Ser membro ativo do Clube de Desbravadores, para todas as Classes

Clube de Desbravadores Bandeirantes/APlaC

Assim como para passar de série precisamos ter pelo menos 75% de frequência, no Clube de Desbravadores não é diferente. Para ser investido em qualquer classe (inclusive as de liderança), o desbravador precisa ser membro ativo do Clube.

Esse parece ser o requisito mais fácil de ser cumprido e de fato não tem nada de complexo nele. Porém, algumas vezes o avaliamos no momento errado ou da maneira errada.

Primeiramente o Clube precisa definir com a direção qual seria a frequência mínima para o desbravador ser considerado membro ativo. Isso é importantíssimo, pois, como sabemos, têm alguns que só aparecem no Clube perto de um evento grande e acabam ficando até o final. Independente do valor definido, ele deve ser cobrado. Assim ficará mais fácil avaliar, pois é só conferir a pasta da unidade para sabermos quantas reuniões ele foi ou deixou de ir.

Em relação ao momento, quando devemos avaliar e assinar esse requisito? Se é para ser membro ativo, só teremos como ter essa informação na última reunião do Clube, certo? Então, ao contrário do que é praticado pela maioria, esse requisito deve ser o ÚLTIMO a ser assinado e não o primeiro.

Como ele deve ser feito? Mais uma vez tocamos no assunto de que como líderes devemos aproveitar todas as oportunidades para ajudar os nossos desbravadores a desenvolverem as suas habilidades. É triste quando vemos apenas o desbravador indo até o diretor, ou secretário e pedir para assinar apenas por cumprir a frequência exigida (o que nem sempre é exigida).

A melhor maneira de avaliarmos esse requisito é pedir ao desbravador, na última semana de reunião, para fazer um relatório das principais atividades que ele participou no Clube, como, por exemplo, os eventos, os projetos comunitários, projetos missionários, acampamentos, caminhadas. Além disso dizer qual foi a sua função na unidade e o que ele fez de legal no cantinho da unidade. Deixe o desbravador escrever livremente, não limite a capacidade dele a apenas um parágrafo. Dê pelo menos uma folha para ele poder fazer o relatório. Ao final, se possível, peça para ele anexar uma foto de um momento legal ou marcante que ele viveu no Clube aquele ano.

Com isso nós conheceremos melhor cada desbravador e como ele está escrevendo. A habilidade de escrita é muito exigida na nossa sociedade atual (vestibulares, concursos públicos, entrevistas de empregos) e infelizmente muitos não a dominam. Mais uma vez vamos tornar o Clube de Desbravadores um diferencial na vida dos garotos. Vamos ajudá-los a aprender uma coisa que talvez os pais ou a escola não estão ensinando…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *