Como escolher a minha barraca?

Comprar uma barraca pode ser trabalhoso, mas vale a pena o esforço. A barraca é um dos itens mais importantes de um acampamento, ela será seu local de abrigo e descanso. Portanto é muito importante conhecer e escolher bem sua barraca.

O custo de sua nova barraca é dividido entre a durabilidade, o conforto e a segurança que ela te oferece, portanto pense em longo prazo, enxergue a compra da sua barraca como um investimento.

Aqui estão alguns pontos que devemos observar na hora de escolher nossa barraca:

  • Peso e tamanho. Como escolher uma barraca? Como todo material, vale a pena você pensar no uso que dará a ela. É para carregar nas costas? Então, o peso vai fazer toda a diferença. Para quantas pessoas? Lembre-se que uma barraca para três pessoas é mais pesada que uma para duas mas, em compensação, se três forem usar, o peso poderá ser dividido também em três. O problema aparece quando apenas uma pessoa vai usá-la. Quanto mais leve for a barraca, melhor. Porém não sacrifique aspectos importantes da barraca por alguns gramas. Os principais responsáveis pelo peso das barracas são o tecido e as armações.
  • Considerações sazonais. Três ou quatro estações? (Esta é uma convenção que define se a barraca é para verão, primavera e outono – três estações – ou também para inverno – quatro estações). Se você quer usá-la apenas no Brasil, a opção é de três estações. Se quer usar em alta montanha, você precisa uma de quatro estações e, muito provavelmente, com saias no sobre-teto, para poder vedá-la decentemente no frio e na neve. Por outro lado, ela será um pouco “sufocante” em um acampamento nas praias brasileiras.
  • Ventilação. A ventilação também é um item a se prestar atenção. Nosso corpo transpira o tempo inteiro e um local com boa ventilação é fundamental. Durante a noite, principalmente se a barraca estiver com a lotação máxima, a transpiração e a respiração dos usuários fará com que a barraca condense é isto que faz com que a parte interna do sobre-teto amanheça molhada. E quanto mais frio estiver, pior será (no gelo, a possibilidade da condensação congelar é muito grande, o que acaba dificultando na hora de guardar a barraca, se o calor do dia não for suficiente para derreter e secar a condensação da noite). A solução para isso é deixar todos os respiros abertos e bem ventilados durante a noite. Uma boa barraca terá ventilação eficiente mesmo com chuva. Quanto mais alta for a barraca melhor a ventilação (no entanto, mais pesada ela será). Além disso, algumas barracas possuem duas portas, o que também facilita a circulação do ar quando usadas apenas com o mosquiteiro. Aliás, falando em mosquiteiros, eles são excelentes para as noites quentes pois permitem a ventilação e impedem a entrada de bichos na barraca. A tendência atual é colocar os mosquiteiros por fora da porta, assim a pessoa poderá de dentro da barraca, fechar a porta e deixar só o mosquiteiro fechado sem abrir a barraca em nenhum momento.
  • Sobre-teto. O comprimento do sobre-teto é essencial para manter o conforto, especialmente em dias frios e chuvosos, porque o espaço que fica entre o sobreteto e a barraca propriamente dita propicia uma camada de ar que garante a manutenção da temperatura interna. Em locais frios isso é fundamental. Sem contar que em caso de chuva, como é muito comum no Brasil, o sobreteto não pode encostar na barraca porque senão o ar condensa e começa a vazar água dentro da barraca. As chuvas fortes são os melhores momentos para testar a qualidade de uma barraca. E chuva que chega sem previsão é o que mais acontece neste país. Um detalhe que poucos observam é a distância entre o chão, a altura do fundo da barraca e o término do sobreteto. Estas medidas devem combinar entre si para que não deixe a possibilidade de entrada de água.
  • Selagem das costuras. Outro item fundamental é a selagem das costuras, que pode ser por fita ou com produtos químicos. A selagem por fita dura muito mais tempo, mas em compensação deixa a barraca um pouco mais pesada e também tende a descolar com o tempo. A selagem com produtos químicos é atualmente a mais usada. As costuras devem ser seladas tanto no sobre-teto quanto no chão da barraca, protegendo-a de chuvas e umidade em geral. Este item não é apenas um detalhe, já que no Brasil (e em outros países tropicais) a incidência de chuvas é alta. Poucas coisas são mais desagradáveis do que uma noite passada em claro dentro de uma barraca que “vaza”, durante uma tempestade daquelas… As costuras são o “tendão de Aquiles” das barracas e justamente por isso costumam ser seladas pelos fabricantes. Também existe a possibilidade de comprar separadamente produtos para selar as costuras da barraca, como o impermeabilizante de costuras da Coghlans (ref. 9695), distribuído pela Trilhas & Rumos.
  • Impermeabilização. É um ítem muito importante num País como o nosso, onde ocorrem fortes pancadas de chuva nos meses de verão. A coluna d’água é uma medida do grau de impermeabilidade do tecido(nos diz se com uma chuva a barraca vira uma piscina, um brejo ou aguenta bem, rsrs). Uma barraca comum, do tipo mais econômico vendida em supermercados, tem uma impermeabilização de 400 a 600 mm de coluna d’água, bem abaixo do mínimo recomendável para o Brasil. De uma forma geral, valores entre 1000 e 1500 mm são suficientes para o clima brasileiro. Quando a barraca é exposta por mais de 200 horas ao Sol se inicia a degradação química do tratamento impermeabilizante e os próprios fios do tecido já perdem resistência. Um modo prático de se constatar isso é pela comparação entre a cor interna e a externa do tecido. Ao se notar algum desbotamento pode-se concluir que a resistência à água e a do próprio tecido já foram afetadas pelos raios UV do Sol. Se o tecido ainda não tiver perdido sua resistência é possível reimpermeabilizar os sobretetos em lojas especializadas ou com o uso de sprays próprios.

Veja aqui os modelos mais comuns de barraca e algumas de suas características mais importantes.

Fontes:
http://altamontanha.com/colunas.asp?NewsID=1197

http://www.clubedosaventureiros.com/conteudo/dicas/224-como-escolher-sua-barraca

http://www.fernandozara.com.br/2010/09/07/como-escolher-uma-barraca/

http://www.trilhaserumos.com.br/dicas_dicasuso_ler.asp?IdDica=6

http://www.trilhaserumos.com.br/dicas_dicasuso_ler.asp?IdDica=44

http://www.trilhaserumos.com.br/dicas_dicasuso_ler.asp?IdDica=57

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 ideias sobre “Como escolher a minha barraca?

  1. jaguar.LDJ,
    fico feliz que este post seja útil para sua unidade. Se alguma sugestão de post ou alguma coisa que queira perguntar, fique à vontade.
    Um abraço.

  2. Boa tarde, Leo Ranzolin.

    Em breve faremos uma postagem com algumas dicas para montar sua barraca em um dia chuvoso. Muito obrigado pela sugestão de post, caso tenha outras sugestões ou dúvidas, fique à vontade para pedir.

    Um abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *