesmo poder que alimentou a multidão ao pé do mar.” BS 263 “Todo ato de bondade (feito aos pobres) em nome de Jesus é aceito e como se feito a Ele próprio, pois Ele identifica os Seus interesses com os da humanidade sofredora, e a Sua Igreja confiou Ele a magna tarefa de ministrar a Jesus ao ajudar e abençoar os necessitados e sofredores. A benção do Senhor repousará sobre todos que a eles ministrarem com coração bem disposto.” BS 214

1-Alberto

Dia mundial do desbravador 2015 – ideias para o culto

dia-mundial

Todos os anos, tenho o desafio de escrever alguma coisa sobre o dia mundial dos desbravadores. Essa não é uma tarefa fácil, às vezes pela questão do tempo, outras pela questão da inspiração.

Um dos idealizadores deste blog é um grande amigo, alguém que acredita e vive esse ministério de uma forma genuína e sincera. Quando comecei a ler sobre a proposta para o tema deste ano, não pude deixar de pensar nesse meu amigo, “o menino que acreditou no impossível”, muitas vezes eu já me vi desanimado com esse ministério, por uma infinidade de fatores, esse meu amigo: NÃO! Quando eu encontrava obstáculos que pareciam intransponíveis, ele sempre me dizia, esse ministério nasceu no coração de Deus, Deus irá cuidar de seu povo. Quando paro para pensar na história desse menino, essa experiência de acreditar às vezes no impossível é muito clara em minha vida quando olho para meu amigo. Não importa o que eu tenha nas mãos, se eu entregar para Cristo Ele poderá fazer coisas inacreditáveis.

O tema desse ano tocou muito fundo no meu coração, justamente por isso gostaria que a Igreja também tivesse essa real experiência. Justamente nesse ponto que fiquei martelando na minha cabeça, o que propor para os leitores do Cantinho em 2015? O que quer que seja, precisa ser algo que faça a gente acreditar no impossível quando Deus está no comando.

Vou dividir a sugestão desse ano em dois posts, o primeiro sobre a decoração e parte do programa da manhã e o segundo sobre o programa da tarde.

Vamos às sugestões:

Decoração

No centro da Igreja, na parte da frente, fazer um monte (montanha), uma sugestão é revestir uma caixa d’água virada com tecido marrom e pedras artificiais de forma que em cima possa ser colocado o púlpito. Na base da montanha montar uma espécie de vegetação gramada com árvores artificiais, se você tiver um tapete de grama sintética será ótimo.

No corredor central, faça uma espécie de mar, com TNT AZUL, ou outro tecido de forma que ele termine no início da sua colina.

Monte um barco grande como na proposta do programa, que caiba 12 desbravadores dentro, faça o mastro com o triângulo dos desbravares.

Do lado direito da colina montar uma fogueira, continuando a vegetação rústica. Uma espécie de área para reunião de um acampamento. Do lado esquerdo montar um escritório com mesa e sofá (foto exemplo).

 

Escritório

Programa

Faça uma bela recepção na igreja, com desbravadores uniformizados. Prepare bem o louvor desse dia, mensagem musical, organize a entrada dos seus desbravadores (caso opte por fazer), enfim, prepare todas as partes do programa conforme o manual.

No início do programa do culto, antes do inicio do sermão: 12 desbravadores (os de 15 anos) devem entrar pelo centro da Igreja vestidos de desbravares como se estivessem remando e param o barco lá na frente na base da colina. Eles descem e sentam ao redor de uma fogueira que terá do lado direito do palco da Igreja. Um líder do Clube começa a falar:

Líder: Desbravadores, já faz 65 anos que esse programa do Clube de Desbravadores existe, e foi justamente em um acampamento como este, onde jovens estavam reunidos em volta de uma fogueira, que eles ouviram falar de John Fremont.

Desbravador 1: John o quê?

Líder: John Fremont foi um engenheiro, explorador, botânico e político dos Estados Unidos. Fez parte do Corpo de Engenheiros Topógrafos dos Estados Unidos. Pertencia a um grupo de indivíduos chamados desbravadores, dispostos a resistir a coisas incríveis em busca de aventuras e riquezas. Foi num acampamento como este que um grupo de jovens ouviu falar pela primeira vez sobre esse homem, e sobre essa palavra Desbravadores. A mente daqueles jovens viajou ouvindo as histórias das explorações de Johan Fremont e de como ele vivia aventuras incríveis.

Desbravador 1: Nossa que interessante, continue…

Líder: Pouco depois daquele acampamento com a história de John Fremont, a Associação Sudeste da Califórnia realizou seu primeiro acampamento para jovens e juvenis e deu-lhe o nome de Acampamento de Desbravadores Jovens Missionários Voluntários. A partir daí, o nome Desbravador foi tomando força, e passaram-se vários anos até que, em 1950, o Clube de Desbravadores foi oficializado na Igreja Adventista. Hoje, 65 anos depois, podemos dizer que os desbravadores estão presentes em todo o mundo, desde o extremo norte, em Nordkapp, na Noruega, até Ushuaya, no extremo sul da Argentina.

Desbravador 1: Nossa! Tem Clube em tantos lugares assim? Somos um grupo muito grande então!

Líder: Sim, somos um grande grupo, mas ainda temos muitos desafios: ainda há lugares nos quais se constitui um verdadeiro desafio formar um Clube de Desbravadores. Em fevereiro, foi realizado o 1º Campori de Desbravadores dos países do Golfo da Arábia. Sete países se fizeram representar: Emirados Árabes Unidos, Bahrein, Oman, Kuwait, Qatar, Iémen e Arábia Saudita. Enquanto isso, no ano passado (2014), nós aqui na Divisão Sul-Americana reunimos 35.000 desbravadores no 4º Campori. Esse 1º Campori do Golfo da Arábia, com sete países, contou com a presença de 150 desbravadores e aventureiros. Para que você não duvide, vou mostrar esse cartaz como o número escrito: cento e cinquenta DESBRAVADORES e AVENTUREIROS no Campori.

Desbravador 3: Caramba! Só 150 desbravadores, junto com os aventureiros. Este número aqui para nós é o número de desbravadores de um distrito ou até de algum Clube.

Líder: Para vocês verem como é desafiante. O grande desafio naquela região é encontrar líderes nativos que possam assumir a liderança. Mas a Bíblia lembra: “Não desprezeis esse começo humilde porque os olhos do Senhor se alegram vendo o trabalho começar” (Zc 4:10 – Bíblia Viva). Sabemos que é uma semente que está sendo plantada e com o tempo vai crescer dando muitos frutos e abrindo portas para que muitos jovens e muitas pessoas possam conhecer mais sobre os desbravadores e também sobre a graça de Deus.

Desbravador 4: Mas sabe de uma coisa? Ouvindo essa história comecei a refletir no seguinte: o início do movimento dos desbravadores foi bem pequeno e hoje já ouvi dizer que passamos de um grupo de mais de 1.530.000 desbravadores em todo o mundo.

Desbravador 2: Exatamente, temos certeza de que, naqueles países do oriente, os desbravadores se multiplicarão e terão uma participação efetiva na conquista de pessoas para o reino de Deus.

Líder: Isso mesmo, esse ministério não é nosso, ele nasceu no coração de Deus.

Continuam conversando em volta da fogueira, a cena muda

No escritório, a mãe entra para fazer a leitura de um livro no sofá.

Filho pequeno (mais ou menos 9 anos) entra correndo.

Filho (Marcelo) [chateado, com voz de choro]: por que eu não pude ir com o Felipe acampar? Eu também queria ter ido.

Mãe: Calma filho, vem aqui com a mamãe, senta aqui comigo.

Marcelo: Eu sempre fico de fora, por que eu não posso ir? [resmungando: eu sempre fico de fora].

Mãe: Marcelinho, você ainda não tem idade para participar dos desbravadores, o seu dia vai chegar ainda, mas não fique triste, mesmo pequeno como você é, Deus pode usá-lo.

Marcelo: Deus pode me usar, mesmo sendo tão pequeno?

Mãe: Claro que sim meu filho, inclusive, isso me faz lembrar de uma história. A história de um menino bem pequeno, que na época em que ele vivia não era muito valorizado. As crianças naquela época não eram importantes. Mas ele ouviu falar de Jesus, e decidiu ir até onde Ele estava, no meio dos adultos, porque ele queria ouvir Jesus falar. Esse menino acreditou naquilo que era impossível, uma criança participou de um verdadeiro milagre. Deixe-me contar a história: certo dia Jesus subiu até um monte e começou a ensinar…

Muda a cena e o pregador da manhã (de uniforme de gala branco) chega até o púlpito que está no alto da montanha.

Líder: Bem, vamos todos nos sentando que já vamos começar.

Vários adultos chegam e senta ao redor da montanha, para ouvirem o sermão, entre eles um desbravador, o menor do seu Clube.

Os 12 desbravadores que representam os discípulos também se assentam juntos (esses precisam ser os maiores do Clube, de preferência os de 15 anos).

O líder começa o sermão.

Num dado momento, quando chegar na parte da história sobre a multidão, a seguinte cena acontece:

Desbravadores (discípulo 1): “Senhor, temos que dar um break!”, já estamos aqui há muito tempo, já estamos com fome, e esse povo todo também (aponta para a multidão e Igreja), vamos mandá-los para casa para poderem fazer um lanche.

Líder: Não posso mandá-los para casa agora, ainda tenho muito que falar, nem comecei o meu sermão direito. Já sei, tive uma ideia! “Vocês devem dar-lhes de comer”.

Desbravador (discípulo 2) [Assustado]: Como é que é? Nós temos de dar o que comer a eles?

Líder: Isso mesmo.

Desbravador (discípulo 2): O Senhor já viu quantas pessoas são? Não podemos sair para comprar nada, e ainda estamos acampando, e não temos ingredientes para fazer comida para tanta gente.

Desbravador (discípulo 4): Ninguém tem dinheiro aí? Será se fizermos uma vaquinha, não dá para comprar alguma coisa?

Desbravador (discípulo 5): Já conferi aqui com todos, não temos nada. Ninguém imaginou que isso pudesse acontecer.

Líder: Filipe, você que mora aqui na região, sabe de algum lugar onde poderíamos comprar pão pra essa gente? Será que não tem uma padaria que poderia tirar, de uma só fornada ou duas fornadas, 5.000 (coloque o número de membro da sua igreja) pães?”

Desbravador (Filipe): Além disso, a mesada de todos nós juntos não seriam suficientes. Vamos supor que compremos cada lanche por R$ 8,00 (o que não é caro). Essa multidão toda de 5.000 (coloque o número de membros da sua igreja) daria 40 mil reais. “Senhor, simplesmente: im…possível. Nada feito Senhor. Vai dá não. Melhor mandar cada um ir de volta pra casa.

Desbravador (discípulo 4, André): Eis aqui um menino. [traga o menor desbravador do grupo, com uma cesta], ele tem 5 pães e 2 peixes.

Desbravador (discípulo 6): [risada] Você ficou louco André? Como assim 5 pães e 2 peixes? Você acha que isso será o suficiente para alimentar 5 mil pessoas? Cada um que me aparece, deve ter levado muito sol na cabeça. [risada deboxada].

Desbravador (discípulo 7): Ô, André! Não acredito. Essa não! O que é que você quer com esse garoto com um cesto, cinco pães e dois peixes? Você não entendeu, André? São 5 mil pessoas. Deixe o garoto em paz!.

Líder: Traga o menino aqui. [Pega o cesta na mão, levanta pro alto e faz uma oração]. Tragam os cestos, vamos alimentar essa multidão.

Cada discípulo traz um cesto, líder vai repartindo o pão e colocando um pedaço em cada cesto. O cesto já deve está cheio de pães.

Líder: Entreguem à multidão.

Prepara um minipão como lembrança para cada membro da Igreja. Entregar junto com um cartão, dizendo algo mais ou menos assim: “faça você também alguém acreditar no impossível, traga 1 pão hoje à tarde, para que o Clube de Desbravadores possa distribuir a famílias carentes”. O legal é dias antes do programa você fazer a especialidade de Panificação com os desbravadores, e eles mesmos prepararem os pães.

Desbravadores discípulos saem com os cestos pela Igreja entregando os pães.

Cena volta para o sofá (enquanto os desbravadores discípulos entregam os pães para a Igreja)

Marcelo: Nossa mãe, que história! Um garoto tão pequeno ajudou Jesus alimentar uma multidão.

Mãe: Está vendo só, meu filho, é só nós acreditarmos e entregarmos tudo nas mãos de Deus, Ele pode fazer coisas impossíveis.

Marcelo: Eu quero entregar tudo que tenho para Jesus, mãe.

Mãe: Muito bem meu filho. Tive uma ideia. O que você acha de eu prepara alguns pães e nós irmos lá ao acampamento do Filipe, para ajudarmos eles a entregarem no sábado à tarde para as famílias carentes?

Marcelo: Sério mãe, eu vou poder ir no acampamento ajudar?

Mãe: Sim, você me ajuda a fazer os pães?

Mãe e filho saem de cena

Todos se sentam

O líder continua seu sermão

Líder: Essa pequena representação é para nos dar uma ideia do que estava acontecendo naquele dia.

Continue o sermão até o final.

_________________________________ FIM _________________________________

Essa é nossa proposta para o programa da manhã deste dia mundial dos desbravadores. Usamos o programa oficial, fazendo algumas adaptações. Espero que gostem! Orem por mim, pois preciso encontrar tempo para terminar o outro post.

Obrigado a todos e que Deus esteja sempre com vocês.

1- Paulo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...