Procura-se pessoa criativa

ecos_-_cartaz_21x30cm_-_concurso

Quando falamos de criatividade, a maioria das pessoas admitem que não possuem esse talento. Isso se dá ao fato de as pessoas acharem que a criatividade está relacionada apenas com as artes, seja musical, plástica ou teatral. Hoje o nosso objetivo é mostrar que você é criativo! Pode ser que você ainda não tenha tido a oportunidade de desenvolver esse talento.

Mas o que é a criatividade?? O dicionário Aurélio apresenta 3 definições sobre essa palavra, mas aqui só vamos abordar as duas primeiras: 1 “capacidade de criar, de inventar”; 2 “qualidade de quem tem ideias originais, de quem é criativo”.

Na psicologia existem muitas definições sobre criatividade, mas o psicólogo Vernon apresenta uma definição mais abrangente sobre esse assunto:

“A criatividade é a capacidade da pessoa de produzir ideias, descobertas, reestruturações, invenções, objetos artísticos novos e originais, que são aceitas pelos especialistas como elementos valiosos no domínio das ciências, da tecnologia e da arte. Tanto a originalidade como a utilidade como o valor são propriedades do produto criativo, embora estas propriedades possam variar com o passar do tempo” (Vernon, 1989).

A criatividade serve para resolver problemas e para que isso ocorra precisamos de algo que chamamos de inovação. Será que as pessoas estão se tornando menos criativas com o passar dos anos? Afinal, não vemos mais grandes invenções no mundo… Não é que a criatividade tenha acabado, a questão é que faltam pessoas visionárias, a criatividade sem foco tende ao esquecimento.

Hoje as empresas estão utilizando o design thinking para ajudar no desenvolvimento da criatividade de seus funcionários. E por que não fazemos o mesmo no Clube de Desbravadores? Como foi apresentado no post Use sua criatividade em favor do Clube de Desbravadores, devemos buscar algo novo para ensinar classes, especialidades e todo o programa do Clube.

A falta de incentivos ou a falta de recursos não deve ser algo que desmotive quem quer inovar. Por que o desbravador não pode ser inovador? Com o passar dos anos as classes e especialidades sofreram algumas alterações, mas a forma de passar ainda é a mesma. Se quisermos podemos inovar, mas para que isso ocorra precisamos deixar de lado as velhas desculpas “isso já foi tentado antes”, “essa sua ideia é muito louca para ser levada a sério”, “não preciso fazer isso pois não é o meu trabalho, os pastores que pensem em algo novo”… Enquanto a liderança do Clube estiver com esses pensamento, vamos continuar com um problema que eu tenho certeza que prevalece na maioria dos Clubes: o instrutor prepara a instrução, os desbravadores não fazem o relatório (apesar de assistirem a algumas instruções) e no final do ano não investem.

No início deste post nós falamos que você era criativo e agora vamos passar 3 exercícios para provar isso.

1º pegue uma folha branca e desenhe um círculo no centro dela. Faça pelo menos 5 desenhos a partir do círculo, pode ser qualquer coisa!! Libere sua mente!

2º pegue um lápis, papel e uma caixa de cotonetes e veja o que você consegue fazer.

3º o problema de vela (Karl Dunker). Você recebeu um kit igual mostra a figura abaixo e nele tem 1 vela, 1 caixa com tachinhas e 1 caixa de fósforo e o seu desafio é pregar a vela acessa na parede. Obs.: tentem fazer o exercício sem procurar a resposta no Google!

1

Mas eu não sei desenhar!! Isso não é problema por que não estamos em um concurso, só queremos que você desperte o seu lado criativo. Faça esses exercícios com o seu Cube e envie os resultados para a gente! Queremos muito ver o que vocês desenvolveram.

O mundo evoluiu bastante, está cada dia mais difícil ter a atenção do desbravador na hora das instruções. Para vencer esse desfio precisamos nos tornar mais criativos e inovadores. Para que possamos criar algo novo e criativo precisamos conhecer bem o público que queremos atingir. Pensando nisso, a equipe do Cantinho elaborou uma planilha para que os seus desbravadores possam passar para a gente qual a opinião deles sobre os requisitos dos cartões (queremos a opinião sincera deles! Deixe que o desbravador fale, principalmente se for uma crítica. Gostaríamos de saber como ele gostaria que fosse passado o requisito, o que ele mudaria no requisito, etc.). Então clique AQUI baixe o formulário que preparamos e depois nos envie por email.

No próximo post vamos continuar falando sobre a dificuldade de atrair a atenção das novas gerações e vamos passar mais dicas pra ajudar no desenvolvimento da criatividade.

“O maior perigo em tempos turbulentos não é a turbulência em si, mas agir com a lógica do passado”. Peter Drucker

1- Andressa

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *